Início » Internet » "Talvez downloads [ilegais] sejam bons", diz Coppola

"Talvez downloads [ilegais] sejam bons", diz Coppola

Avatar Por

O diretor de cinema responsável por clássicos como Apocalipse Now e O Poderoso Chefão, Francis Ford Coppola afirmou em recente entrevista ao site The 99 Percent que talvez os navegantes que baixam filmes e músicas livremente pela web talvez estejam certos. Para o diretor, um artista não deve esperar ficar rico apenas com sua arte.

"Precisamos ser claros com relação a este assunto. Há apenas poucos séculos, se tanto, que os artistas ganham dinheiro com sua arte. Artistas nunca tiveram dinheiro. Muitos tiveram patrões, como governantes, nobres a Igreja ou o papa. Ou tinham outro emprego. Eu tenho outro emprego, faço filmes, ninguém me diz o que devo fazer e ganho meu dinheiro produzindo vinho. É só ter outro emprego e acordar às 5 da manha para escrever seu script".

Em seguida, Coppola dispara contra os artistas que começaram o movimento contra os downloads considerados ilegais no começo dessa década: "A ideia do Metallica e de outros roqueiros de ficarem ricos com sua música não deverá obrigatoriamente continuar acontecendo. Talvez porque estejamos entrando em uma nova era em que a arte será gratuita".

Francis Ford Coppola

Coppola comentou a vida dos artistas

E completa: "Quem disse que a arte deve custar dinheiro? Aliás, quem disse que os artistas devem ganhar dinheiro?".

