Início » Computador » O que é cooler e qual a sua função no computador?

O que é cooler e qual a sua função no computador?

Proteção contra o calor; saiba o que é cooler e qual a sua função no computador, importância e modelos comuns no mercado

Leandro Kovacs Por

Trabalhar com o computador em altas temperaturas coloca todo o hardware em risco. Veja abaixo, o que é cooler e qual a sua função no computador. Além de permitir que o PC trabalhe melhor, sem erros ou queda de rendimentos, o cooler protege as peças componentes evitando que “fritem” em um ambiente de temperatura elevada. As peças do computador produzem muito calor, principalmente as de alto desempenho.

Cooler é um componente usado para retirar o calor das peças de um computador (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Refrigeração interna no PC

O título já diz a principal função do ou dos coolers dentro do computador. Resumindo a definição técnica de cooler, um componente que extrai o calor de um chip da CPU ou de outros chips de execução que geram calor, como um processador gráfico — placa de vídeo (GPU).

Em seu modo mais simples, funcionam como ventiladores que deslocam o ar quente do componente para o interior do gabinete, que por sua vez tem seus próprios coolers para extrair o calor do bloco fechado para o ambiente.

Qual a importância do cooler?

Os computadores precisam manter uma temperatura constante e relativamente baixa para operar corretamente e controlar as temperaturas com o uso de vários ventiladores, ou aspirando o ar frio ou expelindo o ar quente.

Os coolers básicos — fans ou ventiladores — podem ficar entupidos com poeira e outros detritos, atrapalhando o seu funcionamento normal, especialmente em ambientes comerciais, onde os computadores estão no chão e em outras áreas com mais sujeira.

Um ventilador barulhento que causa falhas nos PCs do escritório, muitas vezes podem ser consertados limpando o computador e certificando-se de que nada está tocando as pás do ventilador do cooler.

Coolers protegem a integridade das peças (Imagem: Aviv Rachmadian/Unsplash)

Modelos de coolers

Os principais modelos de coolers podem ser divididos em dois grupos maiores: refrigeração a ar — com hélices de ventilador — ou refrigeração líquida — podendo ser água ou outro produto que reduza temperaturas. Porém, ambos têm diferenças que valem ser ressaltadas.

Cooler de refrigeração a ar

Na refrigeração a ar, o calor é transferido do IHS da CPU, com auxílio da pasta térmica aplicada, passando para uma placa de base condutora que geralmente é feita de cobre ou alumínio. Da placa base, a energia térmica — ou calor — se move para os tubos anexados.

Os tubos de calor são projetados para transferir calor de um local para outro. Nesse caso, o calor se move para um dissipador elevado fora da placa mãe, liberando espaço para outros componentes, como a memória RAM.

Esses tubos fornecem a energia na forma de calor para as finas aletas de metal que compõem o dissipador. Essas aletas são projetadas para maximizar a exposição ao ar mais frio, que então absorve o calor do metal. Um ventilador conectado empurra o ar quente para longe do dissipador de calor. Os preços dos coolers baseados na refrigeração a ar são muito baixos em relação à refrigeração líquida, mas também sua efetividade é menor.

Funcionamento básico da refrigeração a ar (Imagem: Intel/Divulgação)

Cooler de refrigeração líquida

Tal como acontece com os resfriadores de ar, há uma ampla seleção de opções disponíveis, mas a maioria se enquadra em duas categorias: resfriadores All-in-One (AIO) ou circuitos de resfriamento personalizados.

Vamos falar principalmente dos coolers All-in-One (AIO) aqui, embora os princípios fundamentais de como o líquido resfria a CPU sejam os mesmos em ambos. Semelhante ao resfriamento a ar, o processo começa com uma placa de base que é conectada ao IHS da CPU com uma camada de pasta térmica.

Isso permite uma melhor transferência de calor entre as duas superfícies. A superfície metálica da placa de base faz parte do bloco de água, que foi projetado para ser preenchido com líquido refrigerante. O líquido absorve o calor da placa de base à medida que se move pelo bloco de água. Em seguida, continua a se mover através do sistema e para fora, através de um dos dois tubos, até um radiador.

O radiador expõe o líquido ao ar, o que ajuda a esfriar, e os ventiladores acoplados ao radiador movem o calor para longe do refrigerador. O líquido então volta ao bloco d’água e o ciclo recomeça.

Exemplo de refrigeração líquida (Imagem: Intel/Divulgação)

Agora já sabemos o que é o cooler e qual a sua função no computador, basta verificar as necessidades de cada componente — baseada no desempenho da peça —, somado à temperatura do ambiente onde fica o PC e determinar qual solução se adequa melhor a sua necessidade. Boa sorte.

Com informação: Small Business, Intel.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando