Início » Aplicativos e Software » Microsoft anuncia Windows 11 SE focado em PCs baratos para estudantes

Microsoft anuncia Windows 11 SE focado em PCs baratos para estudantes

Versão especial do sistema operacional foi planejada para PCs de baixo custo e tem venda exclusiva para o mercado educacional

Por

A Microsoft anunciou nesta terça-feira (9) o Windows 11 SE, versão do sistema focada em PCs de entrada usados no mercado educacional. Trata-se de uma nova alternativa aos Chromebooks, que são populares em escolas nos Estados Unidos. A plataforma já havia aparecido em alguns rumores antes mesmo do lançamento oficial do Windows 11.

Windows 11 SE no Surface Laptop SE (Imagem: Divulgação/Microsoft)

O Windows 11 SE tem o objetivo de funcionar em qualquer dispositivo e promete fazer isso com uma experiência “melhor do que nunca”, com mais desempenho e flexibilidade para alunos e professores, e removendo distrações, para que estudantes mantenham o foco no aprendizado.

A plataforma conta com aplicativos Microsoft 365, e apesar de o sistema priorizar a nuvem, há suporte para recursos offline — aplicativos do Office, como Word, PowerPoint, Excel e OneDrive poderão ser usados localmente, para serem aproveitados também por quem não tem acesso à internet (dentro ou fora da escola).

Window 11 SE tem suporte para aplicativos de terceiros

Diferentemente do Windows 10 S (ou do Modo S), o Windows 11 SE oferece maior flexibilidade em relação aos softwares. A plataforma não é restrita aos apps da Microsoft, ele também traz suporte a apps de terceiros, como Zoom e Chrome. E por falar no navegador do Google, as extensões criadas para ele também poderão ser usadas no Edge — essa opção é desativada por padrão no Windows 11, mas em um esforço para competir com o Chrome OS, a Microsoft está abrindo mão desse detalhe.

A companhia explica ainda que apenas administradores de TI podem instalar aplicativos em computadores com Windows 11 SE. Desse modo, é mais fácil garantir o funcionamento adequado dos computadores com o sistema — nesse ponto, o Windows 11 SE se diferencia do Windows 11 Pro Education, no qual o usuário final pode instalar apps.

Windows 11 SE (Imagem: Divulgação/Microsoft)
Windows 11 SE (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Depois de ouvir feedbacks de professores e alunos, a empresa optou por algumas mudanças no Windows 11 SE, incluindo o modo de tela inteira por padrão ao abrir aplicativos, para direcionar o foco. Além disso, os widgets presentes no Windows 11 convencional não estão na versão SE para evitar distrações.

Dispositivos compatíveis com Windows 11 SE

A Microsoft diz que o Windows 11 SE estará disponível apenas em notebooks de baixo custo mediante acordos com instituições de educação. Entre as empresas parceiras, estão Acer, Asus, Dell, Dynabook, Fujitsu, HP, JK-IP, Lenovo e Positivo — dispositivos com o novo OS devem ser lançados nos próximos meses.

Aproveitando o embalo, a Microsoft apresentou nesta terça o Surface Laptop SE, que traz um exemplo de quais tipos de produtos poderão ser otimizados com o Windows 11 SE. O computador tem processador Intel Celeron (N4020 ou N4120) e memória RAM de 4 GB ou 8 GB. A ficha técnica inclui ainda armazenamento eMMC de 64 GB ou 128 GB, tela de 11,6″ e promessa de até 16 horas de bateria.

Para garantir as reuniões remotas, há uma câmera frontal que faz vídeos em até 720p a 30 fps. O computador conta ainda com dois alto-falante estéreo de 2 W e um microfone embutido. No exterior, ele tem preço a partir de US$ 249,99 (cerca de R$ 1.370 em conversão direta, sem impostos).

Com informações: Microsoft