Início » Aplicativos e Software » Microsoft admite erro que impede que PCs compatíveis recebam Windows 11

Microsoft admite erro que impede que PCs compatíveis recebam Windows 11

Usuários relatam que ferramenta nativa de atualização diz que PC não é capaz de rodar o Windows 11 mesmo cumprindo todos os requisitos mínimos

Giovanni Santa Rosa Por

Se você foi atualizar para o Windows 11 e, apesar de ter uma máquina compatível, recebeu uma mensagem de erro dizendo que seu PC não cumpre os requisitos mínimos, saiba que você não foi o único. A Microsoft reconheceu que este erro existe e vem afetando alguns usuários.

Notebook com Windows 11 (imagem: divulgação/Microsoft)
Notebook com Windows 11 (imagem: divulgação/Microsoft)

O problema acontece ao tentar fazer a migração pelo próprio recurso de atualizações do Windows 10. A ferramenta é capaz de avaliar se o equipamento tem as especificações necessárias para rodar a nova versão do sistema operacional. Assim, o usuário não precisaria baixar ferramentas de diagnóstico para confirmar se pode ou não fazer o upgrade.

O problema é que essa ferramenta está errando os diagnósticos. Ela diz que dispositivos compatíveis com a atualização não poderiam recebê-la. Ao site Windows Latest, um dos usuários conta que o PC Health Check, ferramenta da própria Microsoft para checar os requisitos mínimos, diz que a máquina pode receber o Windows 11, mas a atualização do sistema fala o contrário.

O problema não é generalizado, e apenas alguns usuários relataram casos do tipo. Mesmo assim, a Microsoft confirmou que está ciente da questão e vai investigar o problema para liberar uma correção assim que possível.

Menu Iniciar e barra de tarefas do Windows 11 (imagem: reprodução/Microsoft)
Menu Iniciar e barra de tarefas do Windows 11 (imagem: reprodução/Microsoft)

Outras formas de atualizar para o Windows 11

Felizmente, é possível instalar o Windows 11 sem depender da atualização automática do Windows 10 — e você pode ver todos os passos de cada uma das opções no nosso guia.

A Microsoft disponibiliza um assistente de instalação em seu site. Esta é a forma mais simples: só baixar, rodar o programa, seguir as instruções e reiniciar sua máquina.

Outra opção é criar uma mídia de instalação — pode ser um pen drive USB ou um DVD. A página da Microsoft também dá essa alternativa, com instruções para fazer todo o processo, do download do assistente à instalação propriamente dita, passando pela criação do disco bootável e configurações para o computador fazer a inicialização por ele.

Também dá para baixar a imagem de disco da nova versão do sistema operacional. Neste caso, o usuário precisa abrir o arquivo .ISO e rodar o setup.

Microsoft Teams no Windows 11 (imagem: divulgação/Microsoft)
Microsoft Teams no Windows 11 (imagem: divulgação/Microsoft)

Requisitos mínimos

Antes de prosseguir para a instalação, porém, é bom confirmar se seu computador tem as especificações necessárias para rodar o Windows 11:

  • Processador de 1 GHz com dois ou mais núcleos de 64 bits;
  • 4 GB de RAM;
  • 64 GB de armazenamento;
  • Tela HD (720p) maior que 9 polegadas;
  • Placa de vídeo ou chip gráfico compatível com DirectX 12 ou superior e com driver WDDM 2.0.

E o tal do chip TPM 2.0? O Trusted Platform Module é um hardware que garante a integridade do sistema e impede o acesso às chaves do Windows. No anúncio da nova versão, a Microsoft anunciou que ele seria necessário para o upgrade. No entanto, depois de críticas, a companhia recuou e liberou a atualização para todo mundo.

Nova interface da Microsoft Store no Windows 11 (imagem: divulgação/Microsoft)
Nova interface da Microsoft Store no Windows 11 (imagem: divulgação/Microsoft)

Novidades no visual, na produtividade e na loja

O Windows 11 traz um design mais moderno, com janelas de cantos arredondados, efeitos especiais para tornar a experiência mais agradável e algumas transparências aqui e ali. O Menu Iniciar foi remodelado e está mais simples, e agora aparece centralizado, assim como os ícones da Barra de Tarefas.

As janelas também contam com vários esquemas de divisão de tela. Assim, o usuário consegue ter acesso rápido ao melhor jeito possível de organizar as informações necessárias para suas atividades. O sistema também ficou mais integrado ao Microsoft Teams, que passou a ser usado na pandemia por muitas empresas para facilitar o trabalho remoto.

A Microsoft Store também foi reconstruída do zero, tem suporte a outras lojas e trará inclusive apps de Android em 2022, através de uma parceria com a Amazon. E em tempos de brigas entre a Epic e a Apple por causa das políticas de comissão da App Store, a loja do Windows 11 vai deixar 100% do faturamento com os desenvolvedores.

Com informações: Windows Latest

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando