Início » Aplicativos e Software » Windows 11 é liberado ao público um dia antes do previsto

Windows 11 é liberado ao público um dia antes do previsto

A Microsoft liberou o download do Windows 11 nesta segunda-feira (4) — nova versão do sistema traz reformulação no design, widgets, nova Microsoft Store e mais

Ana Marques Por

A nova era do Windows finalmente chegou. A Microsoft começou a liberar a versão estável do Windows 11 nesta segunda-feira (4) ao público geral, um dia antes do previsto. Anunciada em junho, a plataforma marca o rejuvenescimento do sistema operacional da empresa. Entre os destaques, está o novo menu Iniciar, o retorno dos widgets, o redesenho de diversos aplicativos e uma Microsoft Store com políticas mais flexíveis.

PCs rodando Windows 11 (Imagem: Divulgação / Microsoft)
PCs rodando Windows 11 (Imagem: Divulgação / Microsoft)

Como baixar o Windows 11?

Usuários interessados já podem encontrar a página de download do Windows 11 no site oficial da empresa, disponível em português. Entretanto, a Microsoft recomenda que você aguarde até que seja notificado por meio do Windows Update que a atualização está pronta para o seu computador. Caso não queira esperar, veja como atualizar para o Windows 11 de graça.

De acordo com o The Verge, usuários da Nova Zelândia começaram a receber a atualização mais cedo. Você pode conferir se há alguma pendência por meio do Windows Update, acessando as configurações do Windows.

Meu PC é compatível com Windows 11?

Os requisitos mínimos para a instalação do Windows 11 incluem:

  • Processador de 1 GHz com dois núcleos de 64 bits;
  • 4 GB de RAM;
  • 64 GB de armazenamento;
  • Tela HD (720p) maior que 9 polegadas;
  • Chip gráfico compatível com DirectX 12 ou superior e com driver WDDM 2.0.

Saiba mais sobre a compatibilidade do sistema e exceções em nosso artigo.

Basicamente, se você comprou um computador recentemente com Windows 10, ele deve ser elegível para a atualização imediatamente, segundo a Microsoft. Entretanto, alguns PCs, especialmente mais antigos, devem receber a atualização via Windows Update mais para frente, até meados de 2022.

A nova ferramenta de verificação de compatibilidade da Microsoft também já está disponível para o diagnóstico. A companhia afirma ter atualizado o software para ser mais preciso e indicar de forma mais clara ao usuário quando há algum problema para a instalação.

Como noticiamos em agosto, a Microsoft cedeu à pressão do público e liberou o Windows 11 em PCs oficialmente incompatíveis, ou seja, sem chip TPM ou com um processador lançado há mais de 5 anos. Apesar disso, usuários com estas máquinas deverão realizar a instalação manual — e o sistema não receberá atualizações via Windows Update, até mesmo correções automáticas de segurança podem ser retidas.

O que há de novo no Windows 11?

O Windows 11 traz uma grande reformulação visual: novos ícones, cantos levemente arredondados e um novo menu Iniciar, sem Live Tiles e com uma seção dedicada a apps ou arquivos acessados recentemente ou com frequência. A barra de tarefas também está diferente, centralizada por padrão, e há a volta dos widgets.

A Microsoft Store também está de cara nova e com políticas mais flexíveis. Na última semana, a companhia anunciou que já está aceitando lojas de apps de terceiros, começando com a Epic Games Store. No futuro, será possível encontrar aplicativos de Android e instalá-los por meio da plataforma da Microsoft, devido a uma parceria com a Amazon Appstore.

Confira todas as novidades do sistema, em detalhes, em nosso especial sobre o Windows 11.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
24 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

🤖 (@Norub)

Como é que esta essa versão ? Muitos bugs, ou da pra usar no dia a dia ?

Mickey (@Mickey)

A novela desse SO está tão esquisita que nem a data oficial de lançamento prevista a Microsoft respeitou, queimou a largada hahaha.

Mateus Ribeiro (@mateusribeiro)

Bem, meu computador pelo Health Check tem todas as especificações, estou atualizando agora

Tio Arlequim (@Felipepperoni)

Aguardando a versão sem as chatisses desnecessárias.

Jeferson Heitor (@JefersonHeitor)

Pelo Windows Update ou baixou o assistente de atualização no site da Microsoft?

@teh

Vai dar pra instalar em qualquer PC sem Tpm e com processador antigo manualmente por ISO, é isso?

