Início » Celular » Review de Battleheart: RPG com gostinho de RTS no iPhone

Review de Battleheart: RPG com gostinho de RTS no iPhone

Por
8 anos e meio atrás

Definir Battleheart é uma tarefa complicada, similar ao clássico dilema do Tostines (é frequinho porque vende mais ou vende mais porque é fresquinho?). É difícil decidir se Battleheart é um RPG com toques de RTS, ou se é um RTS com sistema de upgrade baseado em RPGs.

Não importa a nomenclatura: Battleheart é um título excelente que qualquer fã de ambos RPGs e jogos de estratégia em tempo real precisam conferir.

Battleheart para iOS

Em Battleheart você controla uma trupe de quatro personagens (de classes famosas dos RPGs, como o cavaleiro, o mago, o ladrão, o bárbaro, o curandeiro, entre outros) em batalhas em um mundo de fantasia. Não existe uma história propriamente dita; à medida que você passa uma fase, as próximas se tornam disponíveis. Há uma progressão visível, mas não existe um arco de narrativa. Venhamos e convenhamos, a essa altura, não importa que história regesse os eventos de Battleheart, é bem capaz que nós já tenhamos visto umas cinco ou seis variações dela.

Ao vencer lutas, seus personagens ganham experiência e dinheiro, que pode ser usado na lojinha do jogo para adquirir novas armas e itens mágicos. E à medida em que seus heróis sobem de níveis, novas habilidades (vistas canto superior esquerdo do screenshot acima) se tornam disponíveis. Até aí, é um RPG clássico.

Entretanto, durante uma batalha os elementos de RPG cedem seu posto ao RTS, ou real time strategy. Os personagens são selecionados com um toque. Após escolher um personagem, trace uma linha em direção a um local no campo de batalha, e seu bonequinho se deslocará até lá. Desenhe uma linha que termina em cima de um inimigo, e o comando de ataque terá sido dado.

Isso praticamente resume todo o gameplay de Battleheart. Entretanto, assim como em muitos outros jogos igualmente brilhantes, Battleheart é fácil de aprender e difícil de dominar. Todo o segredo do jogo reside na maneira como você gerencia suas unidades durante o combate.

Eis um exemplo.

Battleheart para iOS

No screenshot acima, os quatro personagens escolhidos pelo jogador são a o Bardo (com o violão), a Bruxa (com o chapéu pontudo), o Monge (o careca) e o Bárbaro (com o chapéu viking e os machados). Os esqueletinhos arqueiros são os inimigos. Existe uma grande variedade de inimigos, aliás: esqueletos, aranhas gigantes, ogres, orcs, etc.

O Bardo, que é um curandeiro, fica longe da confusão, curando os amigos. A Bruxa, que tem ataque a distância, fica também fora de contato com os vilões, jogando bolas de fogo neles. Já o Monge e o Bárbaro, que são personagens de combate direto, vão para cima dos inimigos.

Às vezes a maré muda. Acontece de vez em quando dos NPCs alvejarem o seu curandeiro – como manda a tradição, ele  não tem nenhuma habilidade de combate e morre facilmente. Nessas horas convém botar o pobre Bardo para correr pela tela e usar todas as magias disponíveis para livrar a pele do médico do grupo, e rápido.

E existem várias formas de fazer isso. Há magia de paralisar o tempo, tem também o golpe especial do Monge que derruba todos os inimigos no chão (dando ao curandeiro a oportunidade de fugir correndo), e o Cavaleiro tem uma habilidade que atrai temporariamente a atenção de todos os inimigos da tela. Essas habilidades especiais podem ser usadas de formas versáteis – salvar um herói importante, detonar o curandeiro inimigo, ou vencer um chefão com habilidades overpower.

Battleheart para iOS

A tela de inventário de Battleheart

Existem diversas classes diferentes para você recrutar pro seu time, permitindo que você monte uma equipe exatamente como você prefere. Os gráficos são muito bonitinhos e a falta de violência explícita o torna recomendado pra qualquer faixa etária.

Não pense que o jogo é fácil, no entanto. Pode apostar que alguns chefões te obrigarão a experimentar com muitas combinações diferentes de times, e eventualmente voltar às fases anteriores pra ganhar mais nível com seus personagens antes de encara-lo novamente.


(YouTube)

Battleheart custa quase 3 dólares na App Store. Uma cópia do jogo roda nativamente tanto no iPhone quanto no iPad. O jogo tem um estilo visual muito singular, e o misto de gameplay de estratégia com RPG é viciante e funciona perfeitamente na tela de toque.

Download | Battleheart (iTunes)

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.