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Murdock
Falar isso depois de estar rico é fácil. Quero ver o cara começando e já tendo tudo pirateado, dependendo das vendas pra ganhar grana.
@renandearaujo
Sinceramente, eu nunca consegui ler um livro no PC, eu compro ou leio na blibioteca. E CDs e DVDs primeiro eu baixo e se eu gostar eu compro, como faço até hoje, pois gosto da qualidade final e de ter a mídia física mesmo. Sai caro? Algumas vezes, pois uma parte vai para o artista que produziu o material, a gravadora e a fábrica que puseram em algo físico para mim e a maior parte é tributo mesmo, a gravadora e o artista não tem culpa da tributação. Mas o que me irrita mais é as pessoas que reclamam do preço alto de ingressos de shows de certos artistas, porra cara, se tu gosta do trabalho do cara tu quer que ele faça algo que tu goste e passe fome? Tu ja tem a porra da obra do cara toda no PC! Ele ganha no show! P.S: Pode parecer hipocrisia mas sou contra a pirataria nos videogames e não encontrei até agora não concordei com nenhuma justificativa que pirateiros deram pra mim, o cara só ganha dinheiro e reconhecimento( se o jogo for bom, claro) pelo jogo que ele vende, ou por acaso você ja viu um concerto do Guitar hero? Ou uma palestra do Mário de como salvar princesas? Jogo se comprando 1 por mês não quebra ninguem, agora se o cara quer ter 10 novos jogos por mês, não vai aproveitar nenhum e logo encosta -.- P.S. 2: E falei de games pois tem a ver com o assunto pirataria e pessoalmente considero videogames outra nova forma de arte, mas claro, bem mais comercializada, afinal, já ultrapassou até o cinema.
Hernani
Por isso sou fã do Copolla, aquele velho mimimi que downloads geram prejuízos não é verdade, pode até não dar o lucro maior para quem produziu determinado filme, mas ainda sim não chega perto das acusações feitas todos esses anos
@maykonperin
Acho interessante o ponto de vista, no mundo de hoje compartilhar informação e cultura é essencial e possível, a evolução das tecnologias nos trouxe a possibilidade de conhecer muito mais do que eramos limitados até certo tempo. E os filmes devem sim correr atras de patrocinios, e saber negociar valores, e fazer turne de pré-estreia pelo mundo, como já ocorre em alguns casos, até pq a marca pztrocinadora sera muito mais divulgada se o compartilhamento ocorrer. Em relação as musicas acho que o artista deve focar em seus shows para conquistar mais ainda seu publico, exemplos brasileiros mostram isso, como as cantoras conhecidas da bahia e cantores sertanejas, cobram enormes valores por seus shows e muitas vezes tambem fazem propaganda de alguma marca ou produto. Talvez o que impessa que os artistas pensem assim é que se torna inegavel que como em todo setor existão pessoas gananciosas que não se importam com a "informação", mas sim apenas com os lucros fáceis que trará para si. Por isso que se deve planejar melhor os contratos de patrocinio. A informação quanto mais compartilhada entre as pessoas, melhor para a marca patrocinadora. Mas claro tudo tem seu lado negativo, a pirataria (Na visão de ganhar muito em cima dos outros) Não vejo a pirataria como um meio de compartilhamento, se você deseja ver algum filme, ouvir alguma musica corra atrás com seu esforço e estude para saber, agora financiar grupos de pessoas que estão ligados ao crime não é o caminho. Essa é minha opinião =D
Rafael
Joss Stone: "Piracy Is Great" http://www.youtube.com/watch?v=aCkX0KcNwrI
iuriamaral
Coppola Wins! Metallica Fail!
Rafael The Mist
Um tanto quanto polêmica a declaração. Discordo dela em grande parte, inclusive. Acredito que os maiores problemas são a ganância e a falta de criatividade das gravadoras/produtoras em driblar os downloads ilegais. Todas as proprostas de barateamente de acesso foram boicotadas pelos próprios interessados. Vamos ver como eles vão se virar daqui para a frente.
Nicole
é mto fácil sair por aí dizendo que artista tem que fazer a arte por prazer. O fato é que a arte é um trabalho para quem a faz. Aliás, trata-se de um trabalho extremamente árduo - quando feito com qualidade. Acredito que ninguém aqui trabalharia de graça, e, da mesma forma o trabalho do artista deve ser remunerado. Acontece que a pirataria é uma realidade - que não vai mudar. O artista deve saber usá-la a seu favor. Os músicos de hoje em dia ganham muito dinheiro fazendo turnês e shows. Suas músicas são divulgadas pela internet, e eles ganham dinheiro fazendo turnês.
anderson
Eu acho que nao.Concordo com o Coppola, pensa bem olha os preços que os caras cobram por cd's, dvd's, livros, jogos e fora os SO q é uma faca no bolso da gnt. Se a gnt vai compra um cd e um dvd de um artista favorito vai boa parte do salario. os impostos nos produtos sao mto altos. entao sim eu so a favor da pirataria da net dos downloads ilegais. se nao fossem eles, eu nao teria 75% do q tenho og
