Início » Finanças » O que é cobrança recorrente? 7 exemplos que você provavelmente assina

O que é cobrança recorrente? 7 exemplos que você provavelmente assina

Modelo de pagamento periódico; entenda o que é cobrança recorrente e veja alguns exemplos de serviços que já fazem parte do nosso dia a dia

Por

A cobrança ou economia recorrente, também popularmente conhecida como assinatura ou pagamento automático, é uma modalidade no mercado que tem atraído todos os tipos de segmentos, se tornando cada vez mais… recorrente (não podia perder a oportunidade 😂). Vamos entender mais sobre o que é cobrança recorrente e como ela funciona? Continua aqui comigo.

Também conhecida como assinatura, a cobrança recorrente é o pagamento que acontece periodicamente, em um intervalo de tempo específico
O que é cobrança recorrente? (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Basicamente, uma cobrança recorrente é o pagamento que acontece periodicamente, em um intervalo de tempo específico.

Antigamente, era mais comum nos depararmos com assinaturas principalmente de revistas impressas. Mas hoje, o módulo de pagamento recorrente pode ser visto em qualquer produto ou serviço no mercado, em uma quantidade infinita de setores.

Como funciona esse modelo de cobrança

Essa modalidade de pagamento acontece quando um cliente contrata uma assinatura, de produtos físicos ou serviços, e permite que a empresa faça a cobrança por crédito, débito ou boleto, de forma recorrente, seja diária, semanal, mensal ou anual.

Ou seja, vamos imaginar que você adquiri um serviço mensal de limpeza para o seu carro. Então, todos os meses, no dia 15, por exemplo, a cobrança do uso desse serviço chega para você.

Dentro do modelo de cobrança, o vendedor ainda pode oferecer dois tipos de recorrência: a fixa ou regular, que cobra do cliente sempre o mesmo valor em cada ciclo; e a variável ou irregular, que varia a cada ciclo de acordo com o consumo do cliente.

É importante destacar que para fazer esse tipo de cobrança, a maioria das empresas costumam utilizar os chamados provedores de serviços de pagamento (PSP), que se encarregam de fazer todo o controle e suporte dos pagamentos eletrônicos.

Será que eu tenho alguma cobrança recorrente?

Para ficar mais evidente, pense assim: será que eu assino algum produto ou serviço? E a resposta é: provavelmente sim.

Hoje, como já citado lá no começo do texto, praticamente tudo possui clube de assinatura e a facilidade e comodidade desse tipo de serviço acaba atraindo cada vez mais assinantes para o mercado.

Para te provar isso, vou citar aqui sete exemplos de seguimentos:

  • Streamings: Netflix, Amazon, Disney+, HBO Max, Discovery+, Star+, Apple TV;
  • Música: Spotify, Deezer, Youtube;
  • Comida: Ifood, Livup, grande parte dos supermercados;
  • Pet: Petlove, Petz, Cobasi, Box Petico;
  • Livros: TAG Experiências Literárias, Intrínseca, Skoob;
  • Beleza: BeautyBox, Glambox;
  • Bebidas: Vinhos de Bicicleta, Diário do Chá, Barba Ruiva;
  • Entre outras tantas.

Inclusive o Darlan Helder, aqui do TB, fez um especial justamente sobre isso, e nos dá um panorama bem interessante de como está esse mercado. Vou deixar o link aqui porque vale muito a pena a leitura. 👇

O que fazer se a cobrança recorrente falhar?

Existem muitas possibilidades para uma cobrança recorrente falhar, pode até mesmo ser um erro da empresa, mas nesse caso, é importante conferir o limite do cartão, o saldo da conta e até se o seu cartão não está vencido.

Como cancelar uma cobrança recorrente?

Tudo depende da recorrência que você contratou (mensal, anual, semanal, diária) e a forma como contratou (crédito, débito, boleto). O melhor é se informar com a empresa contratada sobre os caminhos ideais para seguir com o cancelamento.

Com informações: Ebanx e Investopedia.