Início » Negócios » Biólogo brasileiro ganha celular novo da Xiaomi após pedir ajuda à Samsung

Biólogo brasileiro ganha celular novo da Xiaomi após pedir ajuda à Samsung

Pelo Twitter, biólogo Sérgio Rangel pede ajuda da Samsung para conseguir um celular novo; resposta da marca sul-coreana rende críticas

Por

Sérgio Rangel é um biólogo conhecido pelos seus conteúdos sobre animais silvestres e meio ambiente. Depois que o celular utilizado para preparar seus vídeos deixou de funcionar, o especialista pediu ajuda à Samsung para conseguir um novo smartphone pelo Twitter. Mas o biólogo recebeu apoio de uma outra fabricante: a Xiaomi.

Biólogo Sérgio Rangel pede ajuda à Samsung para conseguir um celular novo (Imagem: Reprodução/Twitter)
Biólogo Sérgio Rangel pede ajuda à Samsung para conseguir um celular novo (Imagem: Reprodução/Twitter)

O pedido foi publicado neste domingo (21). No vídeo, o biólogo agradeceu o apoio de quem acompanha o seu projeto quando houve uma “vaquinha” depois que ele perdeu o seu notebook há cerca de um ano devido a uma chuva. Em seguida, ele informou que o seu celular da Samsung parou de funcionar depois de cinco anos de uso.

O problema é que este incidente impede justamente o seu trabalho. “Eu preciso muito de um aparelho celular principalmente porque eu gravo meus vídeos para o YouTube com o celular”, disse. Rangel também explicou que faz o registro de animais silvestres que aparecem na sua casa, que fica em uma área de Mata Atlântica, com o smartphone.

Mas o que fazer para resolver esta situação? Rangel bolou uma estratégia para chamar a atenção da Samsung. A ideia é bem simples: ele só precisava que os seus seguidores ajudassem a levar a hashtag #SamsungAjudeOSergioRangel adiante pelo Twitter. Em consequência, a marca sul-coreana seria comovida a ajudar o biólogo.

O desfecho, por outro lado, não foi bem o esperado.

Samsung solicita envio de proposta de campanha por DM

A resposta da Samsung Brasil veio no dia seguinte. Mas a companhia não atendeu ao pedido: “apesar de acompanhar e admirar o seu trabalho, infelizmente não poderei te ajudar dessa forma, por enquanto. Vamos fazer o seguinte? Me envie uma DM com uma proposta de campanha, e eu envio pro time responsável. Pode ser?”

Não demorou muito e foi a vez da Xiaomi Brasil entrar na conversa em resposta à rival. A marca chinesa afirmou que seu “estoque de mimos estava baixo”, mas que a sua “missão é inovar para todos e isso também significa incentivar a ciência e a educação”. Por isso, a companhia “deu um jeito” e conseguiu “um aparelho incrível” para o biólogo.

A interação entre Sérgio Rangel e as companhias deram o que falar. Na manhã desta terça-feira (23), tanto a Xiaomi quanto a Samsung estavam entre os assuntos do momento do Twitter. Parte desse destaque veio através de um tweet com prints da interação entre os três e a seguinte mensagem: “a surra que a Xiaomi deu na Samsung”.

Interação entre o biólogo Sérgio Rangel e a Samsung Brasil (Imagem: Reprodução/Twitter)
Interação entre o biólogo Sérgio Rangel e a Samsung Brasil (Imagem: Reprodução/Twitter)

Resposta da Samsung é alvo de críticas no Twitter

A resposta da marca sul-coreana resultou em críticas nas redes sociais. Também nesta segunda-feira (22), em um retweet à publicação da Samsung, o biólogo agradeceu a todos pelo engajamento e desabafou: “nessa hora eu sinto por ser um professor e não ex-BBB”. Enquanto isso, a empresa respondeu: “aguardarei a sua proposta, Sérgio!”.

Rangel publicou outro vídeo na sequência. O biólogo disse que está desempregado há mais de dois anos e ressaltou que precisa de um smartphone para produzir o seu material. “Infelizmente essas grandes empresas, de grande porte, que poderiam nos ajudar, não dão a mínima para cultura, para conhecimento, para ciência”, afirmou.

Além do biólogo, outros usuários do Twitter se queixaram da reação da Samsung. “Lógico que o social media não tem como dar celular pra ninguém, mas nesse caso, era melhor ter passado reto pelas mensagens”, tweetou uma pessoa. “A Samsung distribui aparelhos top de linha pra famosos ricos, mas responde assim um educador.”

“Um divulgador científico com anos de carreira deu a cara a tapa pedindo um celular novo pra Samsung porque o dele quebrou”, afirmou uma outra usuária. “A resposta da marca foi ‘não vai rolar, mas manda uma proposta de campanha que a gente vê’. Se fosse um influencer de dancinha ganhava o aparelho mais caro.”

“A Samsung tem o direito de não fazer nada, assim como a Xiaomi”, relatou outro usuário. “Mas nesse caso, ela saiu perdendo em imagem e empatia com um cidadão que faz conteúdo sobre meio ambiente e tantos assuntos relevantes.”

Biólogo ganhou Xiaomi 11T

O biólogo informou na sexta-feira (26) que recebeu um Xiaomi 11T com câmera de 108 megapixels: