Início » Internet » OpenDNS mostra quais os sites mais bloqueados em 2010

OpenDNS mostra quais os sites mais bloqueados em 2010

Por
9 anos atrás

Ao usar o OpenDNS na sua rede, além de garantir uma navegação mais rápida do que se você usasse o seu DNS original, o responsável pela rede também tem a opção de bloquear acesso a certos sites. Seja para (supostamente) aumentar a produtividade ou apenas impedir acesso a material inapropriado no ambiente de trabalho, o OpenDNS permite que o bloqueio seja feito sem muitos problemas. E na semana passada eles liberaram as estatísticas de 2010 contendo a lista de sites mais bloqueados.

No topo da lista de sites bloqueados especificamente por empresas está o Facebook, claro. Uma rede social tão usada mundialmente não vai ser ignorada pelas empresas que dão acesso à internet aos seus funcionários. Seguido dele, estão o MySpace, bloqueado por 13% dos usuários, o YouTube, bloqueado por 11,9%, o sistema de anúncios DoubleClick, bloqueado por 5,7 % e o Twitter, bloqueado por 4,2% do total.

Já na categoria de whitelisting, em que os gerentes de rede usam para permitir acesso a certos sites quando uma categoria inteira está bloqueada, como redes sociais. No topo dessa lista está o YouTube, listado em 12,7% dos usuários, seguido do Facebook com 12,6%, o Gmail com 9,2%, o Google com 9% e o Translate.Google.com com 6,3%.

Apesar de ser usado por uma fatia pequena de usuários mundiais da internet (cerca de 1%, segundo o próprio serviço), o OpenDNS serve mais de 30 bilhões de requisições de DNS por dia para mais de 15 milhões de IPs diferentes. Então eles tem usuários o suficiente para angariar os dados mostrados.

Veja aqui o relatório completo.

Com informações: Digital Inspiration.

Mais sobre: ,