Início » Brasil » Sobram 92 mil vagas de emprego em TI no Brasil

Sobram 92 mil vagas de emprego em TI no Brasil

Falta de capacitação e fluência no inglês impedem novas contratações.

Avatar Por

Nós falamos todos os dias aqui sobre tecnologia. Produtos novos são lançados diariamente, serviços bacanas passam por melhorias. Mas quem promove essa mudança? Os profissionais da famosa Tecnologia da Informação (TI), que estão em falta no Brasil. Uma reportagem no Jornal Nacional de ontem mostra que milhares de vagas estão sobrando por aqui.


(Globo.com)

A espera pelos profissionais qualificados é enorme. Tem empresa que contrata estagiário e dá treinamento, a fim de efetivá-lo ao fim do processo. No entanto, o ensino nos cursos ligados a TI ainda é muito fraco. Quando vai bem, os estudantes ainda têm de enfrentar a atualização rápida desse setor.

De acordo com o JN, há 92 mil vagas em Tecnologia da Informação disponíveis atualmente. E o mais curioso é que a tendência é de dobrar esse número em 2 anos. Além de entender de tecnologia, o empregado do setor precisa falar inglês fluentemente, a fim de atender clientes ao redor do mundo.

Se você cogitou entrar nessa área, a hora é agora! Basta estar preparado para aulas e mais aulas de matemática, ciências, química, lógica e por aí vai.

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Almir Martinho Pereira Filho
verdade cara, fora que eu como tecnólogo em TI ninguém me da uma oportunidade!
Dallas Souza Almeida
Isso e só midia pra levar gente pra se capacitar e fazer dinheiro pra faculdades e cursos. E um absurdo. Fui pra mais de 10 selecoes, do nada o pessoal desiste da selecao ou colocam pessoas de dentro da empresa pra ocupar o espaço (analistas, suporte) pra comandar a TI da empresa.
Micheli Menger Ribeiro
realmente, falam que existe muitas vagas ,mas salário é péssimo.
djf.testmail
Isso não existe.
Sergio Luz
Esta "conversa" é antiga... Quem lucra são as faculdades com cursos de TI, bons ou ruins, que vomitam milhares de formados todos os anos no mercado. Um monte de gente boba acredita e paga para ter um pedaço de papel chamado diploma. E todomundo sabe que as empresas querem contratar mão-de-obra barata, rotativa e descartável: estagiários, técnicos nível médio, formados em outras áreas... Além disso na maioria estas vagas são para funções muuuuuuuuuuuuito específicas como "web designer que usa ferramenta tal" (que será demitido logo depois que terminar o serviço...) Ou seja, é inútil ter diploma de graduação se não tiver curso técnico na "ferramenta tal", "certificação tal", experiência no "banco de dados tal". Já recusei "vagas" assim porquê tenho contas a pagar e não sou trouxa de aceitar qualquer ...
@LopesThyago
Boa tarde. Vi essa reportagem quando passou na Globo, e ultimamente me tornei leitor assíduo do Tecnoblog. Relendo essa reportagem, e lendo os comentários, agora fiquei em dúvida. Tenho 15 anos, estou no 2º ano do Ensino Médio. Uqeria fazer uma faculdade de Engenharia da Computação, mas antes, no ano que vem, fazer um curso de Web Designer. Me decepcionei ao saber que trabalhar pra empresar hoje em dia, com relação a essa área, não está valendo a pena. Mas, se for pra ser Freelancer, Engenharia da Computação é bom, ou Ciencia da Computação seria melhor? E, com relação a criação de sites, pra um Freela, fica em média quanto cada site ou a "hora" do freelancer? Abraços ;D
Leandro
Há uma desunião geral na área de TI, nesta simples discussão a varias opniões q no geral são praticamente as mesmas, mas existe essa necessidade de discordar um do outro ou mostrar mais conhecimento q o outro, enfim, as discussões nunca levam a lugar algum. Exemplo o lance da regulamentação.
