Início » Legislação Mobile Software » Steve Jobs terá que comparecer ao tribunal

Steve Jobs terá que comparecer ao tribunal

Fundador da Apple tem que se explicar sobre tentativa de monopolizar iTunes.

Por
7 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Um caso antigo, envolvendo acusações de tentativa de monopólio, fará com que Steve Jobs compareça aos tribunais americanos. O juiz Howard Lloyd, de San Jose, na Califórnia, determinou que o cofundador e CEO da Apple dê explicações sobre um certo protecionismo em torno da forma como os iDevices recebem músicas digitais.

Jobs fala da iTunes Store britânica em 2004 (foto: Getty Images)

Na convocação, o Meritíssimo deixa muito claro que Steve Jobs deverá responder a “questões limitadas” que versam sobre mudanças no iTunes realizadas de forma compulsória em outubro de 2004. Além disso, Jobs estará obrigado a dar esclarecimentos durante apenas 2 horas, nenhum minuto a mais, sobre as tais mudanças.

Um cliente da iTunes entrou com um processo em 2005, falando em nome dos demais clientes da iTunes, reclamando que a empresa baniu o sistema de venda de música digital da RealNetworks. O serviço havia sido anunciado em julho daquele ano, com direito a compatibilidade total — ainda que contando com DRM — com o iTunes e os iDevices que existiam na época.

Pouco tempo depois (questão de dias), a Apple mudou a forma como a tecnologia FairPlay lidava com os arquivos de música vendidos pela RealNetworks. Resultado: as canções não podiam mais ser adicionada ao iTunes, muito menos aos tocadores de música da maçã.

Para Thomar Slattery, o cliente reclamante, a Apple agiu com o simples interesse de manter seu monopólio. Ao mudar a forma como o FairPlay agia, e depois oferecer uma atualização para o iTunes que foi amplamente instalada, acabou com a concorrência que a RealNetworks poderia oferecer.

“O tribunal acredita que Jobs tem um conhecimento único, não-repetitivo e de primeira qualidade sobre os questionamentos no cerne da disputa sobre software da RealNetworks”, o juiz  escreveu ao justificar a convocação.

Agora só falta saber quando Steve Jobs vai comparecer aos tribunais. Será que ele vai levar uma televisão de alta definição, ligada a um iPad 2, para fazer sua apresentação usando o Keynote? Será que Jobs estará com as tradicionais roupinhas que todos nós conhecemos? São tantas as perguntas sobre essa convocação extraordinária.

Com informações: Bloomberg.