Início » Aplicativos e Software » Capcom vai doar renda do Street Fighter para vítimas do terremoto no Japão

Capcom vai doar renda do Street Fighter para vítimas do terremoto no Japão

Aplicativo para iPhone teve o preço diminuído para 99 centavos.

Avatar Por

A solidariedade frente aos fatos recentes que abalaram o Japão chegam finalmente à indústria dos jogos. Em uma medida inovadora e interessante, a Capcom vai usar o jogo de Street Figher IV como forma de angariar doações que serão entregues a entidades de caridade japonesas. Para tanto, será preciso comprar o jogo.

Na descrição de Street Fighter IV na App Store nós já temos uma noção de como a situação é dramática. A Capcom diz ser uma empresa japonesa que, desde ontem, iniciou um recolhimento de fundos para a caridade no Japão.

“Nossos mais profundos pensamentos e orações estão com as pessoas vitimadas pelo terremoto no Japão”, diz a mensagem publicada pela empresa. Ela segue afirmando que toda a arrecadação com o jogo na plataforma iOS — ou seja, incluindo iPhone e iPod Touch — no mundo será revertida para entidades de caridade do Japão.

Pancadaria que ajuda (imagem: reprodução/iTunes)

Na rápida busca que eu fiz por outros títulos da produtora na iTunes, descobri que por enquanto somente o Street Fighter teve seu preço diminuído para 99 centavos de dólar, com toda a arrecadação voltada para doação de caridade. De acordo com a Capcom, essa iniciativa começou na terça-feira (15.03) e vai até a próxima terça (22.03).

Download | Street Fighter IV (iTunes – US$ 0,99)

Se você tinha dúvidas de que a pancadaria de Street Fighter algum dia poderia ajudar as pessoas em necessidade, aí está a prova de que tudo é possível. Só não me pergunte se o jogo é bom (a iTunes apresenta 4 estrelas para o jogo).

Sugestão enviada pelo leitor Adriano Belisia. Valeu!

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@brunogdb
E aí Rafael, aprovado?
Vinícius Andrade
ótimo para o Japão, não tão bom para a Capcom. Porém, o gesto é impressionante e até então não foi feito por outras empresas. =]
Leonardo Pacheco
Vou tentar isso, obrigado.
Caio Furtado
Bela iniciativa, vai abalar o povo de lá! *badumtss*
Dr. Tecnologia
Ótima idéia, cada vez mais a Capcom nos surpreende com suas idéias e planos.. isso realmente foi ótimo... usar o lucro de uns dos jogos de luta mais famosos para reverter para as vitimas do japão... olha realmente isso foi demais...parabéns.
Adriano
Na Store Brasileira a (grande) maioria dos jogos não estão disponíveis. Caso você tenha um cartão internacional, você pode criar uma conta na Store da Argentina, por exemplo, onde os jogos estão disponíveis, colocando um endereço da Argentina (com uma busca na internet você acha todos os dados necessários) que o cartão será aceito. Para criar a conta na Store americana, o processo é mais complicado, uma vez que lá seu cartão não será aceito, você então deverá cadastrar um cartão americano ou criar sem cadastrar o cartão, mas deverá comprar iTunes Gift Cards, que custam 10, 15, 25 e 50 dolares. Estes cartões você acha para venda na internet em sites que vendem este tipo de produto e até mesmo no mercado livre.
Leonardo Pacheco
Pena que não tem na appstore brasileira. Se tiver me passem o link por favor, pois não achei
Rafael The Mist
A capacidade de solidariedade do ser humano é o último fio de esperança que eu ainda possuo na humanidade. Com a Internet, esse espírito de auxílio conseguiu aumentar ainda mais. Aqui no Brasil também notamos isso (ainda bem), na ocasião da tragédia na região serrana do Rio de Janeiro. Parabéns a Capcom.
j2k
metáfora na cadeia!! :d hahaha!
j2k
bizarro hahaha!! Pelo que vi na app store está escrito certo: "Earthquake"
@oscher88
"já temos uma noção de coo a situação " como* ?
Thássius Veloso
Verdade, foram vitimadas por um terremoto. O texto foi alterado. Obrigado.
_graes
bem observado.
eltonfabricio
@bcayres O "furacão" foi uma metafora. Quanto SF4 para iPhone sem comentários. Perco uma meia hora por dia jogando.. hehehe!
@bcayres
Cara, as pessoas no Japão não foram vitimadas por um furacão...
Exibir mais comentários