Início » Jogos » Steel Assault se inspira em jogos retrô com muita ação e dificuldade alta

Steel Assault se inspira em jogos retrô com muita ação e dificuldade alta

Sem economizar nos desafios, Steel Assault pega referências de Contra, Castlevania e Mega Man para entregar gameplay de ação fluida

Por

Você sente saudades de como os jogos clássicos eram mais simples, difíceis e sem muita enrolação como na época dos arcades? Então você vai gostar de Steel Assault, um jogo de ação em plataformas que é retrô não só no visual, como também na gameplay desafiadora. Como tenho jogado bastante esse game nos últimos dias, venho compartilhar minhas experiências por aqui.

Steel Assault (Imagem: Divulgação/Tribute Games)

Steel Assault não economiza nos desafios

  • Desenvolvedora: Zenovia Interactive;
  • Plataformas: PC (Steam) e Nintendo Switch).

Logo no começo do jogo, Steel Assault mostra que nem sempre tutoriais são necessários. O jogo coloca você direto na batalha sem mostrar qual botão deve ser usado para atacar, esquivar ou usar as ferramentas especiais do protagonista Taro Takahashi.

Tudo fica ainda mais desafiador devido ao nível de dificuldade do jogo, que é bastante alto mesmo no modo fácil. Isso é uma característica presente em jogos mais antigos, em especial títulos das franquias Contra, Castlevania e Mega Man. O próprio Taro é até parecido com o Mega Man visualmente, mas sua arma principal é um chicote elétrico em vez de um braço atirador.

Taro também pode usar um gancho com um fio de aço para se locomover pelo mapa, alcançando lugares mais altos, e ficar grudado nas plataformas para evitar tiros ou outras ameaças. Durante os períodos de “run and gun”, o protagonista ainda pode conseguir melhorias para suas armas e bônus de escudos para levar menos dano.

A gameplay é um dos pontos mais fortes de Steel Assault. Os comandos são precisos e as animações são fluidas, resultando em uma ação sem engasgos. Dá para pular, fazer saltos duplos, correr e atirar livremente nas missões.

Fases curtas, mas desafiadores

Steel Assault (Imagem: Divulgação/Tribute Games)

As fases são relativamente curtas e misturam trechos de plataforma com inimigos de diversos tipos e chefões bastante desafiadores no final. Há também alguns minichefes no meio de alguns percursos para dificultar um pouco mais a vida dos jogadores.

Vale mencionar que Steel Assault não oferece pontos de controle — os famosos checkpoints — entre uma batalha e outra. Por isso, se você morrer, vai precisar voltar desde o começo de cada percurso. Isso pode ser ruim para algumas pessoas, mas os jogos antigos de arcade funcionavam assim.

O enredo é bem simples e direto ao ponto

Steel Assault (Imagem: Divulgação/Tribute Games)

Por mais que a dificuldade de Steel Assault seja alta, o jogo compensa com uma aventura bem curta. Assim você não sofre tanto para terminar o game, mesmo passando por diversos “Game Overs”. A história também é bem simples de acompanhar, já que o game coloca muito mais foco na gameplay.

Em resumo, Taro Takahashi é um soldado da resistência que busca eliminar um ditador em uma América pós-apocalíptica. Nesse mundo de ficção científica, as cidades foram dominadas por máquinas e outras criaturas perigosas. Cada fase é uma missão diferente com inimigos que exigem mecânicas de combate únicas.

Uma carta de amor para os jogadores retrô

Steel Assault (Imagem: Divulgação/Tribute Games)

Steel Assault também se inspira nos jogos retrô para construir seu visual. O game usa o estilo artístico clássico em pixels de 16 bits bastante charmoso, assim como títulos para Super Nintendo, Mega Drive e Neo-Geo. Para deixar tudo ainda mais vintage, é possível usar um filtro de imagem que simula a tela de uma TV CRT dos anos 1990.

A trilha sonora é outro show a parte. As músicas são inspiradas nos jogos de ação clássicos da franquia Contra e ainda podem ser complementadas com as batidas sintetizadas do modo de som na frequência FM.

Steel Assault é um prato cheio para quem busca reviver a era clássica dos games mais complicados. O jogo está disponível para PC (Steam) e Nintendo Switch.