Início » Negócios » Sony fecha parceria para voltar a vender câmeras e lentes no Brasil

Sony fecha parceria para voltar a vender câmeras e lentes no Brasil

Retorno de câmeras, lentes e acessórios de fotografia da Sony ao Brasil é fruto de uma parceria entre a japonesa e a Merlin

Bruno Gall De Blasi Por

As câmeras, lentes e acessórios para fotografia da Sony vão voltar às prateleiras brasileiras. De acordo com o Estadão nesta quinta-feira (30), os produtos para foto e vídeo da marca japonesa serão comercializados novamente no país através de uma parceria com a Merlin. A expectativa é de que as vendas comecem ainda neste ano.

Câmeras da Sony serão vendidas no Brasil novamente (Foto: Hans/Pixabay)
Câmeras da Sony serão vendidas no Brasil novamente (Foto: Hans/Pixabay)

Os produtos serão distribuídos no Brasil pela Merlin, que já atua no setor de equipamentos audiovisuais. A gerente de marketing da Sony, Ana Malerbi, explicou que serão trazidos ao comércio nacional os modelos populares de quando a fabricante japonesa tinha fábrica no país. Além disso, os dispositivos serão importados.

“A Sony Brasil está em um período dormente, mas a gente entende que existem categorias que estavam com demanda por aqui, então seguimos tentando achar alguma maneira de continuar no mercado brasileiro”, disse ao jornal. Ainda segundo a executiva, a Merlin foi escolhida pois já possui afinidade com o setor.

A expectativa é de que os equipamentos cheguem ao Brasil até o fim do ano com preços na faixa de R$ 8 mil para câmeras, de R$ 2 mil para lentes e a partir de R$ 500 para os acessórios. Mas Malerbi advertiu que os valores poderão sofrer impacto do dólar. Ao todo, a empresa vai vender 25 produtos diferentes no comércio nacional.

Sony WH-1000XM4 (Imagem: Tecnoblog)
Sony WH-1000XM4 (Imagem: Tecnoblog)

Fones da Sony também serão distribuídos no Brasil

Esta não é a primeira parceria firmada pela Sony para distribuir seus produtos no país desde que encerrou as atividades de sua fábrica de Manaus (AM). Em julho, o Estadão também falou sobre o retorno dos fones de ouvido da marca japonesa no Brasil através da Multilaser. Os preços dos acessórios vão de R$ 60 a R$ 2.700.

Os anúncios aconteceram poucos meses depois que a empresa deixou de vender fones, TVs e câmeras no Brasil. Em março, a japonesa confirmou que iria deixar de comercializar seus produtos no país, seguindo o que já havia sido adiantado em setembro de 2020. Mas alguns itens, como o PS4 e PS5, não foram afetados pela decisão.

Com a saída, a empresa também abriu mão de sua fábrica na Zona Franca de Manaus. No começo de dezembro de 2020, a unidade foi adquirida pela brasileira Mondial para produzir televisões para concorrer com a Samsung e LG, além de outros tipos de produtos, como eletrodomésticos. Mas o valor da transação não foi revelado.

Com informações: Estadão

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando