Início » Gadgets » Roteador Google Wifi chega ao Brasil com tecnologia mesh e preço alto

Roteador Google Wifi chega ao Brasil com tecnologia mesh e preço alto

Google Wifi, roteador com tecnologia mesh, chega ao mercado brasileiro em duas configurações por até R$ 1.999

Darlan Helder Por

O Google anunciou nesta quinta-feira (14) o lançamento do Google Wifi, roteador com tecnologia mesh, no mercado brasileiro. O dispositivo tem como destaque integração com o aplicativo Google Home, seleção automática de rede (2,4 GHz ou 5 GHz), atualizações de desempenho e segurança realizadas automaticamente e o kit com três unidades promete distribuir internet para espaços de até 330 m².

Google Wifi chega ao Brasil em duas configurações

Google Wifi (Imagem: Divulgação/Google)
Google Wifi (Imagem: Divulgação/Google)

Como revelou o Tecnoblog, o Google Wifi foi homologado na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em meados de abril, mas só agora ele chegou às lojas nacionais. O dispositivo, que promete melhorar o sinal de internet dentro de casa, estreia em duas configurações com preço alto. O modelo para ambientes com até 110 m² (unitário) tem preço sugerido de R$ 999 e o kit com três, para ambientes com até 330 m², será vendido por R$ 1.999.

Assim como o D-Link Covr 1103, o aparelho do Google tem um design que é pequeno e simpático. Ele é compacto e pode ficar discreto na mesa ou no rack. Mas ao contrário do Nest Wifi, o equipamento lançado hoje só está disponível na cor branca.

Google Wifi (Imagem: Divulgação/Google)
Google Wifi (Imagem: Divulgação/Google)

A empresa explica que o roteador pode ser totalmente controlado pelo aplicativo Google Home, disponível tanto para iPhone (iOS) quanto para Android. Nele, o usuário consegue configurar o Google Wifi, conectar dispositivos, testar a velocidade da internet, criar redes para convidados, atribuir aparelhos a pessoas específicas da sua casa e a companhia diz que compartilha dicas para melhorar o desempenho da internet.

Assim como outros roteadores com a tecnologia mesh, o Google Wifi permite selecionar um aparelho que deve ser priorizado durante a conexão, para evitar instabilidade durante o uso. “Por exemplo, se você estiver assistindo a um streaming em 4K na sala, selecione a sua Smart TV para receber prioridade de sinal, evitando assim quedas repentinas de qualidade de transmissão”, explica.

Google Wifi (Imagem: Divulgação/Google)
Google Wifi (Imagem: Divulgação/Google)

O equipamento ainda tem atualizações automáticas com a promessa de melhorar a segurança e o desempenho. O Google diz que, com o recurso de inicialização verificada, o device está protegido contra ataques cibernéticos. E a cereja do bolo é a tecnologia mesh, que promete entregar a mesma qualidade de sinal para pontos periféricos da casa, podendo operar tanto em 2,4 quanto em 5 GHz.

O review do Google Wifi será publicado em breve no Tecnoblog.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
17 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Zanac_Compile (@Zanac_Compile)

Deveria ser de graça
Já somos a moeda de troca para o Google

Igor (@igor_meloil)

2 conto, nem a pau

Carlos Cabral (@CarlosCabral)

E lá fora você consegue 3 por 200 dólares, os valores aqui são deprimentes, como sempre.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Ansioso pelo review e os testes de velocidade.

@Mickey provavelmente um caro como esse do Google não faça sentido pra ti e pra maioria das pessoas, mas pra qualquer um que use repetidor de sinal a tecnologia Mesh faz total sentido, melhora muito a transição entre os pontos de rede sem fio da casa. Da uma olhada nos review dos tp-link aqui no Tecnoblog.

Daniel Correia (@Daniel)

Deu uma esperança de chegar o Pixel também na semana que vem.

André Gorgen (@Banana_Phone)

Seria ótimo!
Atualmente eu só sei recomendar celulares da Samsung e entre os meus 4 últimos smartphones, 3 deles foram Samsung. Até meu fone e meu smartwatch são da Samsung, me sinto dependente demais dessa marca.

imhotep (@imhotep)

Eu comprei o Deco M4 pra substituir meus Twibi Fast.
Não pagaria o preço desse do Google - o mercado é cheio de produtos de qualidade a preços inferiores.

E sim, mesh faz muita diferença - palavra de quem já usou repetidor, roteador em modo access point, etc.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

O melhor é não depender de backhaul sem fio e passar um cabo de rede, da trabalho, mas vai resolver qualquer demanda da rede pela próxima década.

² (@centauro)

A principal vantagem do mesh em relação aos repetidores é que o mesh cria uma rede única em toda a área de cobertura ao passo que o repetidor cria uma rede a cada repetidor.
Então a transição entre pontos com o mesh é basicamente invisível enquanto que com o repetidor cada dispositivo precisa fazer a autenticação toda vez que muda de ponto.