Pelo visto, a internet ganhou um presentinho todo especial no Natal do ano passado. De acordo com informações da Symantec, o volume de mensagens de spam enviadas em todo mundo caiu nada menos do que 75% no último mês de dezembro, depois de registrar sensíveis quedas desde o último mês de agosto.

Um dos motivos para tal “milagre” é o sumiço de uma botnet conhecida como Rustock, que especialistas apontavam como responsável por 50% de todos os e-mails indesejados enviados pelo mundo. “Aparentemente ela deixou de funcionar e até o momento não deu sinais de que irá voltar à ativa”, afirmou Matt Sergeant, especialista de segurança da companhia de software. “Falta saber o por quê”, completa.

fonte: Symantec

Além disso, duas outras botnets menores também encerraram suas atividades nos últimos tempos. Segundo informações do New York Times, uma rede conhecida como Lethic deixou de operar no último dia 28 (em homenagem aos cinco anos do Tecnoblog, dizem. Ok, brincadeira) e outra chamada de Xarvester está desligada desde o último dia 31. “Talvez os responsáveis por essas redes tenham saído de férias”, brinca Eric Park, da Symantec, em um post no blog da companhia.

Uma explicação para os fechamentos misteriosos pode estar na ação mais firme das autoridades contra o lixo eletrônico. Desde setembro operações da polícia na Itália e na Rússa já foram responsáveis pelo desligamento de pelo menos duas grandes botnets.

Os números da empresa HostExploit mostram que até o último mês de agosto essas redes eram responsáveis pelo envio de 200 bilhões de spams por dia, número que atualmente não passa dos 30 bilhões.

“O envio de spams simplesmente pode ter deixado de ser lucrativo”, escreveu o pesquisador Carl Leonard, no blog da empresa de segurança Websense. “Mas eles podem voltar a atuar a qualquer momento de maneira reformulada, já que sua estrutura básica já está montada”, completou.

Com informações: NYT, Symantec

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Veditto
Ótima notícia, quanto menos spams no meu e-mail melhor.
João Pedro C. Motta
São normas oficiais
Gabriel Bemfica
Pelo bom-senso, sim. Pela lei, não. Possivelmente você recebe e-mail marketing que aceitou receber sem saber (ao assinar a newsletter de um site sem ler os termos de uso, por exemplo, ou ao fazer cadastro num site que sacaneou com as suas informações de privacidade - aí é a mesma coisa: você não deve ter lido a política de privacidade deles, e lá provavelmente tinha alguma coisa dizendo que sites "parceiros" poderiam lhe enviar ofertas). A coisa mais prática é ir selecionando os semi-spams (como esses dois exemplos que mencionei) e entrar no link pra cancelar a assinatura em cada um. Uma tática interessante é a do Clube do Hardware: eles possuem uma newsletter enviada duas vezes por semana, contendo 8 ou 9 artigos. Os 2 (ou, se forem 9 artigos, 3) primeiros são anúncios do site ou de sites parceiros, e os outros são a newsletter propriamente dita. Você não recebe e-mails indesejados, pode ler a newsletter sem problemas e os responsáveis pelo e-mail marketing têm seu retorno. Só pra constar, nas duas últimas semanas eu voltei a receber spams como "Medicines 80% off" e "enlarge your penis", que eu não recebia mais há tempos. Logo, thumbs down pra esses dados da Symantec.
Gabriel Bemfica
Provavelmente seu e-mail foi indicado por algum conhecido (sim, coisa de amigo da onça, mesmo). Nesses sites, para cada amigo que se cadastrar como seu referrer(ou seja, tendo sido indicado ao site por você), você ganha uma quantis X em bônus pra usar no site, em vez de precisar pagar totalmente pelo valor da oferta que você decidir comprar.
Rafael The Mist
Dizer que não é proibido e não ser de fato é bem diferente. Se eu não autorizei, eu não devo receber, mesmo que eu tenha como pedir o cancelamento. Tipo cartão de crédito, sacumé? De qualquer forma, excelente notícia.
@brunogdb
O meu é!
fatecano
Não costumo entrar neles não, já que em algumas vezes tive que preencher formulários e isso me tomou algum tempo. Se for fazer isso para cada um que chega, então eu to ferrado! Aahh ... sem falar quando esses links são tentativas de phishing!
Diego
Não senti diferença nenhuma. Continuo recebendo uma porrada de spam, no Hotmail e no Gmail. Aliás, no Gmail tenho duas contas e cada uma recebe mais de 200 spams por mês. Os recordistas são os sites de compra coletiva. Cada dia recebo e-mail de algum novo.
gsctt
Já existem leis que disciplinam a questão? Pelo que eu sabia, ainda eram 'projetos' em deliberação.
Caio Furtado
Tem como não ligar? É como não ligar Google a Eficiência, ou Apple a Prisão... q
@Fireballmaker_
É questão de tempo até o mercado de spam sair da Rússia e da China e mudar para Índia, Vietnã e África. Aí voltaremos à "normalidade".
Rafael Silva
Se tiver um link para cancelar o recebimento, não. Pelas leis do Brasil, quer dizer.
Alessandro Amador
Ainda bem, odeio Spam. Email Marketing é Spam?
Alexandre
isso é fase. Logo logo a moda os russos, os chineses e o brasileiros arrumam um jeito de infestar o mundo com essa praga.
EDI LOPES
Pq vcs ligam hotmail a Span ? tadinho kkkkkkkk
Exibir mais comentários