A  Mac App Store já estava anunciada desde a última keynote de Steve Jobs, em outubro. Hoje, como já havia sido anunciado pela Apple desde dezembro, ela iniciou suas operações. No cardápio inicial, mais de mil aplicativos gratuitos e pagos para o deleite dos usuários de Mac.

Com uma variedade de aplicativos que vai desde velhos conhecidos (como a suíte iWork) até novidades na plataforma, a Mac App Store traz boas surpresas. Entre as novidades podemos encontrar alguns apps já famosos no iOS, como o Flight Control HD e Angry Birds, que pode ser comprado por US$ 4,99 cada (cerca de R$ 8,50).

Em meio aos aplicativos que já eram vendidos para Mac por meio do método tradicional, observa-se uma significativa diminuição de preços, ao menos nos aplicativos da própria Apple — que normalmente acabam sendo o parâmetro inicial para o preço de aplicativos em uma nova categoria da App Store.

Na Mac App Store, o editor de texto Pages, o editor de slides Keynote e o editor de planilhas Numbers podem ser encontrados por US$ 19,99 cada um (cerca de R$ 34). Para quem for adquirir a suíte completa – que é vendida na caixinha por US$ 79 nos EUA (cerca de R$ 133), ou R$ 199 em revendedores autorizados da Apple no Brasil – a vantagem financeira é notável: 25% de economia para quem compra nos EUA, e 50% para quem compra no Brasil.

Em outros casos, como o do programa para fotógrafos Aperture 3, a queda de preço é ainda mais substancial: de US$ 199 (R$ 335) na versão “na caixinha” para US$ 79,99 (R$ 135) na versão puramente digital da Mac App Store.

Para comprar os aplicativos o processo é simples. Basta atualizar o OS X para sua versão mais recente (10.6.6) e realizar as compras com um clique, como na App Store para iOS, utilizando inclusive a mesma conta que já era usada para comprar os aplicativos móveis.

Uma vez logado com o Apple ID, clicando em comprar (ou baixar gratuitamente, se for o caso) o aplicativo salta para sua Dock e começa a baixar e se instalar, de forma totalmente transparente ao usuário. Quando está pronto ele dá um pulinho e a barra de progresso do download/instalação que havia no ícone desaparece, transformando-o em um ícone normal. Pronto, o aplicativo já está na sua Dock, pronto para ser usado.

A impressão inicial que tive da Mac App Store é a melhor possível. Comprar aplicativos ou baixar os gratuitos é uma tarefa que não poderia ser mais descomplicada; a loja também serve como um catálogo para descobrir bons aplicativos que talvez não conseguissem se tornar conhecidos de outra maneira; os aplicativos já conhecidos podem, em muitos casos, ser encontrados por preços significativamente menores; para os desenvolvedores a vantagem também é notável, pois colocam seus aplicativos em uma imensa vitrine que os torna visíveis e fáceis de comprar.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Veditto
Ótima adição ao Mac, muito coisa legal para se baixar agora.
Rodrigo Fogagnolo
Que estranho... não vejo um motivo para a Apple ter removido essa capacidade das Stacks... Ainda não instalei nada da Mac App Store, todos os programas que preciso eu já tinha instalados. Mas acho que para os programas instalados por outros meios continuam podendo ser desinstalados assim
@pedro_leal
pois é Rodrigo, antes os aplications podiam ser removidos diretamente da Stack, agora testa com um app da Mac App Store, não ta dando certo aqui. Tenho q abrir pelo finder...
@leandromoguima
o meu ficou absurdamente lento tbm, cara.. ta pessimo.. Vou esperar alguma outra atualizacao caso demore, vou formata-lo mesmo.
Henrique Picanço (@henriquepicanco)
Não estou querendo ser mal, mais o Ubuntu criou uma tendência: Central de Aplicativos em Sistemas Operacionais desktop. É bom saber que o Linux também pode criar tendências...
Marcell Almeida
Quero logar chegar em casa pra poder mexer melhor nela!! Esperei tanto por isso e to com Ruindows longe de casa ;(
Rodrigo Fogagnolo
Não, se você arrastar o ícone do programa da Stack de Applications para a Lixeira ele é desinstalado sim, não é igual ao Dock. Pode testar! Se não quiser tirar nenhum aplicativo, coloque algum documento na pasta Applications e pela Stack mande ele pro lixo ou para o Desktop. Ou então, se tiver o CleanMyMac, arraste um programa do Dock para ele, para desinstalar. No Dock não acontece nada, mas ao arrastar da Stack para o CleanMyMac, ele também reconhece.
Juarez Lencioni Maccarini
E os ícones nos Stacks também são atalhos, são absolutamente iguais aos da Dock. Por isso que para desinstalar um app tem que abrir no Finder.
Rodrigo Fogagnolo
Tenho a sensação que meu Mac ficou bem mais lento para iniciar depois de instalar esse OS X 10.6.6 ¬¬
Rodrigo Fante
ja gastei uns bons doláres hoje lá... ficou legal.
Silas
E Depois é só pegar as Bitchs :)
Rodrigo Fogagnolo
Alguém sabe se é possível desinstalar a Mac App Store?
Rodrigo Fogagnolo
O nome dessas janelas são Stacks
@pedro_leal
Acho criar uma conta na app store da argentina mais fácil...
@pedro_leal
Não quis dizer do Dock diretamente, mas de quando vc tenta arrastar da pasta de aplicativos(aquela que fica na direita do Dock e abre com um vizualizador preto translucido mostrando os apps em grade) sem abrir o finder...
Exibir mais comentários