Mateus Ribeiro (@mateusribeiro)

Pelo assistente

Gabriel Antonio Carneiro (@gabri14el)

tive esse mesmo erro, reiniciei o computador e parece que tá indo hahahah

Goku SSGSS (@renatodantas)

Como noticiamos em agosto, a Microsoft cedeu à pressão do público e liberou o Windows 11 em PCs oficialmente incompatíveis, ou seja, sem chip TPM ou com um processador lançado há mais de 5 anos. Apesar disso, usuários com estas máquinas deverão realizar a instalação manual — e o sistema não receberá atualizações via Windows Update, até mesmo correções automáticas de segurança podem ser retidas.

Tácio Andrade (@Tacioandrade)

Espera pelo menos 3 meses pra instalar, dica de amigo! Early Adopter sempre acaba tendo dor de cabeça com drivers, correções loucas, bugs, etc… 3 meses depois de lançado começa a ficar mais estável, isso vale para qualquer update do Windows 10 também…

Mesma coisa aqui, esperando a LTSC do 11, talvez instale ele em uma VM ou dualboot com o 10 pra testar, porém em prod só a limpa sem os lixos.

Só com iso customizada que pula a checagem do TPM, porém as chances de BOs como Tela Azul e coisas do tipo aumenta e a Microsoft falou que não se responsabiliza e não vai lançar patch pra isso.

Alex Phillipe (@Alex_Phillipe)

