Início » Jogos » Forza Horizon 5 terá cenas com linguagem de sinais para acessibilidade

Forza Horizon 5 terá cenas com linguagem de sinais para acessibilidade

Forza Horizon 5 terá opções para linguagem de sinais do exterior, como ASL e BSL, mas nada se sabe ainda sobre a inclusão de Libras dentro do jogo

Por

Forza Horizon 5 já está disponível para quem comprou a edição especial do jogo no Xbox e deve receber incrementos após seu lançamento oficial, em 9 de novembro. Uma das novidades confirmadas é a possibilidade de ativar um intérprete com linguagem de sinais nas cutscenes – mas por enquanto apenas em ASL (American sign language) e BSL (British sign language).

Intérprete de linguagem de sinais em Forza Horizon 5 (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Infelizmente a função não estará disponível em Libras (Língua brasileira de sinais), a não ser que depois chegue depois, via outra atualização, já que muitos jogos são incrementados neste sentido, depois do lançamento original. Ainda assim, a novidade reforça o sentido de acessibilidade para games e traz toda uma nova realidade a quem precisa da linguagem de sinais para jogar.

Vale lembrar que este tipo de idioma não é uma mera tradução do que está no texto na tela. É toda uma linguagem própria, que vai além de simplesmente ser um monte de sinais feitos com as mãos. Por este motivo também a ASL é bem diferente da Libras, por exemplo, como o inglês é diferente do português.

Acessibilidade em Forza

A inclusão da ASL e BSL no jogo foi revelada pelo estúdio Playground Games, que confirmou o lançamento para depois da chegada do game às lojas, ainda que não tenha fornecido uma data exata para os jogadores.

O jogo também terá outras opções de acessibilidade, como redução do ritmo quando estiver jogando offline, modo de alto contraste, modo para daltônicos, legendas personalizáveis, leitor de tela, entre outros.

A Microsoft costuma ser preocupada com a acessibilidade em seus games. Prova disso é o controle especial e adaptável que a empresa lançou no mercado, inclusive no Brasil, para jogadores que precisam de condições diferentes para aproveitar seus games.

Segundo o estúdio, existem mais de 400 milhões de jogadores que se encaixam na categoria PCD, ou Pessoa Com Deficiência. A Microsoft e seus estúdios parceiros não querem deixar ninguém de fora.

Com informações: Polygon.