Início » Brasil » Campus Party também é lugar de adolescente

Campus Party também é lugar de adolescente

Por
8 anos e meio atrás

Convidamos o Gabriel Justo, tuiteiro prodígio de 16 anos, para nos contar por que a Campus Party vale a pena para os adolescentes. Acompanhe o relato dele nesse post convidado.

O que leva uma pessoa a ficar acampado com outros 6.800 desconhecidos num lugar quente, desconfortável e pagando caro por isso? Usar banheiro coletivo, dormir numa barraca e ser importunado 24 horas por dia por buzinas e oooolas durante o dia inteiro… Será que vale a pena? Com certeza vale!

Como você todos devem saber, a grande atração da Campus Party são as palestras e os grandes nomes da área de tecnologia, como Tim Berners-Lee, Al Gore e Steve Wozniak. Mas para o público adolescente, que cresce a cada edição, a grande vantagem de vir ao evento e passar por tudo o que eu falei – e, de quebra, por apagões também – é conhecer gente nova, socializar.

Vir à Campus Party e reencontrar @s que vemos vez ou outra, e de fato, desvirtualizar muitos outros pra mim é a grande \o/ do maior encontro tecnológico do planeta.

As meninas interessadas no rapaz devem mandar replies para @gabrieljusto | Clique para ampliar

Mas como nem tudo é só festa, vale a pena também acompanhar algumas palestras. Apesar de não tratarem de assuntos relacionados a adolescência (não que eu esteja pedindo!), algumas delas são ótimas para expandir o conhecimento em determinadas áreas. Como por exemplo o palco de jogos, que dedica boa parte de sua programação a oficinas que ensinam como começar no mundo dos gamers, além de organizar campeonatos (socialização, lembra?).

Outra área interessante da Campus Party é o BarCamp. Ao contrário dos outros palcos do evento, ele é uma desconferência. Ou seja, é chegar e falar o que quiser. Na tarde de ontem, por exemplo, o BarCamp recebeu Guilherme Briggs, voz oficial de personagens que marcaram a infância de muita gente por aqui, como Buzz Lightyear, Freakazoid, Tobias e o Cosmo dos Padrinhos Mágicos.

Mas, sem sombra de dúdivas, a área mais bombada da Campus Party é o palco de Social Media, que sempre traz ao evento grandes nomes da tuitosfera brasileira. Nesta edição, o espaço tem paineis bem interessantes sobre assuntos atuais da interwebs, como o de vlogs, que contou com a presença de PC Siqueira, Rodolfo Castrezana e da dupla Vagazóides. Haverá também um debate sobre geolocalização com moderação de Luli Radfahrer e presença de, entre outros, Breno de Masi, o primeiro a desbloquear um iPhone 3G no mundo.

Todos os dias, para fechar a programação de Social Media, tem o YouPix! O evento, que acontece mensalmente no MIS (Museu da Imagem e do Som), foi transportado para o Centro de Exposição Imigrantes e acontece toda noite, às 20h15 – caso haja luz, evidentemente. Os próximos são “Criatividade Digital”, “Na cultura digital, tudo se re-cria” e “Mancadas Digitais: como evitá-las”. Sempre com gente legal por lá.

Além de tudo isso, durante os sete dias do evento, ainda rolam sorteios de brindes por todo lado, incluindo a área Expo. Vale a pena visitar! Assim é a Campus Party, um evento para conhecer pessoas e compartilhar conhecimento. Tudo com muita diversão!

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.