única coisa que interessa nesse Windows é a capacidade de rodar apps Android, enquanto Windows 11 não tiver essa capacidade não me Atrai, além disso os principais requisitos para ru usar um sistema são:
1° - a capacidade de fazer Terminal services (pra acessar via AmmyAdmin ou via VPN e usar outras contas de usuário sem interferir com a sessão Console)
2° - a capacidade de eu criar uma versão LITE e remover o Windows Defender, Central de Segurança, Healt Services, Telemetria, cortana e outros tantos lixos, e assim o PC ficar leve de verdade
3° - a capacidade de dar boot via Windows PE e usar um .bat que execute comandos DISM no disco do Windows local, para caso algum cliente meu tenha recebido atualização de sistema inteiro via Windows Update eu tenha a capacidade de transformar o Windows do PC do cliente em um Windows LITE, e assim conseguir entregar ganho de performance ao Cliente graças a este método, sem necessitar formatar… enfim, terei de testar se o .bat que tenho faz o serviço do mesmo modo no win11,
4° - o Windows 11 terá de manter a capacidade de compactação LZX assim como o Windows 10, pois ja acostumei usar essa compreensão no disco inteiro e em absolutamente tudo do disco, tenho tarefa Agendada que roda automaticamente e aplica esse nivel de compressão em todos os arquivos do disco todo, portanto o Windows mais noco deve manter-se compatível a isso, e se possovel se tiver melhorias nisso com compreensão ainda melhor ainda aí talvez seja motivo notavel pra me fazer querer mudar, do contrário não…
5° deve ser possível compartilhar pastas e impressoras ainda com o XP
6° deve ser possível ver as senhas de wifi armazenadas (no win7 era possivel, no Windows 8 e 10 não é possível, estou tendo de usar software de terceiros pra isso)
7° o ato de Ativar o laptop como Roteador Wi-Fi deve existir assim como no Windows 10, mas de preferência ter também o modo Repetidor wisp ( ter o AP ativado mas nao dsr ip por DHCP gerado na maquina local, mas sim exisir o modo DRIDGE ativado para que o Próprio Roteador central consiga enxergar os equipamentos conectados no laptop e os equipamentos recebam IP vindo direto do Roteador Central, possibilitando portanto os celulares e outros computadores receber IPv4 e IPV6 dado diretamente pelo Roteador central, e assim possa existir serviços rodando nesses computadores e celulares que caso necessitem de abrir portas no roteador via UPNP o roteador conseguirá detectar esta necessidade e o Roteador abrir as portas UPNP necessárias, desse jeito os computadores e celulares aue conectarem no Wi-Fi do meu laptop deixarão de sofrer para poder usar o Skype, Zoom, TeamViewer, AnyDesk, DeskMaganer, LogMein, Hamachi, Triller, PidGin, ShowMyPC, AmmyAdmin, VNC, RealVNC, Torrent, FTP e outros serviços, até mesmo o Netflix e o YouTube, facebook e instagram sofrem para carregae videos nesses computadores e celulares quando eles estão conectados em mim (no meu laptop com o modo aP ativado) além de que, será possível o acesso direto a controlar a banda gasta por esses equipamentos diretamente no Roteador se o roteador conseguir enxerga-los e o proprio Roteador dar o ip a todos esses equipamentos em vez de ser meu laptop dando ip a eles (como o que acontece hoje), enfim, meu laptop teria menos trabalho se o modo AP fosse em BRIDGE do que hoje (em meu laptop dá também o ip)), pois sem ter de comparrilhar conexão e sem ter de dar o IP o meu laptop teria menos trabalho a fazer e o laptop estaria rodando mais , ao passo que os outros equipamentos até se beneficiáriam deste melhor desempenho entregue por meu laptop, acredito inclusive que esta é a solução final para que impressoras possam ser enxergados na rede, pois hoje não são, tenho um desktop com impressora no quarto, como antena wi-fi mais que não pega o sinal do meu roteador principal … então coloquei um laptop velho ( no meio do caminho no outro cômodo da casa) rodando Windows 10 e o modo AP ativado, e este sim pega bem o sinal emitido pelo roteador principal, porém o desktop recebe internet e funciona demais as pastas compartilhadas nele e impressora não são visíveis para outros equipamentos da mesma rede nem conectando ao roteador principal e nem esses equipamentos conectando o AP do próprio laptop, ou seja, o desktop está funcionando mas ficou isolado, atualmente para conseguir imprimir na impressora tem que mandar as coisas esse desktop via internet e só depois imprimir nele ( acessando o PC
remotamente ou indo lá pessoalmente)… se os outros equipamentos enxergassem a impressora compartilhada na rede que está neste desktop o problema se resolveria, portanto eu sei que a questão é o Windows ganhará capacidade de ter o modo AP também em BRIDGE , algo que já tentei via linha de comando e até hoje não consegui, a Microsoft precisa de cenário esse recurso para que o Windows fique bom pra este cenário.
8° é notório a falta de um aplicativo nativo do windows para transferir arquivos via wi-fi Direct com outros equipamentos ( celulares e também outro laptop) e até mesmo impressoras, Pois é vergonhoso as impressoras ter wi-fi Direct e se possível imprimir nelas usando o celular via wi-fi mas não poder nativamente com o próprio Windows, sei que marca como Epson possuem o aplicativo próprio que possibilita configurar uma impressora para ela conectar no roteador wi-fi e depois o software também sendo instalado em outros computadores torna possível o mesmo software enxergar que a impressora já está na rede via wi-fi e conseguir instalar impressora em outros computadores para imprimir neles via wi-fi, porém esta modalidade da Epson necessita primeiramente instalar o software em um computador que está conectado primeiro via USB na impressora, que assim se comunica com impressora para deixar a senha do wi-fi salva dentro dela para que ela Connecte na rede wifi, e esse mesmo software já definir o nome dela na rede definir a como um dispositivo PNP de impressora