Gaby Malta
Estou quase desistindo da minha faculdade de Sistemas de Informação.. rsrs' Fui atrás do estágio, mas o pessoal dá MUITA PREFERÊNCIA para homens... Isso é ridículo. Até agora, já entreguei uns 60 currículos, mas não tive retorno. =/
tlima
Concordo plenamente, investem porque o gasto e menor,normalmente funcionarios da propria empresa e que dao os cursos assim os gastos sao menores e a qualidade idem. Agora profissional bem valorizado so se for na google, microsoft e sabendo ate fazer software pra nasa. Estudamos muito e ganhamos pouco fato. Vejo pessoas formadas em ENg Eletrica, Civil e sao analista de sistemas, gerente de projetos so porque fizeram uma especializacao em programacao. Fala serio
3DN4LDO
Chega a ser estranho…pois sou um profissional de TI (me considero uma pessoa qualificada) e estou desempregado. Tenho ido em algumas empresas, mas nada por enquanto. Realmente ver uma materia dessa chega a ser muito #ironico, apesar de que a Educação no Brasil e muito pífia, mas tambem nao precisam exagerar, pois existe sim profissionais qualificados, mas muitas empresas -na maioria dos casos- nao pagam o que devem.
Rodrigo
Isso é ridículo. É tudo balela. Quem é recém-formado aqui sabe o que eu estou falando. Apesar de eu não ser mais recem-formado, eu sei o que se passa no mercado daqui. Só pra vocês terem uma ideia, semana passada eu vi uma vaga de emprego no RJ exigindo um profissional com várias certificações Cisco, inglês fluente, graduado e com 2 anos de experiência de trabalho pra ganhar R$2.500. Um profissional com essa qualidade, não vai querer NUNCA ganhar R$2.500 e ainda mais NO RJ! Meu Deus, e ainda reclamam que não preenchem vagas! Claro que não vão preencher! Um dos empregadores no JN também falou que os salários são comparáveis com os de países de primeiro mundo (na europa e EUA), DUVIDO! Ganhar R$5.000 aqui no Brasil, é diferente de ganhar R$5000 na Inglaterra, por exemplo. Aqui vc precisa pagar um plano de saúde privado pra vc e toda sua familia (pq o publico nao funciona), escola privada para o seu filho (pq a publica nao funciona), etc. No final das contas, ganhar R$3000 no exterior, acaba sendo mais do que ganhar R$5.000 aqui no Brasil.
Jefferson Areias
Ok, esta faltando profissionais de TI no mercado, até ai, beleza, mas real problema é, quando o pessoal resolver contratar eles exigem que o profissional que esta entrando na area seja quase um deus na informática, ok, não há tempo suficiente para ensinar um novato na area, ao menos se desse uma chance e uma força, essa carência no mercado seria resolvido em pouco tempo.
@alessandrolim
Talvez você não tenha entendido bem o que eu quis dizer, o que falei é que pessoas que são boas tecnicamente se cansam de estar numa área sem um plano de carreira bom e migram para a área de gerência de projetos pois acreditam que as oportunidades nessa área são melhores. Quantas vezes já ouvi alguém dizendo "ah não aguento mais trabalhar programando" ou "não quero programar para sempre", porque a impressão que dá é que essas áreas são interessantes pro começo de carreira mas não são valorizadas para uma carreira "vitalícia". E muitas pessoas tem a impressão que na Gerência de Projetos os resultados pessoais ficam mais transparentes para a chefia superior, ou como você mesmo falou fica mais fácil "se vender".
Tonobohn
[comentando atrasado] Somos 4. Não só na área de TI, mas em muitas outras. Empresas reclamam que falta mão-de-obra, mas querem pagar R$ 1.500 por um engenheiro ou advogado formado.
@VictorHugo
Somos 3
@ericfrata
Sabe porque sobra tantas vagas de Pleno, e Senior?... Pq as empresas tem mania de vender td pra ontem e depois sair correndo atrás do profissional, e reclama quando não encontra, ou q alguém sai do projeto..
