Início » Inteligência Artificial » Rio vai usar tecnologias do Google para melhorar trânsito da cidade

Rio vai usar tecnologias do Google para melhorar trânsito da cidade

Depois de pesquisa piloto em Israel, Google traz ao Rio de Janeiro seu projeto de inteligência artificial para otimização de semáforos

Giovanni Santa Rosa Por

O Rio de Janeiro será uma das primeiras cidades no mundo a contar com uma nova tecnologia de inteligência artificial (IA) do Google para melhorar a eficiência dos semáforos. A parceria entre a empresa e a Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro (CET-Rio) foi assinada na quarta-feira (6).

Trânsito intenso na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil)
Trânsito intenso na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil)

O projeto tem como objetivo estudar e prever condições do tráfego e o tempo gasto nos cruzamentos. Assim, seria possível treinar modelos baseados em IA para ajustar a abertura e o fechamento dos sinais. O Google quer que a melhoria no trânsito municipal ajude a reduzir as emissões de carbono.

A iniciativa teve uma pesquisa piloto em Israel, onde foi observada uma redução de 10% a 20% no consumo de combustível e no tempo de atraso nos cruzamentos, segundo Sundar Pichai, CEO do Google. O Rio está entre as primeiras cidades a receber o projeto — outras devem ser anunciadas em breve.

O prefeito da cidade, Eduardo Paes, destacou que a combinação entre dados do Google e informações da CET-Rio “vai permitir melhorar os tempos dos sinais da cidade com mais agilidade e, assim, o cidadão ficará menos tempo preso no trânsito”.

O projeto deve começar a ser implementado no Rio de Janeiro nos próximos meses, e os primeiros locais a receber os estudos serão divulgados em breve.

Rio também ganha feeds de transporte público

A inteligência artificial para controle de semáforos não é a única novidade tecnológica para a mobilidade do Rio. A Secretaria Municipal de Transportes da Prefeitura também está começando a construir o primeiro GTFS público da cidade.

GTFS é a sigla para General Transit Feed Specification, ou especificação geral para feeds de transporte público, em tradução livre. Ele é um formato padrão para horários de ônibus, trens e metrôs, com informações de geolocalização associadas.

O formato nasceu através de um funcionário do Google, em parceria com a cidade de Portland, nos EUA, em 2005, como uma forma de integrar informações de transporte público ao Google Maps. Na época, o país não contava com um padrão de horários de ônibus, trens ou metrô.

O Rio já contava com informações de GPS dos ônibus, e as informações são disponibilizadas pela plataforma Data.Rio, com identificação das linhas e localização dos coletivos. Em padrão GTFS, porém, os dados têm potencial para ajudar no planejamento e na avaliação das linhas.

Com informações: Prefeitura do Rio de Janeiro, Google

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando