O primeiro jornal produzido especialmente para iPad só foi possível porque a Apple negociou um modelo de assinaturas diretamente com a News Corp, a proprietária do The Daily. Semanas depois do jornal digital ser lançado, a Apple liberou nessa terça a assinatura de jornais e revistas para as demais empresas jornalísticas.

Especial | Quanto custa ler uma revista no iPad

“Nossa filosofia é simples. Quando a Apple traz um novo assinante para o aplicativo, a Apple ganha 30%. Quando a editora traz um atual assinante ou futuro assinante para o aplicativo, ela fica com 100% e a Apple não ganha nada”, afirma Steve Jobs em comunicado enviado para a imprensa.

As regras para vender assinaturas de jornais e revistas na App Store é baseada no conceito de 70/30, que a Apple explora desde o início da loja no iPhone. Sempre que uma assinatura for realizada a partir do aplicativo, por meio de In-App Purchases, a empresa da maçã vai abocanhar 30% do valor da transação.

As editoras têm a opção de oferecer as mesmas assinaturas a partir de outros canais. Por exemplo, de seu site. Nesses casos, a Apple não recebe nada pela transação. No entanto, a Apple frisou bastante que a mesma assinatura de produto editorial oferecida fora da App Store deve estar presente no aplicativo do jornal ou revista, por valor similar ou inferior ao praticado na App Store.

Tem espaço para tecnologia na publicação

The Daily oferece assinatura semanal por 0,99 dólar

Assinaturas são um excelente negócio para as editoras porque geram um maravilhoso banco de dados de clientes, que podem facilmente ser comercializados (e acredite, anunciantes pagam caro por isso). A Apple diz que não se responsabiliza pelos dados que o cliente entregar à editora em compras feitas fora da App Store. Caso o consumidor faça a assinatura por meio da App Store, caberá a ele decidir se quer que dados como nome, endereço de e-mail e CEP sejam informados para a editora.

Já de olho na cara de pau de algumas editoras, a Apple não permitirá que os aplicativos de jornais e revistas ofereçam assinaturas, com link para o site dessas empresas. Nada como 30% de participação sobre cada transação, não é mesmo?

A mesma mecânica de assinaturas vai funcionar no iPhone e no iPod Touch.

Eu procurei o escritório da Apple aqui no Brasil para saber se as assinaturas de jornais e revistas estão disponíveis na App Store brasileira. A resposta da empresa foi a seguinte: “Está disponível mundialmente, isso inclui o Brasil”.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Hernani
iPad por sis ó já é rentável, com esse negócios mais grana entrando nos cofres da Maçã
Caio Furtado
Poxa Apple, e ainda assim "No Games" pras terras tupiniquins?
Gabriel Silva
Sim, mas me expressei errado aí em cima. Esse "muita gente" seria "muita gente da Apple", só que estava com pressa e acabei "engolindo" pedaços. Sorry! ;)
Rodrigo Fante
Eu já li mais livros no iPhone do que muita gente leu na vida, não vejo problemas.
@brunogdb
Eu não vejo dificuldades
Jean Carlos
Isso fará os jornais e revistas brazukas que proporcionarem conteúdo para o iPad,pelo menos a cobrar um preço mais em conta para o bolso.
Brunno
Se a apple seguir o exemplo da Amazon e perceber (como já deve ter percebido) que vale mais um hardware um pouco mais barato, gerando menos lucro, com uma base forte de potenciais consumidores de aplicativos (livros no caso da amazon), continuará no topo, de vendas e de Lucro.
Brunno
é.. a Apple vai ser a primeira a trazer o "futuro", mídia digital substituindo de verdade a mídia impressa. Pra que jornal? Papel, arvores mortas, entulho e etc se é possível ter tudo num tablet? Sou um entusiasta do android, por ser uma plataforma aberta.. mas enquanto a google está chegando com o software, a apple já o tem e está trazendo os acordos comerciais. Se a apple consegue se beneficiar do projeto de lei brasileiro, e traz iPad 2 a R$1000 (mil dilmas) não terá concorrentes, já que o único android atualmente capaz de concorrer, lá fora chegará custando U$800 (oitocentas obamas !!), o excelente motorola Xoom.
Thássius Veloso
Quando a revista é desenhada especialmente para iPad, é uma experiência bastante agradável. Exceto pela iluminação ativa do iPad, que pode incomodar depois de várias horas de uso.
Rodrigo T.
Multitouch/2 toques pra dar zoom?! :P
Guilherme
Ler uma revista no iPhone deve ser meio estranho, mto pequeno nao?
Thássius Veloso
Certamente vai ser bom para os bolsos da Apple, que vai lucrar com o crescimento dos produtos editoriais digitais. Quem mais você acha que vai se beneficiar com essa novidade?
Gabriel Silva
Isso vai ser bom para muita gente.