Início » Gadgets » Fone Bluetooth Baseus Bowie E8: os AirPods da marca

Fone Bluetooth Baseus Bowie E8: os AirPods da marca

Com design de AirPods, Baseus Bowie E8 é um fone Bluetooth de entrada que acerta no som, mas peca na autonomia

Por
Nota Final 7.9
Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

A Baseus não é uma empresa popular no Brasil, mas os produtos da marca chinesa estão nas mãos de muitos brasileiros graças aos famosos e-commerces chineses. Além dos cabos e dongles, eles também projetam fones de ouvido Bluetooth e o Bowie E8 é a nova aposta para este segundo semestre. Com um design idêntico ao dos AirPods, o TWS tem um projeto minimalista, promete baixa latência, aplicativo dedicado para configurações e rastreio dos fones.

No Brasil, o dispositivo pode ser encontrado por menos de R$ 200. Será que o Bowie é uma alternativa interessante em relação ao Redmi AirDots 3 e ao Edifier X3 e X5? Eu venho usando o Baseus Bowie E8 há mais de um mês e compartilho a minha experiência de uso neste review.

Análise do Baseus Bowie E8 em vídeo

Aviso de ética

O Tecnoblog é um veículo jornalístico independente que ajuda as pessoas a tomarem sua próxima decisão de compra desde 2005. Nossas análises não têm intenção publicitária, por isso ressaltam os pontos positivos e negativos de cada produto. Nenhuma empresa pagou, revisou ou teve acesso antecipado a este conteúdo.

O Baseus Bowie E8 foi fornecido pela Baseus por doação e não será devolvido à empresa. Para mais informações, acesse tecnoblog.net/etica.

Design, conforto e case

Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Logo de cara, quando analisamos o design, fica evidente a semelhança do Baseus Bowie E8 com os AirPods, da Apple — mais uma cópia descarada. Apesar disso, a construção e o capricho no acabamento me deixaram bem satisfeito. A Baseus entrega um produto minimalista, que fica discreto na orelha e o case, que também segue essa linguagem, pode ser transportado facilmente. Em comparação com o Edifier TWS200, modelo que eu testei recentemente e que também é uma cópia dos AirPods, o Bowie E8 oferece um visual enxuto e mais confortável.

Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Por falar em conforto, a empresa está de parabéns nesse quesito. Eu pude usá-los em diversas ocasiões: no trabalho em casa, na rua e no transporte público. E posso dizer que o Bowie E8 é um dos fones mais confortáveis que eu já usei nos últimos meses. O encaixe é firme e preciso; ele não gera pressão; e permite o uso por longas horas. Nós testamos a versão branca que, na minha percepção, é mais bonita e elegante em relação ao modelo preto. Esse corpo ainda é resistente à água, graças à certificação IPX5.

O estojo como eu já adiantei é compacto e tem um material fosco agradável ao toque. No entanto, é uma pena saber que esse acabamento empregado mancha com muita facilidade. Nos meus primeiros meses de uso, o case logo começou a ficar manchado. É um ponto negativo que você precisa considerar antes de comprá-lo, ao menos nessa versão clara. No mais, a Baseus incluiu aqui três LEDs para acompanhar a bateria, um botão físico de emparelhamento e a conexão USB-C para alimentação.

Recursos e conectividade

Diretamente nos fones, você consegue controlar as faixas em reprodução ou ativar o assistente virtual do aparelho conectado. Todas essas funcionalidades podem ser modificadas no aplicativo que a marca disponibiliza. Como era de se esperar, é um app simples com funções extremamente básicas, porém suficientes para usuários básicos. Eu consigo, por exemplo, checar o status da bateria dos fones (mas não do case), ativar o modo de baixa latência, além de configurar os toques, como eu já mencionei.

Aplicativo do Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Aplicativo do Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Outro recurso legal, que geralmente é encontrado em modelos mais caros, é o de localização dos fones. No próprio aplicativo da Baseus eu posso visualizar o local onde os dispositivos estão. Eu só achei confuso que a empresa deixou os botões de alerta sonoro separados, na tela inicial do app e não no menu de localização. Eles poderiam deixar tudo concentrado em uma tela, não?