Omar Scher
só eu que não gosta qd alguem negativa e não comenta pra conituar a discussão e esclarecer as coisas?
Guilherme Diakov
Concordo PLENAMENTE! Pra mim isso abre um leque de ciratividade... A industria fonográfica, de filmes, artistas, são devem ser tratados como coitadinhos... Se querem ganhar dinheiro, mete patrocinador nos filmes, ja tem isso mesmo... Musicas? Quem ja ouviu falar em Jabá? As gravadoras PAGAVAM pra poder colocar as musicas em rádio... agora poe na net.. todos ouvem.. Eles não são coitadinhos, não são pobres, pq devo pagar duas vezes pra eles (comprando a arte e ainda consumindo os produtos q ELES anunciam) Se virem, negos!!
Guilherme Diakov
Só o cara q produziu o melhor filme do século XX
Lívia
É isso aí Coppolão! Arte é inspiração, não é emprego!
Jairo
Fato é que o "modelo" de distribuição de mídia seja audio ou video vai ter que mudar em breve, é um caminho sem volta a pirataria, eu diria até incontrolável, se vc mijar na piscina já era ! quero ver alguem retirar o xixi de lá... o mesmo vale para o conteúdo digital, uma vez que "caiu" na NET é impossível ter controle sobre o seu destino, a Indústria pode até tirar esse ou aquele site de torrent do ar para querer dar o "exemplo" mas não adianta vc tira um do ar entram mil no lugar dele, lembram-se do Napster ? Pesquisem no Wikipedia mudaram o Napster e o que mudou ? tudo continua como antes... outras ferramentas entraram em seu lugar...
Asdrubal
"Mantenha seus amigos por perto e os seus inimigos mais perto ainda" - Grande incorporação de Coppola com o lema do Poderoso Chefão!
@rzaratin
Pra mim a questão é relativamente simples. Músicos e artistas de cinema, principalmente dos EUA, reclamam muito da piratira, mas não vi nenhum deles deixar de ganhar milhões e milhões todos os anos. Ou estou errado? A coisa é bem simples, todo artista reclama que está perdendo muito com a pirataria, e logo em seguida fala que não ganha nada com venda de CD/DVD, um pouco controverso, não? Sinceramente, acho que sim, deve ser profissão, mas não necessariamente as pessoas devem ganhar rios e mais rios de dinheiro com isso.
@brunogdb
[2]
@brunogdb
Verdade. Num tópico de pirataria aqui eu disse as vezes o artista gosta, mas, não citei isso, e você complementou um pensamento meu. Se eles gostam, coloquem as regras e especifique como quer a liberdade dele, pois muitas vezes, se eles liberam e agente baixa, agente se ferra pois não há como saber como ele aprova isso.
Ramon Melo
Como assim arte não é trabalho? Por que não seria? Podem até dizer "Ah, mas dá para viver...", mas quem aqui quer só (sobre)viver? É o cúmulo da hipocrisia vir num blog de tecnologia ficar babando nos novos gadgets e postar esse tipo de comentário usando um computador de última geração (alguns aí em cima, usando Mac)! O artista tem direito a enriquecer sim, porque ele faz parte de uma sociedade de consumo e tem sonhos, desejos e vontades como qualquer um de nós. A diferença é que ele não pode baixar uma viagem para a Europa ou um iPad, como dá para fazer com filmes nos torrents da vida. Eu até concordo com o Coppola em relação aos músicos. Numa única turnê, qualquer bom artista fatura 10 vezes mais do que com CD, é assim que ele ganha dinheiro. A pirataria é até boa para a música, porque mais gente passa a conhecer e ir aos shows, mas é péssima para os filmes. Aliás, é muito fácil fazer uma fortuna com cinema na época que a internet não existia e agora pagar de advogado do diabo. Queria ver se ele fosse um diretor no início de carreira, tendo que dar um jeito de chamar a atenção do público e da crítica enquanto se sujeita aos desmandos dos estúdios.
@felipw
Apenas um dos diretores mais aclamados pela crítica.
Caio Furtado
Concordo com vocês em certo ponto, mas concordo com o Copolla por que um artista (seja ator, diretor ou roteirista) faz o que faz (pelo menos essa seria a índole certa) por prazer, para fazer as pessoas rirem (no caso da comédias) chorarem e refletirem (no caso dos dramas e suspenses) se emocionarem (com susto, espanto e admiração) no caso das ações e etc. Mas é claro, que como esse mundo é quase 100% capitalista, nada é de graça, não é?! (:
Rodrigo Fante
Fato, quem ganha com CD é gravadora, o grosso da renda de artistas vem de apresentações. No caso de filmes a pirataria pouco atrapalha o cinema, atrapalha mesmo é a venda de DVDs e locadoras.
Turdin
Em parte concordo com ele, mas ele foi meio radical :S
@paulogustavo
Sarcasm detector needed.
Matheus Wichman
Era isso que eu ia falar.
Matheus Wichman
Esse é um dos meus!
@KrisWannieg
