Início » Finanças » El Salvador vai usar energia geotérmica vulcânica para minerar bitcoin

El Salvador vai usar energia geotérmica vulcânica para minerar bitcoin

El Salvador da "primeiros passos" para começar a minerar bitcoin (BTC) com energia geotérmica vulcânica; país apresenta condições ideais para realizar a atividade

Bruno Ignacio Por

Nesta última terça-feira (28), o presidente de El Salvador, Nayib Bukele, postou um vídeo em seu Twitter mostrando o início de uma operação que ele havia anunciado ainda em junho: uma instalação de mineração de bitcoin (BTC) alimentada com energia geotérmica vulcânica. A postagem mostra a chegada de caminhões e contêineres, enquanto técnicos aparecem ligando máquinas de mineração.

El Salvador começa a ligar máquinas de mineração de bitcoin com energia geotérmica vulcânica (Imagem: Reprodução/Twitter)
El Salvador começa a ligar máquinas de mineração de bitcoin com energia geotérmica vulcânica (Imagem: Reprodução/Twitter)

Contudo, o presidente salvadorenho não elaborou muito sobre o processo mostrado no vídeo. Como legenda do tweet, Bukele apenas escreveu “primeiros passos”, junto a #bitcoin, a bandeira de El Salvador e um emoji de um vulcão. A partir do vídeo compartilhado, entende-se que o país centro-americano começou a ligar a instalação de mineração da criptomoeda, mas o governo ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assunto.

Mineração de bitcoin é benéfica para El Salvador

O trabalho mostrado no vídeo está sendo realizado pela empresa estatal de eletricidade geotérmica LaGeo para alimentar as máquinas de mineração, aparentemente modelos ASICs. Em junho, depois de aprovar um projeto de lei que transformou o bitcoin em uma moeda oficial no país, Bukele disse que instruiu a LaGeo a permitir que mineradores utilizassem a energia vulcânica local.

Na época, o presidente salvadorenho escreveu: “Acabei de instruir o CEO da LaGeoSV (nossa empresa estatal de eletricidade geotérmica) a apresentar um plano para oferecer instalações para a mineração de bitcoin com energia muito barata, 100% limpa, 100% renovável e com zero emissões, partindo de nossos vulcões”.

O projeto foi idealizado durante uma sessão do Twitter Spaces em que Bukele participou com Nic Carter, cofundador da Coinmetrics, em junho. A ideia foi embasada no gigantesco potencial geotérmico inexplorado em El Salvador, que conta ainda com uma rede de usinas de energia subutilizadas. Assim, a mineração de bitcoin seria uma atividade perfeita para se realizar no país centro-americano.

Primeiro país a adotar oficialmente o bitcoin

Nayib Bukele, presidente de El Salvador (Imagem: Reprodução/Presidencia El Salvador)
Nayib Bukele, presidente de El Salvador (Imagem: Reprodução/Presidencia El Salvador)

O bitcoin começou a ser aceito oficialmente em El Salvador em 7 de setembro, podendo ser adquirido a partir da conversão de dólares americanos. A implementação ocorreu três meses após o congresso salvadorenho aprovar a chamada “Lei do Bitcoin”.

Enquanto o país virou notícia no mundo todo ao se tornar a primeira nação soberana a adotar oficialmente a criptomoeda, parte da população vê o ativo como mais um risco para a já deteriorada economia local. Desde então, manifestantes ocuparam as ruas diversas vezes e até queimaram um caixa eletrônico de bitcoin no centro da capital.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando