Início » Finanças » “Faraó dos bitcoins” ganha criptomoeda criada por apoiadores no Brasil

“Faraó dos bitcoins” ganha criptomoeda criada por apoiadores no Brasil

Glaidson Acácio dos Santos, líder da GAS Consultoria e conhecido como "faraó dos bitcoins", está preso por suspeita de operar uma pirâmide bilionária de bitcoin

Por

Uma nova criptomoeda chamada GASBitcoin foi anunciada recentemente ao mercado brasileiro como uma homenagem ao “faraó dos bitcoins”. O ex-garçom Glaidson Acácio dos Santos está preso desde o final de setembro, suspeito de liderar um esquema bilionário de pirâmide financeira envolvendo a GAS Consultoria Bitcoin, sediada em Cabo Frio, RJ. No entanto, a empresa ainda conta com um devoto grupo de apoiadores.

Print do texto descritivo do site oficial da criptomoeda GASBitcoin
Site oficial da GASBitcoin, criptomoeda que homenageia o “faraó dos bitcoins” (Imagem: Reprodução)

A moeda digital foi criada com o intuito de ser uma “alternativa aos ex-investidores” da GAS Consultoria e como uma homenagem ao faraó dos bitcoins brasileiro”. A chamada GASBitcoin começou a ser divulgada na semana passada através de um site próprio e de um grupo no aplicativo de mensagens Telegram.

GASBitcoin deve ser negociado a partir de novembro

Trata-se de um token baseado na rede blockchain da Binance Smart Chain, mas não há mais detalhes técnicos sobre o projeto até o momento. O site ainda está em construção e a criptomoeda não foi disponibilizada para negociação.

No site oficial da GASBitcoin, há uma mensagem indicando que a página será lançada completamente “em breve”. Além disso, há uma breve descrição do projeto:

“O GASBitcoin é um token da rede Binance Smart Chain, criado em homenagem a uma empresa de criptoativos de nome parecido sediada no Brasil. Essa empresa mudou a vida de milhares de brasileiros enquanto pagava 10% mensais aos seus investidores, encerrando suas atividades após ser alvo de uma operação policial, mesmo sem nunca ter lesado nenhum de seus investidores”.

O texto descritivo defende a GAS Consultoria Bitcoin e o faraó dos bitcoins“, atribuindo à justiça a responsabilidade pela suspensão dos pagamentos prometidos aos investidores da empresa de Cabo Frio. “Naquela operação, foram bloqueados 38 bilhões das contas da empresa e 591 bitcoins. Por esse motivo, nosso token surge como alternativa aos seus ex-investidores e uma homenagem ao Rei do Bitcoin brasileiro”, concluem os desenvolvedores.

Glaidson Acácio dos Santos durante reportagem da TV Globo
Glaidson Acácio dos Santos ficou conhecido como “faraó dos bitcoins” (Imagem: Reprodução TV Globo)

No grupo oficial no Telegram, os criadores do projeto afirmam que a pré-venda do GASBitcoin começará já em novembro. Outras informações compartilhadas através do app de mensagens indicam que os desenvolvedores do token estão finalizando seu “white paper”, com a descrição detalhada do projeto, e concluindo um “roadmap” para divulgar todas as fases de desenvolvimento atuais e futuras.

GAS Consultoria não tem vínculos com a criptomoeda

Criado na quinta-feira da semana passada (21), o grupo do Telegram já possui mais de 400 membros. Conforme relatado pelo Globo, um homem chamado Antonio Carlos questionou o uso da imagem de Glaidson no projeto, afirmando que ninguém deu a permissão para isso. Sua mensagem foi removida e ele foi expulso do grupo na noite de sexta-feira.

O Globo também procurou a assessoria da GAS Consultoria, que afirmou que desconhece a criptomoeda GASBitcoin e que “ninguém está autorizado a usar seu nome ou imagem com o objetivo de ofertar qualquer tipo de produto ou serviço”.

Com informações: O Globo