Assim, nao acho que ele esteja completamente errado nem completamente certo. A arte não é um trabalho, é um dom, um talento, se a pessoa pode ganhar com isso otimo, mas a arte é feita para se mostrar. No caso de uma banda a arte eles nao amostram num CD cheio de edições feita num estudio de primeira e sim num show. Um escritor deveria ter seus livros liberados pela internet e ainda assim ganharia muito dinheiro, porque tem gente que nao consegue ler pelo computador. O ponto é, a arte é um caminho muito inseguro e no caso dela ser boa, os que realmente gostarem vão querer sim o CD com encarte bonito, o livro em suas mãos. Os que já não gostarem tanto mas ainda assim curtirem vão recomendar a outros que podem amar. Isso vale para todos os tipos de artes (execeto pinturas e esculturas, como tu baixa esse troço? Ia ficar ridiculo) eles tem que ganhar dinheiro? Tem, mas se estão no caminho da arte tem que saber que pode-se ficar rico, ou pode terminar os seus dias vendendo pipoca na rua e quanto mais pessoas conhecerem (mesmo de graça) mais chances de ficar famoso, seu nome famoso, você ganha mais dinheiro.
Guilherme Mac
Artista deve sim ganhar dinheiro. Já que vivemos infelizmente num mundo do capitalismo selvagem, nada mais justo. Mas quem disse que artistas ganham seu rico dinheirinho com mídias físicas? Alguém acha que um cantor ganha com CDs? Obviamente não. Seu lucro de de contratos de shows, marketing, imagem, etc. Mídias físicas quem ganha são os empresários, como o dono da Virgin, que ganho tanto dinheiro "cafetinando" artistas que não sabe nem como gastar seus bilhões.
Gabriel Bemfica
Apesar de achar que ele está simplesmente trollando, vou por aqui minha posição: Arte não é emprego, e pronto. Simples assim. Se você quer ser um artista independente, não espere muita grana. Existem instituições (governos, ONGs de fomento à cultura, etc) que estão aí exatamente para isso: dar aos artistas maneiras de viver. E existem as alternativas: músicos devem ganhar dinheiro com shows, e não com venda de músicas (afinal, 90% - ou mais - do lucro dessas vendas vai para as gravadoras). Eu conheço muitos grupos de teatro de rua, em que os artistas ganham a vida na velha prática de "passar o chapéu". Não são ricos, mas também não passam fome, não moram na rua, nada assim. Filmes? Simples: você pode baixar e assistir em casa, usando as caixas de som do computador. Ou então, pode ir a um cinema, sentar-se confortavelmente nas poltronas, aproveitar o ar condicionado, ver numa tela imensa e com som de qualidade. Para ter algo levemente parecido em casa, você gastaria o preço de pelo menos 50 ingressos de cinema (isso pegando o Home Theater mais barato e fuleiro, fora o preço dos filmes). Escultores, pintores? Ganham dinheiro vendendo independentemente sua arte, ou com exposições. Escritores e poetas, podem se livrar das amarras das editoras - que fazem tanto dinheiro com eles quanto as gravadoras com os músicos - e lancem seus livros independentemente, na internet. Garanto que, se um escritor vender um livro na internet com o preço igual ao lucro que ele tem na venda, vai sair uns 20% do preço que você paga na livraria. Outra opção, como disse o Copolla, é ter outro emprego. Você não deve ser artista por ocupação, mas sim por paixão.
Guilherme Silva
Incrível, esse cara é demais. Claro que os artistas devem ganhar com o seu trabalho, mas com apresentações ao vivo e exibições públicas.
Emarx
Acho que o melhor comentário que já vi de um artista sobre esse assunto foi o do Neil Gaiman nesse vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=3odgel4zU6s Nesse caso ele fala daquele "Livro Livre" ou algo parecido, mas acho que se encaixa bem para qualquer arte. Mas o Copolla exagerou na parte que a arte deveria ser de graça. A pessoa deveria fazer sem a intenção de ganhar rios de dinheiro, mas se ganhar qual o problema?
Omar
O cara é um gênio, mas vou ter que discordar: Se o artista teve o trabalho de compor, escrever, ensaiar , gravar eu acho que ele merece alguma remuneração por isso. Um colega aqui do TB disse em outro post que as gravadoras/editoras/etc são um mal necessário, pq são elas que dão aquele gás ($$$) pra gravação/produção/divulgação de bandas e livros. O problema é a tal da ganância, na venda de um CD mto pouco vai pro artista. Meu sonho é ver um dia o site do Metallica vendendo independentemente suas músicas a uns 50 centavos , ou o Stephen King com uma Stephen's eBook Store vendendo os pdfs dos livros dele a 6~7 reais.
Emmanuel Fotógrafo
É verdade... quem ele pensa que é... o.O
Thiago Sabaia
Eu acho assim Se eles gostam desses downloads,eles tem que colocar regras Ex: O site não pode postar completamente o filme para download e no post do filme colocar o link de alguma loja que esteja vendendo o filme.
Marcell Almeida
quem disse que os artistas devem ganhar dinheiro? hahahahaha. Quem disse que eles precisam comer, tomar banho, sustentar familia também né? Quem é esse Copolla? Comentário patético!
bawlaw
....se nao pode vence-los... junte-se a eles.
Gabriel Silva
o.O Por um ponto é até bom um escritor conhecido falar que downloads não são ilegais...