Início » Mobile » Motorola Atrix é o “smartphone mais poderoso do mundo”

Motorola Atrix é o “smartphone mais poderoso do mundo”

Por
7 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Junto com seu tablet a Motorola Mobility também lançou o seu próximo smartphone com Android, o Atrix. Mas esse modelo específico foi criado para ser bem mais do que mais um Android no oceano de aparelhos. O Atrix é o primeiro celular da Motorola que vem com suporte a um acessório chamado Lapdock, que nada mais é do que uma tela e um teclado unidos no formato de um notebook e que transformam o aparelho em um computador completo. Ele estava disponível hoje e posou para algumas fotos.

Como um celular o Atrix é bastante poderoso, sendo chamado pela Motorola como o mais poderoso smartphone do mundo. Mas com as atualizações constantes de hardware das demais fabricantes, é muito provável que ele perca esse posto bem rápido. Um dos detalhes que me confundiu ao pegar o Atrix na mão foi a ausência de um botão para ligar. Quer dizer, ele existe, mas fica escondido embaixo do leitor de impressões digitais. Esse leitor, aliás, é apenas uma das maneiras de destravar o aparelho: ele também pode ser ativado por código. Fora isso, ele pareceu bem rápido e com uma tela de 4 polegadas que impressiona.

As especificações técnicas do Atrix incluem um processador dual-core de 1 GHz, 1 GB de memória RAM, tela com vidro de Gorilla Glass com resolução de 960 x 540 pixels, câmera traseira de 5 megapixels com capacidade para gravação de vídeos em até 720p, câmera frontal VGA, conectividade Bluetooth, GPS e WiFi. Tudo isso alimentado por uma bateria de 1930 mAh que tem autonomia para mais de 8 horas de conversação direta na rede GSM. Esse gasto deve aumentar consideravelmente quando conectado no Lapdock, mas só depois de alguns testes saberemos ao certo.

O Lapdock, aliás, foi a invenção da Motorola para tirar proveito de todo o poder de processamento do Atrix. Assim que o celular é conectado, o Lapdock vira um laptop completo, você pode navegar, abrir documentos e diversas outras tarefas comuns realizadas por computador. Obviamente não vai servir para renderizar um vídeo, mas ele quebra um galho. O Lapdock tem uma tela de 11 polegadas que exibe até 1366 x 768 pixels, uma entrada USB 2.0 e uma HDMI. Ele está sendo vendido lá fora por US$ 499,00, mas ainda não tem preço definido aqui no Brasil.

O preço do Motorola Atrix vai variar de operadora para operadora, mas como soubemos mais cedo com o vazamento para o Gizmodo Brasil, ele deverá custar R$ 1920,00 desbloqueado pela TIM. E isso já está incluído um dock, dois cabos, um de energia e um HDMI, e também um mini controle, para conectar o celular num monitor ou TV. Ah sim, o Atrix vem com Android 2.2 mas o CEO da Motorola garantiu que ele será atualizado o mais rápido possível.

Se vale à pena pagar isso tudo por um celular Android? Saberemos depois de testá-lo com mais afinco.