Eduardo Saverin: o natal chegou antes pra ele

Informações levantadas pelo site Business Insider afirmam que o brasileiro Eduardo Saverin, conhecido co-fundador do Facebook e arqui-inimigo de Mark Zuckerberg, vendeu parte de suas ações do Facebook pela bagatela de US$ 500 milhões, ou R$ 830 milhões.

Nascido no Brasil e criado nos EUA, a história de Saverin se tornou conhecida sobretudo por conta do filme A Rede Social, que relata das desventuras da criação do site de relacionamentos e foi bem recebido pela crítica, com direito a concorrer ao Oscar.

Estudante da universidade de Harvard, o rapaz fundou o Facebook ao lado de seu amigo de fé e irmão camarada Mark Zuckerberg, e depois de contratempos arrepiantes ao lado de uma turma da pesada acabou se afastando do antigo colega – não sem antes levar um belo monte de ações da companhia para casa.

Apesar da suposta bolada, Saverin – que atualmente investe em outras startups, como o Qwiki – ainda pode ter nada menos do que US$ 2 bilhões (R$ 3,3 bilhões, ou 0,12 Eikes Batistas, de acordo com o Instituto Tecnoblog de Economia) de ações do Facebook guardadas debaixo de seu colchão. Nada mal.

Atualização às 07:53 | Segundo uma firma que diz representar Eduardo, o rapaz não vendeu 500 milhões de dólares em ações como informa o site. A firma, no entanto, não diz se ele vendeu algumas das suas ações ou qual a quantia que embolsou.

Com informações: Business Insider

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

bruninho11fg@hotmail.com
é so o brasileiro que se fode!!!!
Caio Furtado
Para um brasileiro até que foi esperto... OH WAIT!
Pedro Lima
Ja tinha o myspace e o friendster antes do facebook.
@thomazmaia
MANOOOLOOOO PEGA ESSA GRANA E APROVEITA O BOOM DO FILME!!!!
Ramon Melo
É fato que não vale isso tudo. Aliás, o mercado de redes sociais já vive uma bolha há muitos anos! É questão de tempo até estas empresas atingirem o auge e começarem a quebrar, uma após a outra. O Myspace é o exemplo a ser seguido pelas demais redes sociais.
Kadu
O Facebook pode até valer 50 bilhões hoje, mas esse mercado de redes sociais sempre foi muito instável. A rede que hoje domina, daqui há algum tempo pode sofrer uma migração em massa para outra rede nova que surgir por aí (não estou dizendo que vai acontecer com o Facebook, mas sempre há o risco).
Mrcospw
Se deu bem :)
@jokerss
tenho a mesma linha de pensamento cara..
Breno
Eu sou o único que pensa que o grande vilão da história não foi o Mark. E sim o Parker?! Claro, se baseando no filme.
Alexandre
Tomou um chapeu do legalzissimo Mark Zuca... pelo menos nao saiu de mao abanando... foi dito ha pelo menos 6 meses que ele tinha uns 2bi em acoes, agora entao, com FB se valorizando desse jeito, pelo menos mais 1 bi ele ganhou na brincadeira.
Nephs
0.12 eikes batistas. lajdshflajsdfhalsdjfha prufgndf
Fabio
É o que muitos pensavam antes de surgir qualquer uma dessas redes sociais.
@roneamabile
O Facebook não vale 50 bilhões? acho que há um equívoco aí. Com estimados 500 milhões de usuários, o Sr Zuckerberg tem o maior marketing direto do mundo. Vamos a um exemplo. Quanto você acha que valeria para alguma empresa inserir em escala mundial o seu logo e ou propaganda na página inicial do facebook? E regionalizando? É um valor quase incalculável.
Patrick
O Melhor do tecnoblog são essas falas como: "seu amigo de fé e irmão camarada", "0,12 Eikes Batistas" ou "de ações do Facebook guardadas debaixo de seu colchão" Me divirto lendo isso
@matheusortiz
É só se informar pra saber que o Facebook atualmente realmente vale o que anunciam. E o Zuckerberg não sonha tão baixo, tem visão e alguns planos a médio e longo prazo. A questão é que o Facebook já não é "apenas" uma rede social como muitos se referem. Mas o fato é que o Saverin não precisa mais trabalhar, e creio que nem os filhos, netos e bisnetos dele. :)
Exibir mais comentários