Início » Finanças » Fundo de bitcoin faz sucesso nos EUA e pode causar divergência de preços

Fundo de bitcoin faz sucesso nos EUA e pode causar divergência de preços

Primeiro ETF de bitcoin (BTC) foi lançado nos Estados Unidos; fundo já vendeu tanto que corre o risco de atingir limite de contratos futuros

Por

Um novo fundo investimentos em bitcoin (BTC) estreou na bolsa de valores americana nesta semana e já fez tanto sucesso que ameaça atingir o número limite de contratos futuros permitidos. O ETF ProShares Bitcoin Strategy (BITO) é o primeiro produto financeiro do tipo a ser aprovado nos Estados Unidos e analistas apontam que uma possível solução para aumentar a oferta do produto traz o risco de divergir muito do preço da criptomoeda.

Bitcoin em gráficos de preço
Bitcoin (Imagem: Jorge Franganillo/Flickr)

O ETF (Exchange Traded Fund) de bitcoin foi lançado oficialmente na última terça-feira (19). Desde então, bateu um recorde técnico ao se tornar o primeiro fundo da história a atingir US$ 1 bilhão em ativos sob gestão (AUM) nos primeiros dois dias. Sem considerar a variação do valor real do dólar, o ETF BITO superou um fundo de ouro que em 2004 atingiu esse valor em três dias.

ETF de bitcoin já encosta no limite para outubro

Somente nesta semana, o ETF da ProShares já vendeu cerca de 1.900 contratos futuros para outubro do limite inicial de 2.000 para o mês de lançamento imposto pela Chicago Mercantile Exchange (CME).

Já os contratos para novembro já atingiram 1.400 negociações do máximo de 5.000 contratos em aberto. Esse tipo de fundo de investimento oferece aos investidores do mercado financeiro tradicional uma opção mais segura de exposição ao bitcoin sem ter que efetivamente lidar com carteiras digitais e com exchanges de criptomoedas.

Diante da gigantesca demanda, uma solução que está sendo avaliada seria oferecer contratos mais longos. No entanto, isso traria também o risco do preço negociado divergir demais do valor do bitcoin no período estipulado.

Bitcoin e dólar americano (Imagem: David McBee/Pexels)
Bitcoin e dólar americano (Imagem: David McBee/Pexels)

À Bloomberg, o presidente da consultoria ETF Store, Nate Geraci, comentou que o fundo pode começar a divergir dos preços de mercado:

“O resultado final é que o ETF começará a assumir um erro de rastreamento potencialmente significativo em relação ao preço à vista do bitcoin… O ETF é forçado a obter exposição à criptomoeda a preços cada vez mais altos à medida que avança na curva de futuros”

Lançamento de ETFs de bitcoin devem aliviar demanda

Entretanto, o fundo BITO da ProShares é atualmente o único ETF de bitcoin disponível para o mercado americano, sendo o primeiro a ser aprovado pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC). Dito isso, há mais produtos financeiros do tipo a serem lançados em breve.

O ETF Valkyrie Bitcoin Strategy também recebeu a aprovação do órgão regulador de mercado e começa a ser negociado ainda hoje. Outro fundo de bitcoin VanEck deverá chegar a Wall Street na segunda-feira (25). Assim, a demanda massiva sobre o ProShares deverá ser diluída entre as novas opções.

Bitcoin em gráfico de preço
Bitcoin bate recordes em 2021 (Imagem: Karolina Grabowska/Pexels)

O analista sênior de ETF da Bloomberg, Eric Balchunas, disse que a euforia ainda deverá permanecer: “O volume inicial sem precedentes no BITO criou uma bola de neve rolando morro abaixo, conforme liquidez e ativos acabam gerando mais liquidez e ativos.”

O especialista também acrescentou que os novos fundos terão alguns picos de venda sob oferta limitada no primeiro mês ou deverão ser mais baratos, o que deve, a princípio, ajudar a atender a demanda. No entanto, o cenário no médio e longo prazo ainda é preocupante diante do risco de divergência de preços, o que pode ser perigoso para os investidores.

Com informações: Bloomberg