Início » Internet » Spam mundial caiu 75% em dezembro, diz Symantec

Spam mundial caiu 75% em dezembro, diz Symantec

Por
9 anos atrás

Pelo visto, a internet ganhou um presentinho todo especial no Natal do ano passado. De acordo com informações da Symantec, o volume de mensagens de spam enviadas em todo mundo caiu nada menos do que 75% no último mês de dezembro, depois de registrar sensíveis quedas desde o último mês de agosto.

Um dos motivos para tal “milagre” é o sumiço de uma botnet conhecida como Rustock, que especialistas apontavam como responsável por 50% de todos os e-mails indesejados enviados pelo mundo. “Aparentemente ela deixou de funcionar e até o momento não deu sinais de que irá voltar à ativa”, afirmou Matt Sergeant, especialista de segurança da companhia de software. “Falta saber o por quê”, completa.

fonte: Symantec

Além disso, duas outras botnets menores também encerraram suas atividades nos últimos tempos. Segundo informações do New York Times, uma rede conhecida como Lethic deixou de operar no último dia 28 (em homenagem aos cinco anos do Tecnoblog, dizem. Ok, brincadeira) e outra chamada de Xarvester está desligada desde o último dia 31. “Talvez os responsáveis por essas redes tenham saído de férias”, brinca Eric Park, da Symantec, em um post no blog da companhia.

Uma explicação para os fechamentos misteriosos pode estar na ação mais firme das autoridades contra o lixo eletrônico. Desde setembro operações da polícia na Itália e na Rússa já foram responsáveis pelo desligamento de pelo menos duas grandes botnets.

Os números da empresa HostExploit mostram que até o último mês de agosto essas redes eram responsáveis pelo envio de 200 bilhões de spams por dia, número que atualmente não passa dos 30 bilhões.

“O envio de spams simplesmente pode ter deixado de ser lucrativo”, escreveu o pesquisador Carl Leonard, no blog da empresa de segurança Websense. “Mas eles podem voltar a atuar a qualquer momento de maneira reformulada, já que sua estrutura básica já está montada”, completou.

Com informações: NYT, Symantec

Mais sobre: , ,