Início » Jogos » O que mudou em GTA San Andreas The Definitive Edition

O que mudou em GTA San Andreas The Definitive Edition

Com a chegada de GTA: The Trilogy, muitos querem saber o que melhorou nos jogos; saiba o que mudou em GTA San Andreas Definitive Edition

Por

Lançado no dia 11 de novembro de 2021, GTA: The Trilogy – The Definitive Edition chegou com muita empolgação por parte dos jogadores e fãs da famosa franquia da Rockstar Games. Trazendo nostalgia e uma jogabilidade divertida, os três jogos vieram com mudanças em comparação às suas versões originais. Saiba o que mudou em GTA San Andreas The Definitive Edition.

GTA San Andreas (Imagem: Divulgação/Rockstar Games)
GTA San Andreas (Imagem: Divulgação/Rockstar Games)

Mesmo que o pacote dessa trilogia traga também GTA III e GTA: Vice City, neste artigo a estrela é GTA: San Andreas Definitive Edition.

O jogo traz o protagonista Carl “CJ” Johnson precisando retornar para o seu lar na cidade de Los Santos em San Andreas. Sua jornada o coloca no meio de uma guerra entre gangues enquanto precisa reviver o seu antigo grupo, criar novos laços e voltar para o topo.

Pronto! Com a premissa de GTA: San Andreas Definitive Edition em mente, vamos às mudanças que ocorreram entre a versão original lançada em outubro de 2004 e a versão definitiva de 2021.

  • Visual: Segundo a Rockstar Games, um novo sistema de iluminação foi adicionado com sombras e novos reflexos. Além disso, novas texturas de alta resolução foram introduzidas para praticamente tudo no game, desde personagens à folhagem;
  • Performance: Em sua versão para PlayStation 2, GTA: San Andreas rodava a 30 quadros por segundo. Era de se esperar que sua versão definitiva fizesse mais bonito, mas não é bem o que acontece. Há dois modos: A Performance e a Fidelidade. Na primeira, o objetivo é oferecer 60fps e na segunda os bons e velhos 30. Infelizmente, em todas as versões (até o momento da publicação deste artigo) os consoles e PCs têm dificuldade para manter a quantidade de quadros;
  • Controles: Tudo neste quesito foi atualizado para ficar similar ao que é oferecido em GTA V. Isso é mais evidente quando usamos armas e dirigimos. Nesta parte, a Rockstar Games realmente mandou bem em GTA: San Andreas Definitive Edition;
  • Músicas: A trilha sonora que toca nas rádios do jogo é uma icônica parte da obra. Felizmente, a maioria das músicas da versão original de PS2 estão presentes na remasterização. Porém, cerca de 20 faixas acabaram ficando de fora por causa de questões legais. Se pensarmos que há mais de 150 músicas, então dá para manter a alegria ao ligar o rádio em San Andreas;
  • Qualidade de vida: Há adições modernas que facilitam a vida do jogador em GTA: San Andreas Definitive Edition. Um novo menu de seleção de armas foi adicionado, assim como um minimapa. Porém, uma das melhores novidades é a possibilidade de reiniciar uma missão fracassada imediatamente, sem ter aquela dor de cabeça de ressurgir em um hospital ou estação de polícia para tentar novamente;
  • Bugs: Nem tudo é perfeito. Com a versão definitiva chegando para os jogadores, muitos relataram uma enorme quantidade de bugs gráficos nos modelos de personagens e glitches ocorrendo no mundo do jogo. Isso foi tão complicado que fez até a Rockstar Games suspender as vendas do game nos PCs.

Você está curtindo essa versão de GTA: San Andreas Definitive Edition? Em qual plataforma está jogando o game? Deixe a sua opinião em nossa comunidade!

Com informações: Rockstar Games.