Início » Negócios » O que é Ebitda?

O que é Ebitda?

Diversos fatores devem ser considerados antes de investir em uma empresa; saiba o que é Ebitda e como calculá-lo para te ajudar na tomada de decisão

Janaína Dantas Por

Quem investe em empresas ou se aventura na bolsa de valores, sabe a necessidade de uma boa avaliação para uma tomada de decisão inteligente. Para ajudar neste processo, existem muitos indicadores, um deles é o Ebtida: saiba o que é, além da importância de utilizá-lo.

o-que-e-ebitda
Ebitda é um indicador usado para medir a eficiência operacional de uma empresa. (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Ebitda é a sigla em inglês para “earnings before interest, taxes, depreciation and amortization”. Em português, “Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização” (também conhecida como Lajida). O indicador é usado para medir o quanto uma empresa gera de recursos apenas com suas atividades operacionais, não incluindo investimentos financeiros, empréstimos e impostos.

Dessa forma, o Ebitda também pode ajudar a determinar o valor de uma empresa e sua capacidade de pagar dívidas. Além disso, o indicador é usado globalmente e é a melhor opção para comparar, por exemplo, empresas de países diferentes, já que cada nação possui regras de taxação e impostos diferentes impactando, por sua vez, na análise e comparação de outros indicadores.

Para que uma empresa seja considerada saudável, portanto, é necessário que o Ebitda seja positivo. Além disso, o investidor deve analisar se o índice se manteve assim por um longo período de tempo: isso também é um sinal positivo. No entanto, em períodos de crise, é normal que o indicador sofra oscilações, por isso, analise o histórico por completo.

Como calcular o Ebitda?

De acordo com as regras da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a divulgação do Ebitda (ou Lajida) é voluntária, ou seja, as empresas brasileiras não têm a obrigação de colocar em seus balanços. Mas você pode mesmo pode calculá-lo, para isso, é essencial saber os seguintes valores:

  • Resultado líquido: esse é o rendimento real de uma empresa determinado pela subtração entre a receita total e os gastos da organização;
  • Juros: referente aos juros de uma dívida da empresa ou ao ganho em relação a aplicações, mas normalmente é relacionado a uma despesa;
  • Impostos: todos os gastos com impostos são incluídos aqui;
  • Depreciações: é aplicado aos ativos tangíveis de uma empresa, como máquinas ou veículos, que perdem seus valores por uso, obsolescência ou desgaste natural;
  • Amortizações: aqui é considerado a perda de valor dos ativos intangíveis de uma empresa como marcas, patentes, softwares e direitos autorais.

Estes valores podem ser consultados nos relatórios financeiros de uma empresa. Com eles em mãos, é só fazer o seguinte cálculo:

  • Ebitda = Resultado Líquido + Juros + Impostos + Depreciação + Amortização

Atenção: o indicador deve ser usado na comparação de empresas do mesmo setor e com portes semelhantes já que área e tamanho também podem impactar no resultado do Ebitda. Além disso, outros indicadores devem ser levados em conta em uma avaliação para uma tomada de decisão mais inteligente.

Desvantagens do Ebitda

O Ebitda pode ser usado tanto para o bem, como para o mal. Uma empresa, por exemplo, pode usar o Ebitda como indicador principal para esconder o histórico de grandes empréstimos.

Além disso, o cálculo do Ebitda ignora as mudanças no capital de giro. Levando em conta que esse recurso pode variar devido a diversos fatores, ignorá-lo pode levar a uma interpretação equivocada sobre a saúde de uma empresa, impedindo, também, de avaliar sua liquidez.

Diante disso, como já disse acima, não esqueça de olhar outros indicadores e pense sempre a longo prazo. Agora que já sabe o que é e Ebitda e como calculá-lo, suas tomadas de decisões serão mais inteligentes.

Com informações: Investopedia e Business News Daily

Comentários

Envie uma pergunta