Início » Celular » Vírus para Android se disfarça de programa crackeado

Vírus para Android se disfarça de programa crackeado

Aplicativo avisa para os amigos que o sujeito tentou usar um programa pirateado.

Por
8 anos atrás

Se você é do tipo que compra um celular caríssimo e depois regula a compra de aplicativos que não custam mais de R$ 5,00, é bom ficar esperto. Um vírus recente para Android não só finge ser um aplicativo legítimo crackeado, como também avisa a todos os números da sua lista de contatos que você é um pão-duro….

Batizado como Android.Walkinwat, o vírus pode ser encontrado em diversos sites de download da América do Norte e Ásia, disfarçados como o aplicativo Walk and Text, disponível no Android Market (por apenas R$ 2,54 diga-se de passagem). Ao baixar e tentar instalar o falso aplicativo, uma tela de processamento é exibida, fazendo o usuário pensar que o instalador está crackeando o aplicativo. Mas é aí que começa o pesadelo.

O aplicativo na verdade está pegando diversas informações pessoais, como o IMEI do celular, número de telefone, nome de usuário, além de ler sua lista de contatos. Ao término do processo, o vírus pega essas informações e tenta enviá-las para um site remoto, mas não para por aí. Um SMS é enviado para cada pessoa na sua lista de contatos, dizendo que você é um pirata, e que baixou aplicativos crackeados da internet Em vez de comprá-los na Android Market.

Imagina receber uma SMS dessas de um amigo

Por fim, o vírus exibe uma mensagem, dizendo para você checar sua conta de telefone, e te lembrando que o aplicativo oficial deve ser comprado na loja. Singelo, não?

Ainda se discute se o vírus foi criado pelos autores do Walk and Text; por alguém interessado em causar prejuízos para os autores; ou simplesmente por alguém que não pensou em um programa melhor para enganar as pessoas. Mas isso realmente não importa. O fato é que isso deve servir de alerta para quem pensa que pode simplesmente baixar aplicativos pagos (não importa se para celulares ou para computadores) e usá-los a bel prazer. Sempre pode haver um vírus ou coisa ainda pior. Ou, como diria o He-man: “Não se deixe enganar. A maneira certa é a melhor maneira”.

Com informações: Symantec.

Mais sobre: ,