Evandro Temperini
Hmmm desculpe mas acho que está enganado. Gerência de Projetos exige conhecimentos bem diferentes dos técnicos, adquiridos programando ou criando. Ou seja, o cara se tornar Gerente de Projetos não é uma escolha pra "subir de cargo", mas sim uma escolha de carreira diferenciada, um novo foco de trabalho. Sim, a experiência técnica, sem dúvida, é importante pois agrega conhecimento, mas é diferencial e não obrigatório para seguir carreira em Projetos. E te digo, com certeza e experiência de mercado, que ser Gerente de Projetos não garante um salário maior do que um programador ou diretor de arte plenos. Infelizmente, o que ainda garante bons salários hoje não é seu potencial mas sim saber se vender. Quem nunca teve um chefe falastrão, político e espertinho, e que sabia muito menos? Pois é :D
Evandro Temperini
No meu ponto de vista, só há 3 formas de resolver isso. O problema é que elas forma um ciclo. Então alguém vai ter que começar a girar essa roda :D - Os profissionais realmente precisam deixar de serem micreiros e estudarem, pesquisarem, focarem em algo e se especializarem. Obterem experiência de verdade e sairem do "achismo" e da teoria. E entenderem que estão no mercado pra produzir, gerar retorno para o cliente e não para serem mimados por seus chefes. Precisam ter mais responsabilidade e comprometimento. - As empresas precisam entender que profissionais bem preparados e com tesão pelo que fazem, geram muito mais lucro e por isso devem respeitar, investir e manter esses profissionais. E obviamente uma das formas de fazer isso é pagando mais a eles e dando benefícios decentes. - Os clientes precisam ser mais informados, acompanharem os passos dos projetos e serem educados a valorizarem mais o trabalho de TI, que não é mais tão simples como há pouco tempo atrás. Este trabalho exige cada vez mais pesquisa, experiência e capacitação. A consequencia disso será fatias maiores para investimentos nesta área, pois entender. Um exemplo de que também não fazemos nossa parte como fornecedores? Em quantos lugares em que você trabalhou, discutiam ROI com o cliente? É fato... quem investe quer saber se vai ter retorno. Se não mostramos isso a ele, seremos sempre vistos como investimento secundário, mesmo gerando até mais retorno do que outras áreas. Poderia citar as instituições de ensino. Mas sinceramente, pra mim, são as que menos interferem. O que importa mesmo é sua vontade de correr atrás e testar, errar e aprender... O ensino com sistemas arcáicos dados hoje não formam profissionais, apenas curiosos. PS: Ia citar o inglês também, mas como cobrar isso de gente que não escreve nem o português direito?
Daniel
Pergunta: você é um profissional freelancer e precisa contratar alguém. Você vai pagar bem, vai assinar carteira, vai dar garantias, plano de carreira, boas condições de trabalho? Acho difícil. A vida de empresário não é ficar atrás de uma mesa fumando charuto e explorando mão de obra barata não, é conseguir se manter vivo em um mundo altamente competitivo e inconstante. Concorda?
Tenório
"Tem empresa que contrata estagiário e dá treinamento, a fim de efetivá-lo ao fim do processo." Não sei de onde isso, se eles estão pedindo inclusive experiência NO ESTÁGIO!!!
Rose
eu acredito que realmente exista tantas vagas disponíveis, pois a exigência das empresas as vezes vão além do que uma pessoa comum possa ter, impossibilitando assim o crescimento profissional de muitos.
@alessandrolim
Li todos os comentários e concordo com tudo que foi dito sobre a questão da alta exigências das empresas X a baixa remuneração. Mas faltou um detalhe ser falado aqui também, os planos de carreira de TI nas empresas é praticamente inexistente ou nulo, o que acaba acontecendo é que vemos pessoas que são muito boas tecnicamente se anulando pra serem gerentes de projeto pra ver se conseguem um aumento, porque em 90% (se não for mais) das empresas de TI que temos o indivíduo só "sobe" na carreira se virar gerente de projeto.
Gaby Malta
Do que adianta a gente ser qualificado se não tem regulamentação na nossa área?? País bom é assim. Temos que correr atrás da formalidade das nossas profissões para poder ter um salário digno e pararem de nos explorar. E diga-se de passagem, conseguir estágio na área, pra quem ingressou recentemente na faculdade, mesmo possuindo um ensino técnico anterior, um bom nível de inglês, espanhol fluente e já um histórico de trabalho na área não está fácil. A maioria das empresas exigem que você esteja entre o 3º e 7º semestre. Na minha faculdade, já temos contato com as linguagens de programação logo no primeiro ano, mas o conhecimento fica mofando até alguma empresa te aceitar. Não vejo sobrar vagas igual dizem. ¬¬'
Thássius Veloso
HAHAHAHAHAHAHAHA!!!
Ayanne
Claro que tem vaga sobrando! As empresas querem contratar o Superman pagando um salário de Chapolim Colorado ¬¬
@rbicalho
O SAP é muito caro para uma pessoa simplesmente pagar pelo curso sem usar ou trabalhar no sistema. Normalmente formam-se os profissionais, ao invés de contratar no mercado, não?
