Início » Brasil » Brasileiros compraram 100 mil tablets em 2010

Brasileiros compraram 100 mil tablets em 2010

Por
8 anos e meio atrás

O iPad chegou com tudo no ano passado, tornando-se a primeira opção de tablet de 9 em cada 10 geeks do mundo. No Brasil, esse tipo de dispositivo virou um enorme sucesso de vendas, de acordo com um levantamento feito pela IDC, uma empresa de consultoria em informática. Cerca de 100 mil tablets foram vendidos no ano passado, um recorde absoluto (considerando produtos tradicionais e no mercado cinza).

Um dos fatores que alavancaram a venda dos tablets no Brasil foi o preço. Segundo o responsável pelo levantamento, a expectativa era de que esses produtos chegassem ao Brasil custando algo em torno de R$ 2 mil, quando na realidade eles chegaram por aqui com preço na casa dos R$ 1.600. O Galaxy Tab, por exemplo, custa oficialmente os R$ 2 mil, mas cada operadora oferece seus próprios descontos e subsídios, dependendo do plano de dados contratado.

Galaxy Tab desembarcou no Brasil custando R$ 2 mil

Os early adopters, como de costume, correram para as lojas e compraram muitos tablets. No entanto, ainda há falta de familiaridade com es produto. Você, bom geek que é, certamente já teve que explicar para alguém o que é um tablet (ou mais especificamente o que é um iPad). Caso essa barreira fosse vencida, as vendas do produto seriam ainda maiores, prevê a organização.

Instituições de ensino que estão adotando os iPads, slates, tablets e afins como material didático também ajudaram a chegar ao número de 100 mil unidades em 2010. Eu já vi faculdade se comprometendo a emprestar tablet para o aluno, desde que ele assine um termo de compromisso no qual diz que vai devolver o equipamento ao fim do ano letivo. Nas escolas públicas ainda há empréstimos de livros de papel, mas as faculdades privadas estão de olho na alta tecnologia.

Com tamanho sucesso, a previsão para 2011 não poderia ser melhor. O IDC acredita que 300 mil tablets serão vendidos nesse ano que acaba de começar. Com a perspectiva de lançamento do iPad 2, além dos diversos modelos rodando o Android 3.0 (Honeycomb), não fica difícil de acreditar na previsão da organização.

Portanto, meu amigo, vá economizando uns caraminguás. Se não foi no ano passado, será em 2011 que você vai comprar o seu tablet.