Início » Celular » HTC anuncia tablet com Android 2.4

HTC anuncia tablet com Android 2.4

Avatar Por

Em uma época em que a febre dos tablets parece se espalhar entre os fabricantes tanto quanto catapora em festa de criança, a HTC é a mais nova infectada. Já sabíamos que a empresa estava desenvolvendo um tablet para o mercado quando uma foto pixelada e as supostas características técnicas dele vazaram no ano passado. E hoje ele foi confirmado pelo anúncio oficial da empresa no Mobile World Congress.

Chamado de HTC Flyer, o tablet tem dois detalhes diferentes dos que já vimos até agora. O primeiro é o sistema que ele roda: Android 2.4 e não o 3.0 como a grande maioria dos outros tablets. O Google não parece se importar muito com o fato da fabricante taiwanesa ter revelado o próximo Android depois do Gingerbread. O segundo detalhe: ele vem com uma caneta stylus, por algum motivo.

O HTC Flyer também conta com uma tela de 7 polegadas de LCD com 1024 x 600 pixels de resolução, um processador single-core Qualcomm MSM8255 Snapdragon com 1,5 GHz de clock, 1 GB de memória RAM, 32 GB de memória interna, câmera traseira de 5 megapixels, câmera frontal de 1,3 megapixels, conectividade HSPA+, WiFi e Bluetooth.

Ainda não há informações sobre o preço do tablet, mas a HTC diz que ele vai começar a ser vendido a partir do segundo trimestre do ano.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Daniel Drumond
"Interface customizada" proibida? Acho MUITO difícil. Primeiro pois o Android é Open Source, como a Google barraria isso? Segundo que o Android é "livre", com apps você pode fazer quase TUDO. Inclusive em Androids 1.5 rodar interfaces que nem existiam naquela época, simplesmente instalando um app. Tipo, o Launcher no Android pode ser trocado com um simples app, o "App Drawer" (menu) também, etc e tal.. Nem é preciso re-compilar o Android para isso, basta programar apps... Se falei alguma besteira (bem capaz), me corrija, mas isso foi ao menos a impressão que tive nesses poucos meses usando Android. E, AH, como pode perceber, a interface está customizada no tablet!
Gabriel Bemfica
Assim como o Eclair 2.0, que logo virou 2.1 e tava tão incompleto que nem mudar de nome na atualização mudou.
Gabriel Bemfica
Da mesma maneira que você contrata um plano de dados para um modem 3G: sem plano de voz. São questões diferentes (inclusive porque usam redes diferentes, a voz vai só pela rede 2G que dá e sobra, os dados vão pela rede 2G ou, quando disponível no local, 3G). Tente botar um chip 3G de um modem num celular com 3G e veja: você não vai conseguir fazer ligações mas, se configurar o APN corretamente (a maioria dos celulares mais novos faz isso automaticamente), poderá usar a internet sem problemas.
Gabriel Bemfica
Existem dois problemas com a stylus: o primeiro é quando ela é usada nas telas resistivas (as primeiras touchscreen de LCD, ou ainda essas que são usadas em xing-lings por aí): a tela resistiva tem uma capacidade de discernimento, por assim dizer, muito pequena, de forma que desenhos mais complexos do que algumas letras ficam praticamente impossíveis de ser feitos nessas telas. O segundo diz respeito às telas capacitivas: tente usar uma stylus num smartphone novo. Ele sequer reconhecerá o toque. Como as telas resistivas são sensíveis à pressão (daí vem o nome: resistiva porque o toque é registrado na região onde a tela teve de oferecer uma resistência à pressão feita pelo usuário), a stylus é mais adequada. As telas capacitivas não precisam de pressão para registrar o impulso elétrico na tela, basta o toque dos dedos. Isso faz com que elas não consigam registrar toques de objetos como uma stylus, que não tem condutividade elétrica (por conta da ponta de plástico, mesmo que o corpo seja de metal).
Gabriel Bemfica
Cara, então me tira uma dúvida: a capacidade nominal da rede depende do plano contratado pelo cliente ou da capacidade da ERB? Porque, em São Paulo, o meu plano de 600kbps da TIM, às vezes, chega a até 2mbps de downstream, e, até onde eu me lembro, sequer existe essa velocidade para ser contratada.
Gabriel Bemfica
1,5GHz? Tela de 1024x600? 1GB de RAM? 32GB de memória interna? Me diz um celular que não seja desses top de linha lançados recentemente com essa configuração que eu compro AGORA.
Gabriel Bemfica
Evolução é uma coisa, putaria é outra. De onde eu venho, essa caralhada de lançamentos de Androids tem um nome: sangria desatada. A título de exemplo: tenho um HTC Magic (segundo aparelho lançado com Android) rodando o Gingerbread numa ROM customizada. Tá mais rápido que qualquer Donut ou Eclair que eu já tenha visto nele.
Gabriel Bemfica
Até onde eu me lembro, as interfaces customizadas estão proibidas a partir do Gingerbread. Logo, a Sense UI, a partir de agora, vai ser apenas uma série de widgets que devem (teoricamente) rodar em qualquer aparelho com os prerrequisitos, de modo a não atrasar as futuras atualizações. Por falar em atualizações, minha aposta é que daqui a pouco a HTC vai ver a burrada que fez e jogar um Honeycomb nesse tablet.
Daniel Drumond
Não sei se com tablets ela vai ser tão fiel, mas ao menos com smartphones a HTC é MUITO fiel em relação a atualizações...
Daniel Drumond
Creio que o diferencial será no "DNA" da HTC por trás do aparelho. Capaz dela fazer um 2.4+Interface própria funcionar bem melhor que um 3.0 na Samsung ou Motorola. Fora que ela deve ter notado/achado que o 3.0 poderia ser ainda meio.. imaturo... Tipo, sou fanboy assumido da HTC e de Android, então sou meio suspeito pra falar sobre, né...
Daniel Drumond
Primeiro que quando a Google disse isso o 2.4 ainda nem existia, e ainda näo existe. Segundo: A capacidade da HTC em desenvolver interfaces é FENOMENAL. Não duvido nada desse 2.4+HTC Sense UI (ou outra interface feita pela HTC para tablets) superar, em termos de interface, o 3.0!
Alexandre
nem acertaram o 2.3 e jah tao falando em 2.4??? se bem que li que o 2.4 vai ser a uma certa altura, um update do 2.3.. a impressao que da eh que o gingerbread foi pro mercado sem estar 100% pronto...
Fausto S. de Souza
Uee, não se usa! Se não tem 3G não tem. Mas praticamente todos os tablets são 3G. Só tem uns 2 no mercado mundial que não tem, um deles é o iPad Wi-Fi. Este da HTC tem.
Jonathan_jmf
Acho que vc não me entedeu,eu quero saber COMO e que se contrata um plano 3g para aparelhos que não tem Chip.
EDI LOPES
perai FLyer? Sera a tablet da HTC um convide a uma festa?
Exibir mais comentários