Você já deve conhecer a fama que os BlackBerries têm de serem smartphones fortemente focados no uso profissional. Desde que o iPhone mudou o conceito de smartphone e o tornou um dispositivo mais completo, para trabalho e lazer, a RIM  vem gradualmente procurando se encaixar um pouco mais nesse novo paradigma, ainda que sem perder seu foco corporativo, nicho onde é referência.

Ontem a RIM realizou uma coletiva de imprensa na qual apresentou seus planos e novidades para 2011. Um dos destaques foi o BlackBerry Balance, um sistema que, como o próprio nome diz (“balance” significa equilíbrio em inglês), visa obter um melhor equilíbrio entre o pessoal e o profissional em um smartphone.

Uma das características anunciadas do novo modelo é a total separação entre os dados pessoais e profissionais. Isso significa, por exemplo, que o setor de TI da sua empresa pode alterar informações de trabalho (os seus contatos, por exemplo) sem tocar nas informações pessoais. Digamos que seja necessário apagar todos os contatos profissionais. Ainda assim o telefone daquela loirassa que você conheceu na balada ontem da sua mãe continuará intocado.

Outra possibilidade muito interessante para as empresas são aquelas que realmente isolam as informações corporativas do mundo pessoal do funcionário. É possível, por exemplo, impedir que uma informação copiada de um arquivo de trabalho seja colada em um e-mail ou aplicativo de uso pessoal.

Com informações: All Things D. Imagem: Engadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

al_maia
Se inspiraram naquelas pulseirinhas toscas pro batismo?
@brunogdb
Também, mas eu acho que vou levar mesmo assim, estou pensando se levo um Android ou BlackBerry (eu preciso muito da bateria do smartphone, vocês tem que ver como eu passo o dia ligado ao meu celular, e pelo maravilhoso teclado do BB), mas com essa dai eu estou pensando mais ainda no caso, no caso meu smartphone seria mais para trabalhar (blogar, estudos, redes sociais, email e etc) do que para diversão, o fato do Android é ser pronto para aplicações do Google, mas ainda fico na dúvida, depois dessa, eu abri mais olhos para eles, tradução: EU QUEROU!
Caio Furtado
Legal... Sempre quis ter um BlackBerry - mas por conta da bateria - mas sempre me lembrava o mundo corporativo... Quem sabe agora eles acertam nesse equilíbrio. Dai eu compro! ;x
Gabriel Silva
Opa, desculpe pelo double comment, esse meu mouse tá ficando doido!
Gabriel Silva
Interessante... :D
Gabriel Silva
Interessante... :D
@nerdmor
Seria legal, se a Nokia não tivesse feito isso em uma das versões do e71
Mike Metralha
Eu acho que a BlackBerry é apenas uma marca incompreendida, sabe?! Como a Apple, um bom S.O. desenhado para um baita hardware. A diferença entre as empresas é o ego das duas.
Rodrigo Fante
Vamos ver se acertam agora, os 2 modelos de blach berry que já tive em mãos para testar eram bons aparelhos, mas a melhor definição para eles é "bobo, feio e chato", não dava nem vontade de mexer neles.