Início » Finanças » O que é golpe Pump and Dump de criptomoeda?

O que é golpe Pump and Dump de criptomoeda?

Criptomoedas jovens e suspeitas protagonizam golpes pump and dump; veja o que é e como se proteger desse esquema malicioso

Bruno Ignacio Por

Enquanto as criptomoedas são vistas como grandes oportunidades de investimento, como ocorre com o bitcoin (BTC), cada vez mais moedas digitais estão sendo criadas e usadas nos chamados golpes “pump and dump”. Veja abaixo o que é um esquema pump and dump, como ocorrem, quem está por trás deles e como evitar se tornar mais uma vítima desse golpe financeiro.

Imagem de duas moedas que simbolizam o bitcoin
Golpes pump and dump com criptomoedas vêm crescendo (Imagem: Hawksky/Pixabay)

Vindo do inglês, “pump and dump” significa impulsionar e então afundar algo. No universo das criptomoedas, esse termo foi associado a uma prática fraudulenta realizada principalmente com tokens, moedas e ativos digitais recém-criados e com a participação de influenciadores para promovê-los.

Inspirados no sucesso repentino de “altcoins” (criptomoedas alternativas aos principais nomes do mercado, como bitcoin e ether) como o dogecoin (DOGE) e shiba inu (SHIB), algumas pessoas viram a oportunidade de recriar, em uma escala menor e de maneira artificial, rápidas valorizações.

Assim, indivíduos e grupos, que geralmente se mantém no anonimato, vêm criando novas criptomoedas, embasadas com discursos que variam desde o enriquecimento rápido até ao apoio a causas sociais. Então, essas pessoas pagam influenciadores no Twitter e no Instagram para divulgar os novos ativos, fazendo que seus preços disparem diante da súbita alta demanda de compra.

Uma vez que novos investidores impulsionam bastante o preço inicial da criptomoeda, seus criadores, que naturalmente detêm a maior parte das unidades do ativo, vendem em massa suas moedas. Como resultado, os preços despencam e aqueles que foram influenciados a comprar a criptomoeda saem no prejuízo.

Quem está por trás desses golpes?

Pessoa no computador programando, para ilustrar um possível usuário malicioso praticando o pump and dump
Responsáveis por golpes pump and dump geralmente permanecem anônimos (Imagem: Mika Baumeister/Unsplash)

Esse tipo de golpe envolve geralmente duas partes: criadores de novas criptomoedas e influenciadores digitais. No entanto, o pseudo anonimato da tecnologia blockchain permite que os golpistas mantenham suas identidades em segredo. Porém, essas moedas digitais usadas para esquemas pump and dump são geralmente conectadas a algum grupo, empresa ou organização formal ou informal usados para construir certa credibilidade para o ativo em questão.

Os rostos conhecidos e que geralmente permanecem associados a esse tipo de golpe são os dos influenciadores usados para promover as novas criptomoedas. Por exemplo, em julho de 2021, membros do grande clube de e-sports americano FaZe Clan enfrentaram acusações de terem promovido um golpe pump and dump com uma criptomoeda.

Na ocasião, os membros Kay, Jarvis, Nikan e Teego promoveram uma moeda digital suspeita em suas redes sociais. Eles foram pagos pela divulgação de um “token social” chamado “Save The Kids”, que prometia destinar verba para causas nobres de ajuda humanitária e educação.

No entanto, essa criptomoeda rapidamente acendeu alguns alertas. Seu preço disparou com a promoção dos jogadores de e-sports e então despencou. Como resultado, a Faze Clan demitiu Kay e suspendeu os demais envolvidos, alegando que a organização “não tem absolutamente nenhum envolvimento com a atividade de outros membros no setor de criptomoedas”.

Golpes pump and dump raramente vão à justiça

Uma porção de moedas que simbolizam o bitcoin abaixo de um um malhete
Criptomoedas não são reguladas na maioria dos países (Imagem: Executium/ Unsplash)

Vale destacar que esse tipo de golpe financeiro transita ainda por um terreno não regulamentado em quase todo o mundo. São poucos os países que possuem definições legais para ativos digitais e criptomoedas, portanto não é possível tratá-las como ativos mobiliários e enquadrá-las nas leis existentes de proteção ao consumidor.

Além disso, determinar com toda a certeza que uma criptomoeda foi usada para um golpe pump and dump ainda é algo subjetivo. Claro, quando seus criadores simplesmente desaparecem das redes após venderem todos seus ativos e lucrar em cima dos investidores lesados torna-se óbvio a existência de um esquema malicioso.

No entanto, no mundo das criptomoedas é natural que qualquer ativo digital jovem suba de preço rapidamente após seu lançamento. Afinal, trata-se da primeira vez que esse produto financeiro é disponibilizado para compradores. Porém, essa valorização inicial está sempre sujeita a correções de mercado, resultando em uma posterior queda de preço.

No caso da SHIB, por exemplo, a altcoin subiu quase 2.000% em maio de 2021 para perder toda sua valorização no mês seguinte. No entanto, a shiba inu não é considerada parte de um esquema pump and dump, mas sim um ativo digital de altíssimo risco.

Como evitar ser vítima de um Pump and Dump

Imagem de uma moeda simbolizando o bitcoin e uma pessoa correndo na frente dela, com um saco na mão, para ilustrar golpes
Como se proteger de golpes pump and dump com criptomoedas (Imagem: Marco Verch/Flickr)

Dito isso, é importante saber como se proteger desse tipo de golpe se você investe em criptomoedas. Há alguns alertas que podem indicar que determinado ativo digital é perigoso. O primeiro e mais importante deles é saber quem são os desenvolvedores da moeda digital em questão. Organizações ou empresas recém-criadas, com pouca presença nas redes sociais e pouco conhecidas trazem pouca credibilidade, portanto não compre nenhum token deles.

A disponibilidade da criptomoeda em questão é outro fator a ser considerado. Moedas digitais que entram em grandes exchanges de ativos digitais, como a Binance, geralmente já são investigadas por essas instituições e passam por um processo de verificação.

Por último, a idade da moeda digital indica determinado grau de risco, seja por sua esperada volatilidade ou pela maior facilidade de ser usada para esse e outros tipos de golpes. Criptomoedas criadas a menos de um ano não possuem dados concretos de preço ou uma base de investidores sólida, portanto estão sujeitas a valorizações e desvalorizações repentinas.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando