Início » Negócios » Facebook muda de nome para Meta por causa do metaverso

Facebook muda de nome para Meta por causa do metaverso

Meta é o novo nome da empresa por trás do Facebook, Instagram e WhatsApp; mudança faz parte da estratégia da companhia para criar o metaverso

Por

O Facebook revelou, nesta quinta-feira (28), um novo nome para a companhia por trás da rede social. Com a mudança, a empresa passará a se chamar Meta para se concentrar em seu novo objetivo: a construção do metaverso. A medida, vale lembrar, não afeta a rede social de Mark Zuckerberg, que permanece com o mesmo nome.

Mark Zuckerberg anuncia novo nome de empresa por trás do Facebook, Instagram e WhatsApp: Meta (Imagem: Reprodução/Facebook)
Mark Zuckerberg anuncia novo nome de empresa por trás do Facebook, Instagram e WhatsApp: Meta (Imagem: Reprodução/Facebook)

Os primeiros relatos sobre a mudança foram revelados na semana passada. Segundo pessoas a par do assunto ao The Verge, a empresa responsável pelo Instagram, WhatsApp e outros serviços iria trocar o seu nome em um anúncio a ser realizado nesta quinta-feira (28). Dias depois, o novo nome do Facebook foi confirmado no Connect.

A medida é mais um esforço da companhia para se dedicar no desenvolvimento do metaverso. Trata-se de um ambiente virtual coletivo criado através da convergência entre uma realidade física virtualmente aprimorada e um espaço virtual fisicamente persistente. Assim, é possível ter uma experiência que reúne os dois ambiente em um. Saiba mais sobre o metaverso, a nova aposta da dona do Facebook.

“No momento, nossa marca está intimamente ligada a um produto que não pode representar tudo o que estamos fazendo hoje, muito menos no futuro”, disse Mark Zuckerberg. “Com o tempo, espero que sejamos vistos como uma empresa de metaverso e quero ancorar nosso trabalho e nossa identidade no que estamos construindo.”

Em nota, a empresa explicou que, apesar da mudança, os informes financeiros manterão a mesma forma:

“Começando com nossos resultados do quarto trimestre de 2021, planejamos reportar em dois segmentos operacionais: Família de Aplicativos e Laboratórios de Realidade. Também pretendemos começar a negociar sob o novo código de ações que reservamos, MVRS, em 1º de dezembro. O anúncio de hoje não afeta a forma como usamos ou compartilhamos os dados”, afirmaram.

Meta, novo nome da empresa por trás do Facebook, vai se concentrar no desenvolvimento do metaverso (Imagem: Reprodução)
Meta, novo nome da empresa por trás do Facebook, vai se concentrar no desenvolvimento do metaverso (Imagem: Reprodução)

Facebook investe no desenvolvimento do metaverso

O Facebook vem apostando suas fichas no metaverso nos últimos meses. Durante a apresentação dos resultados financeiros da companhia, nesta terça-feira (26), Mark Zuckerberg revelou que planeja gastar US$ 10 bilhões para criar o metaverso. O investimento também será usado para atrair jovens adultos às plataformas da empresa.

O novo projeto também vai resultar em novas oportunidades profissionais. Em 17 de outubro, a companhia anunciou a abertura de 10 mil vagas na Europa para pessoas altamente qualificadas com o objetivo de desenvolver o novo ambiente virtual. Espera-se que os postos sejam disponibilizados ao longo dos próximos cinco anos.

E não para por aí. O Facebook também informou, em setembro, que iria investir US$ 50 milhões na criação do metaverso. Além disso, a companhia ainda detalhou quais seriam os seus próximos esforços na ocasião. A empresa ainda fechou uma parceria com a Ray-Ban para lançar o Stories, um óculos inteligente com câmera dupla.

Tecnocast 205 — A nova internet do Facebook

O metaverso foi assunto do episódio 205 do Tecnocast. Dá o play para ouvir algumas teorias sobre como seria essa web que toma forma, quem mandaria nela, e quais oportunidades e problemas encontraríamos por lá!