Início » Celular » TB Retrô: Os artigos mais interessantes de 2010

TB Retrô: Os artigos mais interessantes de 2010

Por
9 anos atrás

Falta pouco para encerrarmos esse ano de 2010, mas ainda há tempo para rever quais foram os assuntos que mais chamaram a atenção de nossos colunistas e autores convidados durante esse ano. Seguindo a série especial TB Retrô, hoje a 7gente publica aqueles artigos de opinião e as participações especiais (chique, não?) que mais chamaram a atenção em 2010.

São análises perturbadoras, opiniões contextualizadas e muito mais, que nós tivemos o prazer de publicar. Porque para o TB não basta dar a notícia, mas também aprofundá-la, oferecer opinião, tudo com muito bom humor, a nossa marca registrada! E desde já: obrigado a todos aqueles que passaram por aqui em 2010, com suas palavras interessantes. Sem dúvida nenhuma foi um prazer particular editar e publicar posts tão interessantes.

Abaixo você confere a lista dos 10 artigos mais interessantes de 2010, com um breve comentário ou destaque abaixo do título. E não custa lembrar que a discussão continua nesses posts, portanto você está mais do que convidado a entrar nos artigos para dar a sua opinião sobre os assuntos. Combinado?

1. Brasil e o complexo de vira-lata, por Bia Kunze

Indignada com o atraso na chegada de novos produtos ao Brasil, a Bia Kunze criticou duramente o complexo de vira-lata dos brasileiros. “A culpa é de nós mesmos. Enquanto continuarmos com nosso célebre complexo de vira-lata, continuaremos a ser tratados como refugo do mundo. Nós podemos sim, e devemos exigir melhor tratamento”, escreveu. O que é bem verdade, basta ver a demora para o iPad chegar aqui no país. O mesmo vale para o Windows Phone 7, entre tantos outros produtos.

Leia mais | Todas as colunas da Bia Kunze

2. Conteúdo de qualidade custa caro, por Tiago Dória

Tiago Dória pontua que a internet já tem 2 bilhões de usuários, uma massa gigantesca de pessoas em busca de conteúdo de qualidade. A questão é como financiar esse conteúdo, visto que boa parte das pessoas não tem interesse em pagar pela informação. “Para fazer um bom jornalismo digital é necessário reunir bons articulistas e infografistas, programadores, especialistas em base de dados e em mobile, APIs. Enfim, material humano caro e que não se encontra em qualquer esquina. Não é à toa que os jornais bem posicionados na rede são justamente os que têm melhor orçamento, como New York Times e Guardian.”

3. Como fazer um vlog de sucesso, por Felipe Neto

O polêmico Felipe Neto, vlogueiro que recentemente adentrou na TV por assinatura, comentou como é ter um vlog de sucesso. Ele foi taxativo: “O único fato absoluto que tenho em mente é que, quanto mais você pensar ‘quero fazer sucesso’, menores serão as suas chances.”

4. Oh, ainda não é a hora da TV 3D, por Henrique Martin

Também falando sobre conteúdo, Henrique Martin comentou a demora para a televisão 3D decolar. De acordo com ele, “apesar de emissoras estarem testando em todo o mundo – e aqui, Globo e Band – tecnologias de captura em 3D, não acredito, a curto prazo, que veremos o Jornal Nacional em 3D. Talvez a Copa do Mundo mude algo (torço por jogos 3D ao vivo nos cinemas), mas ainda é muito cedo mesmo.” Será que em 2011 a TV 3D vai finalmente pegar?

5. Controle seu e-mail e volte a sorrir, por Marco Gomes

Ele chama a si mesmo de interneteiro profissional. Marco Gomes, o cofundador da boo-box, recebe uma porção de novos e-mails (cerca de 100) diariamente. Para lidar com esse volume de mensagens ele adotou uma técnica bastante interessante, que não teve receio de explicar em um post sobre o assunto. Se ele dominou a Inbox dele, você também consegue. Estamos torcendo!

6. Serviços do Google: de graça, mas nem tanto, por Bia Kunze

“Prefiro mais privacidade, segurança, e suporte prontamente disponível caso eu precise.” Essa é a opinião da Bia Kunze quando o assunto é usar serviços gratuitos para fins de trabalho. Segundo ela, vale mais a pena pagar por um serviço, só para não correr o risco de ele sair do ar sem a menor explicação. E ela está certa: ganhar dinheiro demanda investimento, até mesmo nesses casos mais simples.

7. Quanto custa ser um desenvolvedor para iPhone, por Renato Pessanha

Renato Pessanha cria aplicativos para iPhone OS. O cara entende tudo do assunto, e ajudou os leitores do TB que desejam começar a desenvolver para a plataforma da Apple. Pelos cálculos dele, um programador tem que investir entre R$ 10 mil e R$ 19 mil para ter os equipamentos e cursos necessários para se tornar um bom programador de aplicativos. Uma quantia razoável.

8. Removendo a quarta parede nos videogames, por Izzy Nobre

Depois de apelar para melhorias consecutivas em seus gráficos, agora as fabricantes de videogames apostam em acessórios que tornem a experiência de jogar mais real. Mas Izzy Nobre acredita que outro caminho seria ainda mais interessante: o da verdadeira imersão do jogador dentro do game. “Borrar a linha que separa os dois, não através de gráficos realistas, mas talvez utilizando estímulos sutis do mundo real para criar manifestações no mundo do jogo” é o futuro, segundo ele.

Leia mais | Todas as colunas do Izzy Nobre

9. Dezena de jogos para Linux, por Paulo Graveheart

O Windows sempre foi sinônimo de ambiente ideal para desfrutar o máximo dos jogos (desconsiderando os consoles, claro). Entretanto, o Linux também tem diversos títulos que garantem a jogatina dos apaixonados por esse sistema de código aberto, livre e gratuito. Apaixonados como o Paulo Graveheart, que falou sobre um site que lista dezenas de jogos para Linux.

10. Kinect e PS Move estão fadados ao mesmo fim do Wii, por Izzy Nobre

De olho nos recentes lançamento da Sony e da Microsoft, Izzy Nobre escreveu uma coluna na qual afirma claramente que o PS Move e o Kinect sofrerão do mesmo mal do Wii: são formas de interagir com os jogos que sairão de moda, em detrimento de alguma outra coisa. “O público cansou [do Wii]”, ele escreveu.

E se você tem ideias de artigos, assuntos, temáticas ou o que quer que seja, não deixe de comentar nesse post. A gente costuma fazer o possível para abordar aqueles tópicos que mais interessam nossos leitores. É a melhor forma de manter a discussão de alto nível que estamos acostumados a ver aqui nesse humilde blog!

TB Retrô é a série especial com os melhores posts de 2010:

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.