compartilhada em rede, só aí que ela fica na Rede ( Por que a senha passa a estar nela para ela poder conectar no wi-fi principal e então ela ficar na rede para poder ser enxergada por outros computadores) … ou seja… o aplicativo da Epson tenha necessidade de quê haja um primeiro contato de configurar com um computador estando conectado primeiramente a impressora via USB para só depois poder desconectar USB e ela ficar no wi-fi de verdade… já quando a pessoa simplesmente Aperta o botão de wi-fi Direct em cima da impressora e conecta nela via wi-fi Direct com um celular não foi necessário ter feito configuração alguma ou necessário um cabo USB para nada… o que demonstra claramente um tapa na cara da Microsoft em comparação a facilidade que é conectar uma impressora por wi-fi Direct a um celular Android mediante estudo comparado a o trabalho que é conectar uma impressora via wi-fi a um computador Windows… enfim, se laptop também possui wi-fi e paga-se caro por isto Então porque é que o Windows não possui o recurso wi-fi Direct ? Hein? Me responda isso… Por que é que desde o Samsung S2 de 2010 os celulares já possuem wi-fi Direct e até hoje ano 2021 o Windows não possui wi-fi Direct ?
Isso sim é uma vergonha…
9° - Windows para mim sempre será necessário possuir a capacidade de fazer Raid 1 via software, pois não confio em fazer Raid usando o aplicativo das próprias placa mãe, sei que a partir da segunda geração da Intel em diante os processadores ganharam chip dedicado internamente no próprio processador a qual o chamado fake Raid passou a não gastar mais o desempenho do processador, passou a não pesar absolutamente nada e portanto passou a valer muito a pena fazer fake Raid, ou seja, o software Intel integrado à placamãe passou a ser tão bom quanto placas de raid Off board, aliás, passou a ser raro modelos de placa de rádio offboard com velocidade melhor do que as integradas Já que as Integradas rapidamente ganharam capacidade de usar Sata 6gb s e as offboard ainda estavam na velha tecnologia de 3gb ou 1.5 GB na maioria dos casos… então foi notório o avanço da tecnologia a qual fazer Raid com o aplicativo da Intel na própria placa mãe passou a ser muito melhor do que gastar dinheiro para comprar placa Raid offboard, só que… Eu já sofri queda de luz em quê queimou a placa mãe… e vi o Raid 10 se perder… eu até comprei outra placa mãe Idêntica e coloquei outros quatro HD e Criei um novo Raid 10 com estes 4 outros HDS, depois desliguei o computador e substituir os 4 HD de uma única vez pelos quatro anteriores onde estava o meu raid
10 antigo e o raid antigo não foi lido pela nova placa mãe ( que era uma DQ67OWB3 vPro idêntica à primeira), Ainda bem que o Windows PE leu o RAID e pude recuperar os dados, mas para dar boot novamente Tive que zerar tudo e criar um outro Raid 10 e instalar o Windows do zero… algo que foi horrível pra mim, hoje em dia portanto passei a não usar mais o Raid feito no setup da placa-mãe e agora o uso apenas o RAID1 do próprio Windows, Pois existe eu sei que não falha nunca, Portanto o Windows 11 também deverá ter a capacidade de fazer Raid 1 do próprio Windows, de preferência que dê para espelhar o próprio c: com facilidade, pois hoje Estou tendo que entrar com um terceiro Windows e fazer o raid1 fazendo o HD do c: espelhar para só depois de reiniciar e assim ter o mesmo Windows Em ambos os HD, aí em uma segunda partição também rad1 que uso pra instalar Dentro os aplicativos e etc… dá bastante trabalho, principalmente a parte de editar o boot para ficar com 4 entradas de boot, Além disso tem uma tarefas agendadas para fazer o pc reiniciar a noite e dar boot com a segunda partição, aí quando o PC liga no Windows da segunda partição este ou vindos está configurado para a partição 1 ser espelhada na 1 do outro disco via raid1 , E como você que isso leva mais ou menos 1 hora e pouco eu deixo para quê após 4 horas este Windows reinicie alterando novamente o boot para que o computador ligue novamente com a partição 1, que é onde está meu Windows principal que é onde está instalado os software que na verdade estão com sua pasta arquivo de programa na segunda partição a qual é a raid 1 maior de guardar dados, E é assim que acontece as sincronizações aqui, basicamente são dois discos com quatro partições e dois lindos e e eles ficam alternando o boot entre eles para de dia funcionar o sistema principal e de madrugada entrar o secundário para sincronizar a partição do principal com o segundo disco todos os dias às quatro partições estarem sincronizadas E caso venha a falhar algum HD o outro estará com o sistema atualizado… Esta é a forma que encontrei para os computadores não parar, e que me permite eu usufluir apenas do recurso de Raid nativo do próprio Windows e não depender do fake Raid da placa mãe,
Melhor do que isso seria se o próprio lindo já tivesse a capacidade de espelhar o próprios c: ( assim como o Windows Server 2003 tinha esta capacidade

João M. (@RonDamon)

Instalei pelo instalador oficial do W11, migrando do W10 e foi fluído e ótimo. Já estou usando. Manteve todos os apps e configurações, até as abas do Edge abertas antes de atualizar estavam lá quando voltei, maravilhoso.

Dark (@Darkalliance)

kkkkk o cara ta travado nos anos 2000.

Só faltou mandar a frase clássica… “Esse é o ano do Linux”

Mateus Ribeiro (@mateusribeiro)

Sobre o Windows 11

Odiei as mudanças, os widgets abrem obrigatoriamente no Edge, meu navegador padrão é o Firefox. Abrir o Gerenciador de tarefas agora é só no botão windows, e não em toda extensão da barra (Sei que tem o atalho pelo teclado, mas algumas vezes acho mais prático por lá) Painel de Controle e Windows Media Player ainda vivem Arrastar um arquivo para um aplicativo minimizado na barra não funciona mais, o aplicativo não maximiza na tela. Usava quando precisava enviar um arquivo via whatsapp ou telegram, achava pratico.

Cadê as animações?

Exibir mais comentários