@rbicalho
Faltam empresários querendo pagar por profissionais com formação superior, pós-graduação, fluentes em inglês e certificados o que eles realmente valem. O que mais se vê na área é a esperança do profissional bombril, que sabe muito e ganha pouco. Quer um profissional top? Pague o mesmo salário que o Banco Central do Brasil ou a Receita Federal pagam.
carlos
Focam na prática? vc ta falando de tecnologo então. O que mais tem hoje são cursos que foram programadores meia boca, tecnólogos e ainda que se metem a dizer que são pós-graduado (fazem 2 anos de tecnologo e 2 anos de pós graduação senac). Um Bacharel em C.C da um show neles e o sofrem com salário de tecnologo "deixa comigo".
Marcus Vinícius
Nada, absolutamente nada do que a gente aprende na faculdade é inútil. Pra mim a grande realidade é que o mercado está em busca de profissionais de nível técnico. Saber programar é uma qualidade de nível técnico. Não é preciso faculdade, às vezes nem curso técnico, pra isso. Lidar com rede, suporte, etc idem. E o mercado precisa disso, por isso paga salário baixo. Se você fala que as matérias são inúteis, talvez a solução mais sensata seja abandonar a faculdade e aprender o que gosta por conta própria ou buscar algo mais focado e com mais prática, tipo um........ curso técnico!
@fabioeleitedias
Sabe qual problema: Nossa profissão não é regulamentada como advogado, médico, engenheiro civil... A TI está pagando pela não regulamentação da profissão de TI onde as empresas se aproveitam para nivelar nossos salários pra baixo. Não temos um conselho que nos represente e defenda nossos interesses. Eu era contra quando me formei era contra a regulamentação por acreditar que era apenas uma carteira para extorquir nosso dinheiro para fazer festinha de final de ano mas entendo que a TI tem um poder muito maior que imagina e deveras se politizar para reivindicar mudanças em nosso setor. Realmente é dificil esta mudança e tomare que nesta decada pelo menos mude um pouco.
@bramax
É, meu salário diz que não está faltando profissionais no mercado não...
@InglidLoris
Rah! Rolo de rir quando vejo matérias como esta. As empresas reclamam que faltam profissionais qualificados na área de TI, mas quando encontram estes profissionais oferecem um salário compátivel com o de áreas que exigem muito menos qualificação. O camarada se mata pra estudar, certificar, especializar pra no fim um fulano virar e falar: "desculpe mas seu inglês não é tão bom!" Ah sim! Claro! O nível de conhecimento da língua inglesa é mais importante que o quanto realmente sabe sobre a tarefa que irá desempenhar. Bom, lógico, diante da "falta destes exímios profissionais" as empresas "superpreocupadas" e "pensando somente no desenvolvimento intelectual de seus funcionários" oferecem cursos de formação para eles. Ok! OK! Desculpa para não contratar profissionais realmente capacitados pelo valor que estes merecem! Ri mais ainda do cidadão que reclamou que os cursos da área de TI tem grades difíceis. Isto é falta de informação, pessoas que iludidamente iniciam um curso superior pensando na falsa promessa de bons salários sem nem saber a princípio quais os fundamentos deste curso. Pior ainda é quando escuto pessoas dizendo que não aprenderam nada na faculdade. Alguém esqueceu de explicar para estas pessoas que as instituições fornecem as bases do aprendizado, não vai você "meter as caras" e estudar não para ver o que vai te adiantar ter um diploma de nível superior, seja ele de uma faculdade muito boa ou muito ruim. Querem um superprofissional? Ofereçam um salário que compense os anos de estudos, as madrugadas de pesquisas, as marcas de café nos livros, as horas de palestras/congressos/afins. Quer ser este superprofissional? Não seja bom, seja excelente. E não venha reclamar de cálculo, algoritmo, matemática discreta e etc! Se não está disposto a estudar(mesmo que encontre dificuldade e precise de um esforço maior) matérias consideradas difíceis... bem... então uma dica é já começar a considerar outras profissões!
@AdriiianaG_
Quero mais é que sobrem muitas e muitas vagas na área de TI, pois estou no primeiro ano da faculdade, e quando eu terminar, espero que os salários estejam muito melhores. Imagine só que na minha cidade, os sálarios na área são abaixo do ridículo, já que é uma cidade universitária, e para o tamanho da mesma a "demanda" é muito grande!! Vi a matéria no Jornal Nacional, mas... conheço bem como anda o mercado, atualmente trabalho como professora de Informática básica e profissionalizante numa escola de idiomas, e ganho praticamente o DOBRO do que ganharia qualquer outro profissional na área de TI por aqui. Bom até a faxineira de um prédio perto da minha casa ganha bem mais.
