Início » Jogos » Microsoft anuncia planos para levar jogos ao metaverso com Xbox

Microsoft anuncia planos para levar jogos ao metaverso com Xbox

Jogos do Xbox como Halo, Minecraft e Flight Simulator já podem funcionar no metaverso, segundo o CEO da Microsoft, Satya Nadella

Por

As várias divisões da Microsoft têm abordagens diferentes em relação ao metaverso, e isso também vale para a Xbox. Em entrevista à Bloomberg TV, o CEO Satya Nadella, afirmou que a empresa está focada na criação games com seus próprios metaversos para consoles Xbox One, Xbox Series X|S e PCs com Windows 10 e 11.

Minecraft já suporta óculos de realidade virtual (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Para Nadella, criar games com potencial de funcionarem no metaverso é uma das prioridades atuais da divisão Xbox. Ela ainda defende que a própria Microsoft já conta com diversos jogos que permitem essa junção dos mundos real e virtual.

“Se você considera Halo um jogo, ele é um metaverso. Minecraft é um metaverso, assim como Flight Simulator. Hoje, eles são 2D, e a grande questão é que agora você pode levá-los para um mundo 3D completo, e nós planejamos fazer isso”.

Satya Nadella, CEO da Microsoft.

A ideia da Microsoft não é algo impossível, visto que as tecnologias de realidades virtual e aumentada já estão sendo usadas em jogos há algum tempo. Em E3 2015, por exemplo, a empresa demonstrou uma versão especial de Minecraft criada para HoloLens que permitia ao usuário visualizar o jogo e até interagir com as estruturas usando gestos no mundo real.

Jogos no metaverso ainda são só ideias da Microsoft

Por enquanto, essa edição de Minecraft e outros jogos no metaverso ainda estão no campo das ideias e podem demorar para serem lançados. Nadella não comentou sobre qualquer previsão para esses projetos chegarem ao público final, mas pode ser que isso aconteça mais rápido do que imaginamos.

Antes de tudo, a Microsoft precisa criar seus próprios acessórios de realidade virtual ou aumentada para os consoles Xbox. Enquanto isso não acontece, a empresa segue investindo em usos mais empresariais para o metaverso, como ferramentas de simulação, análises e até atualizações do Microsoft Teams com avatares em 3D.

Com informações: The Verge.