Início » Gadgets » Xiaomi Mi Band 6 com NFC começa a ser vendida fora da China

Xiaomi Mi Band 6 com NFC começa a ser vendida fora da China

Comercialização da Xiaomi Mi Band 6 com NFC é iniciada na Europa; versão global da pulseira fitness ganha opção com pagamento por aproximação

Por

A Xiaomi anunciou a versão global da Xiaomi Mi Band 6 com NFC no mês passado. Agora, a pulseira fitness com o recurso para fazer pagamentos por aproximação começou a ser vendida oficialmente fora da China, a começar pela Europa. A variante do wearable também vem com microfone e assistente virtual Alexa embutidos.

Xiaomi Mi Band 6 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)
Xiaomi Mi Band 6 com NFC é lançada na Europa (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

As vendas tiveram início neste fim de semana na Itália. No país europeu, a variante da pulseira com NFC já pode ser adquirida na loja virtual da fabricante e outras plataformas por 54,99 euros; o valor equivale a cerca de R$ 360 em conversão direta. Mas só uma opção de cor está disponível aos consumidores italianos: preto.

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que a Xiaomi vende uma edição de sua pulseira com NFC fora da China. Em 2020, a companhia começou a vender a Xiaomi Mi Band 4 com o recurso para a Bielorrússia, Rússia e Ucrânia. No mercado russo, o dispositivo chegou às lojas por 3.990 rublos (cerca de R$ 320).

Xiaomi vende Mi Band 6 com NFC em outros países além da China (Imagem: Divulgação)
Xiaomi vende Mi Band 6 com NFC em outros países além da China (Imagem: Divulgação)

Xiaomi Mi Band 6 com NFC ganha edição global

O lançamento ocorre cerca de um mês após o anúncio da pulseira fitness com a função. Em 15 de setembro, a Xiaomi informou que levaria a Xiaomi Mi Band 6 com NFC para fora da China em parceria com a MasterCard. Além da opção de fazer pagamentos por aproximação, o dispositivo também traz a assistente virtual Amazon Alexa.

As demais especificações são iguais ao modelo sem NFC. A tela, por exemplo, se mantém colorida e com 1,56 polegada. O oxímetro de pulso também permanece, assim como os sensores para monitorar batimentos cardíacos e exercícios. A edição sem pagamentos por aproximação chegou ao Brasil em junho por R$ 700.

Na ocasião, a Xiaomi também anunciou a edição global de seu tablet Xiaomi Pad 5. A tela de 11 polegadas chama a atenção pela taxa de atualização de 120 Hz e o suporte à caneta eletrônica da marca. O dispositivo tem o preço sugerido a partir de 349 euros para o mercado europeu, o equivalente a cerca de R$ 2.290 em conversão direta.

Não há previsão de lançamento da Xiaomi Mi Band 6 com NFC e do tablet no Brasil.

Com informações: GSMArena