@ErkoBridee
A realidade que eu vejo: 1 - sim sobram muitas vagas de TI, eu vejo gente implorando para achar alguém para trabalhar e não se acha, pois estas vagas demandam conhecimentos que não será de 1 ano de atuação na área que o profissional irá ter 2 - sobre os salários, atualmente devido a falta de profissionais, qualificados e com experiência efetiva, contribuem para salários altos para os poucos "gatos pingados" (leia-se profissionais qualificados e com experiência), agora como muito é dito, um profissional com pouca experiência/tempo profissional muito dificilmente irá achar uma oportunidade com um salário alto 3 - sobre a obrigatoriedade do inglês, isto é uma meia verdade, pois não é impeditivo, pelo atual desespero por profissionais que conheçam e dominem as respectivas tecnologias utilizadas no mercado hoje (ambiente corporativo: Plataforma Java e Microsoft .Net), porém é fundamental que o profissional tenha ciência e em mente de que o inglês é o que permitira que se mantenha atualizado, pois toda novidade, artigo, tutorial é publicada em inglês, além de que o domínio do inglês abre portas para atuar em projetos internacionais, sendo que estes pagam os melhores salários em média deixo meus 2 cents
tom
Por um lado ela tem razão, tem muita gente q se diz da área, mas não tem qualificação sufiente, por outro, tem muita gente q manja muito, mas prefere trabalhar pra si a perder seu tempo com o salário mixuruca dessas empresas. Eu trabalho com telefonia, mas ganho mais q o meu salário prestando serviços em TI como free-lance.
Matheus
Olha, se ta faltando eu chego la!!! lol
Caroline
Tem inglês fluente?
Desempregado
Muitos ficam chiando por causa de salário... Peralá, vamos por partes. O que manda o mercado é a demanda vs. oferta. Se o salário é baixo, é porque tem muito profissional de TI por aí. Isso em primeiro lugar. Segundo, se vocês acham que o salário de TI é baixo, outros vão achar justo. O que mais se busca hoje é economia e os donos de empresa vão preferir sempre o cara que não chora tanto salário e não tem tanta experiência do que um cara que se acha a última bolacha do pacote, ultrasaborizado. Sem contar que hoje pipocou faculdades de Ciências da Computação e Sistemas da Informação por aí. TI é uma área aberta, livre, e que muitos aprendem mais por conta própria do que em curso. Sempre vai ter um cara que vai meter as caras e se arriscar para se dar bem em uma empresa. Se reclama do salário, sem se esforçar (não adianta vir falar que se gasta mil contos em um curso especializado, basta não faze-lo que ele abaixa o preço), então vão continuar reclamando. Agora, se quiserem elitizar, fechar a área apenas para satisfazer salários e continuarem sendo os saraivas de TI, tudo bem. Basta eleger ou conversar com um político influente e aprovar as leis para isso. Vocês também fazem o mercado e terão seus clientes. Mas depois não chiem.
Leandro Guilherme de Oliveira
Concordo que está faltando Profissionais nessa área, pois não é uma área facil de se seguir afinal, sempre estão acontecendo mudanças ao nosso redor tudo envolvendo processos tecnológicos muito sofisticaods que se expandem com facilidade ao redor do mundo.
xicocanivete
É pessoal no pais da pirotecnia o bom é ser padeiro porque tá com a mão na massa. Os salários podem chegar a 6.000 reais segundo noticiário da própria globo
Ramon Melo
Se está faltando profissionais, a saída então é oferecer salários baixos? Tem alguma coisa errada na sua lógica, Guilherme! Se a oferta é baixa, as empresas precisam aumentar os salários então, para motivar os profissionais! É lógico que a desistência é alta! Por que estudar computação se em outras áreas dentro das ciências exatas (engenharia civil, química, mecânica e até fora das engenharias, como estatística e atuária) é possível ganhar o dobro do salário com menos esforço? Companhia que paga fortunas para gerentes que não fazem nada e salário de fome para os profissionais que agregam valor à empresa tem que sofrer com a falta de funcionários mesmo!
