Início » Computador Mobile Software » Um iTunes para a todos governar?

Um iTunes para a todos governar?

Apple estaria negociando sincronização automática de músicas no computador, no iPad, no iPod Touch e no iPhone.

Por
7 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Mal o evento da Apple para anunciar o iPad 2 passou, retornam os rumores de futuros lançamentos da companhia. Agora que o assunto tablet está resolvido por pelo menos mais um ano, a empresa parece se focar no mercado de música digital, que sempre foi um negócio bastante forte. Segundo a Bloomberg, a Apple estaria planejando mudar as regras do jogo de música.

E mudar para melhor, devo dizer. A companhia estaria negociando diretamente com a Warner, a EMI, a Sony Music e a Universal Music. Em outras palavras, com as principais gravadoras mundiais, que controlam boa parte dos artistas que realmente importam. O principal desejo da Apple, ao que tudo indica, é facilitar o acesso dos clientes ao iTunes.

Hoje em dia a sincronização das músicas compradas pela iTunes Store depende do cabo USB. Se o dono de um iPod Touch compra uma música no gadget, ele precisa conectar o aparelho para que essa música pipoque no iTunes do computador — tudo isso  para evitar pirataria de música.

Caso o acordo dê certo, a Apple poderia liberar o download imediato de músicas compradas na iTunes sem depender de cabos. Comprou no seu iPad? Automaticamente o iPod Touch recebe a mesma canção, e o mesmo vale para o iTunes do MacBook.

Para que funcione, a sincronização não iria mais depender do computador do usuário. Em vez disso, a Apple ID seria responsável por confirmar a identidade da pessoa e liberar as músicas em todos os dispositivos nos quais ele se logar.

Esse rumor tem tudo a ver com uma recente discussão sobre o MobileMe. Há quem diga que o serviço será gratuito em breve, com a chegada do Mac OS Lion.

Eu discutia hoje sobre esse assunto hoje mais cedo com o @OficialJoao, que manja (quase) tudo de Apple. Ambos chegamos à conclusão de que é razoável supor que o MobileMe faça o backup automático de arquivos, documentos, fotos e vídeos dos dispositivos da Apple e mantenha tudo sincronizado, com cópia na nuvem. Nesse cenário, a possível nova funcionalidade do iTunes cairia como uma luva, melhorando ainda mais a experiência do usuário.

Você concorda conosco? 😛