Início » Jogos » Neopets viram NFTs apostando na nostalgia, mas desagrada fãs

Neopets viram NFTs apostando na nostalgia, mas desagrada fãs

JumpStart Games vai criar 20.500 NFTs de Neopets, mas fãs criticam duramente projeto que não terá utilidade prática

Bruno Ignacio Por

O Neopets, a popular franquia de animais de estimação virtuais dos anos 2000, está explorando mais um mercado e criando 20 mil NFTs (tokens não fungíveis) colecionáveis. Mesmo em constante declínio, há um público “neopetiano” que construiu uma comunidade que segue muito engajada. No entanto, parece que o mais recente projeto de criptoativos desagradou a maior parte dos fãs.

Banner promocional de Neopets (Imagem: Divulgação/ JumpStart Games)
Banner promocional de Neopets (Imagem: Divulgação/ JumpStart Games)

O jogo online pode ser desconhecido para alguns, mas foi extremamente popular no início dos anos 2000. O Neopets permite que usuários adotem bichinhos de estimação virtuais e fantasiosos que contam com uma vasta paleta de customização.

Para isso, existem minigames e eventos que concedem aos players itens. A franquia fez um enorme sucesso e gerou uma série de produtos derivados, como revistas, cartas, jogos mobile e até mesmo uma série animada foi prometida, mas nunca entregue.

Franquia está morrendo

Enquanto em 2005 o site contava com uma base de 30 milhões de usuários ativos, o game já não tem o mesmo apelo e está em declínio há muito anos. Ainda existem alguns usuários ativos, mas o modelo baseado no quase extinto Adobe Flash Player está com os dias contados.

Por isso, a JumpStart Games, detentora da franquia, está mirando em outras áreas para se aproveitar da base dedicada de fãs que ainda tem. Apostando na nostalgia, a companhia anunciou através de comunicado à imprensa que está fechando uma parceria com a empresa especializada em blockchain Raydium para produzir um total de 20.500 NFTs únicos de Neopets. As imagens serão geradas por algoritmos que vão randomizar origens, roupas, cores, personalidades e outros fatores.

Fãs reagem negativamente aos NFTs de Neopets

Prévia dos NFTs de Neopets (Imagem: Divulgação/ CNW Group)
Prévia dos NFTs de Neopets (Imagem: Divulgação/ CNW Group)

A empresa compartilhou algumas amostras de como serão os NFTs, mas, ao que tudo indica, eles não passarão de simples imagens colecionáveis e sem utilidade prática. Dito isso, os fãs da franquia não ficaram nada contentes e a maioria das respostas da comunidade foram muito negativas.

Os fansites Jellyneo e Dress To Impress, por exemplo, criticaram duramente o novo projeto com tokens não fungíveis como uma jogada desesperada para tirar dinheiro dos fãs. Além disso, o lançamento dos ativos digitais não vai acrescentar em nada ao site e nem a nenhum outro produto da empresa. “Você não pode alimentar seu NFT, ler, lutar com ele ou personalizá-lo. É o #AntiNeopet”, tuitou a conta oficial da Jellyneo.

Nas redes sociais, a Jumpstar responde à frequente pergunta de “por que fazer NFTs?” dizendo que a empresa está “em busca de novas oportunidades para levar nossas marcas e produtos para o futuro”. Vale lembrar que os Neopets já tiveram contato com a tecnologia blockchain e tokens não fungíveis no passado. O jogo de cards Neopets Cryptoquest, lançado em 2018, morreu rapidamente ao não despertar o interesse dos fãs.

Com informações: The Verge

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

LekyChan (@LekyChan)

Acho que o púbico preferiria que eles relançassem o jogo em uma nova engine, como o unity, com o qual daria para exportar o novo jogo para web e mobile com facilidade.
Mas em vez disso eles estão tentando entrar no mundo da blockchain, sendo que eles já fracassaram uma vez.

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

Esse título tá meio estranho, era pra ser “nostaliga” mesmo?