O Bowie E8 tem Bluetooth 5.0 que, dependendo do outro aparelho conectado, vai fornecer uma comunicação rápida e estável. Apesar disso, eu esperava ver Bluetooth 5.1 ou 5.2, versões que são encontradas nos concorrentes baratinhos. Já a latência para vídeos não existe, mesmo sem ativar o modo dedicado para isso.

Qualidade de som

Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Como muitos sabem, eu gosto de som encorpado em fones de ouvido e o perfil do Baseus Bowie E8 me tira da zona de conforto. Não é assinatura acentuada, com graves fortes e volume alto — você não vai encontrar isso neste modelo. No entanto, o equilíbrio que a marca entrega foi o grande responsável por fazer eu dar preferência a ele durante alguns momentos. Quem não aprova a potência que existe nos graves do Redmi AirDots 3, muito provavelmente vai gostar da suavidade do E8.

High, música do Lighthouse Family, toca neste fone com o vocal acentuado e os instrumentos graves soam com uma boa intensidade. Não há aquela força que encontramos no AirDots 3, mas eles são pronunciados com bastante vida. Os médios e agudos também são claros, e não perdem a estabilidade mesmo no auge da faixa. O único ponto que poderia melhorar, na minha percepção, é o volume, que continua baixo.

Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Com um pop alegre, novamente eu senti que o Bowie E8 valoriza o vocal das cantoras e pode ficar estridente quando as frequências altas, onde estão os agudos, ficam impactantes. Ao reproduzir um rock, One, do Creed, tem um bom desempenho: os instrumentos repercutem livres, porém, no ponto alto da canção, é possível sentir um congestionamento entre as nuances.

Microfone e bateria

Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Eu usei o Bowie E8 com frequência em reuniões online no Tecnoblog. Mais uma vez, posso dizer que gostei da atuação dos componentes, isso porque a outra pessoa te escuta com clareza, mesmo sem ele reduzir o ruído que está à sua volta. Para quem precisa de um bom dispositivo para videochamadas, o Bowie E8 pode ser interessante.

Vamos falar de autonomia. Diz a marca que o gadget tem bateria para até 5 horas de reprodução e pode chegar a 20 horas quando combinado com o case. O resultado, porém, não é de impressionar. Eu conectei eles a um iPhone 12 para tocar via Spotify com o volume em 50%. O fone esquerdo aguentou 3h57min e o direito desligou 22 minutos depois.

Baseus Bowie E8: vale a pena?

Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

O Baseus Bowie E8 é um bom fone de entrada, mas não é só o custo-benefício que faz ele ser uma compra interessante. O modelo tem qualidade sonora que foge um pouco do padrão e enquanto muitos nessa categoria entregam uma sonoridade potente para agradar a maioria das pessoas, o Bowie E8 aposta num perfil balanceado para atrair quem busca algo mais equilibrado.

Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Baseus Bowie E8 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Ele não é espetacular no som, afinal existem limitações, como eu comentei ao longo do review. Ainda assim, para um produto popular, o desempenho é ótimo. Na parte de design e conforto, embora seja uma cópia sem graça dos AirPods, a Baseus ganha a minha admiração pelo conforto. Os dispositivos se saíram muito bem no dia a dia, sem gerar nenhum tipo de desconforto. A autonomia, porém, eu achei tímida e está muito abaixo do esperado.

O E8 tem o Redmi AirDots 3, Edifier X3, X5 e Realme Buds Q como concorrentes. Esses modelos têm uma sonoridade encorpada e o dispositivo da Baseus pode ser uma boa alternativa para quem procura algo diferente no mercado. Ainda assim, é bom lembrar que ele não é vendido oficialmente no país, então você perde a garantia e outros suportes.

Fone Bluetooth Baseus Bowie E8

Prós

  • Modelo tem um design muito confortável
  • Som balanceado deve agradar muitas pessoas
  • Aplicativo traz bons recursos
  • Ótimo custo-benefício

Contras

  • Mais um fone "inspirado" nos AirPods
  • Autonomia é um ponto negativo
  • Não permite controlar o volume pelos fones
Nota Final 7.9
Design
7
Bateria
7
Conectividade
8
Conforto
9
Graves
9
Médios
8
Agudos
8
Isolamento
7
Recursos
8