@thiagone_
Parcialmente correto, no mercado SAP, onde os salarios chegam facilmente aos 20k faltam recursos demais....por exemplo... Nego que fale ingles entao.....temos mais de 20 vagas abertas a meses e nao tem gente!!!
e.ricardo
prefiro não comentar ! :P mas fato salário baixo, e ainda querem um profissional de alto nível fica dificil =/
Guilherme Mac
Não se fazem mais porteiros semi-escravos como antigamente, não é? http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20101002/not_imp618576,0.php
RodrigoKrZ
Além da questão de hora extra, tem gente pensa que a gente não dorme, chamam no nextel ou ligam no celular a qualquer hora, as vezes para resolver coisas simples, as vezes coisas que realmente precisam que a gente intervenha. Outro dia mesmo, me chamaram exatamente a 00:00 no rádio, sendo que entro no trabalho as 8:30, e saio as 18:15 (trabalho 9:45 por dia), e acham que podem reclamar depois se você desliga o rádio. Acham que a gente trabalha o dia inteiro e não tem vida ...
Guilherme Mac
Mas o problema não é esse, é na formação básica. Não se formam profissionais suficiente, por isso não tem gente suficiente para trabalhar. O salário baixo não é exclusividade da área da TI. TI ainda tem um dos maiores salários de todas as profissionais. A média baixa está EM TODAS as categorias. Os salários chegam a ser mais baixos do que lojista e pedreiro (média salarial de pedreiro é R$1400). O Brasil tem falta generalizada de profissionais da área das exatas. Vejam os índices. Computação, por exemplo, é o curso que tem mais desistência no Brasil: http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u546576.shtml
Alvin
Enquanto isso... um porteiro que trabalha na zona sul do rio de janeiro pode tirar até 2K/mensais só para ficar na portaria azarando as cocotinhas patricinhas que moram por ali e abrindo portão.
Alvin
... despreparados e desesperados... LOL
Virgílio
Olá sou de SC/Blumenau, por aqui as empresas maiores geralmente oferecem bastante beneficios e uma média de 1,3k a 1,5 bruto inicial (que dura uns 2 anos se não pedir aumento). Diria que um salário mediano justo para região seria por volta de 2k a 2,5k liquido e mais uns beneficios.. Acho lamentavel a 'exploração' por parte de alguns empregadores, pedem pros funcionários fazeram hora extra, vir nos finais de semana e depois reclamam se o cara pede aumento ou quer sair antes do horário.. Sem conta que o cara tenq fica vendo os patrões trocarem de carro a cada 6 meses, volta a meia viajando na boa.. Não digo que não merecem, mas acho que deveriam ser mais humanos com os funcionários. A principio acho que é mais vantagem em alguns casos trabalhar em empresas menores, geralmente o salário eh bom, o profissional aprende bastante e a chance de se dar bem eh maior, um dos contras seria os beneficios..
Alvin
Salários da área de TI no Brasil são dinheiro de lavadeira, praticamente mão-de-obra escrava. Tenho muitos amigos que migraram para outros países como Portugal, EUA e Chile. Se um cara tiver o mínimo de capacidade de comunicação e souber cativar um bom número de clientes pode muito bem viver trabalhando no conforto de casa com trabalhos freelancer e ganhar muito mais do que numa empresa. Outro dia ri alto ao ler a descrição de uma vaga de emprego. O cara queria um gerente de projeto bilingue, com certificações em gerência de projetos + MBA na área e queria pagar R$4K mensais. Parece insanidade? Pior que tem gente que aceita! Já vi quererem pagar R$2K para desenvolvedor sênior para a web e ainda tiveram coragem de colocar "salário compatível com o mercado.". Incrível, mas parece que a única área que está pagando legal aqui no Brasil é a de Óleo e gás. Maior galera de TI que estudou comigo está fazendo cursos superiores relacionados e "migrando" para essa área. Daqui a pouco viraremos uma Índia da vida, onde um desenvolvedor custa US$ 5,00 a hora. Ops. Já temos isso.
Aline
Ou (como no meu caso), profissionais desesperados em situação de necessidade que aceitam trabalhar por qualquer quantia (já recebi o absurdo de 350 reais em um mês de serviço -- 9 horas diárias -- com diploma de Ciência da Computação em uma faculdade de primeira). Infelizmente, quando em situações desesperadoras (entenda-se dificuldades financeiras), não são todos os que podem se dar ao luxo de esperar um emprego melhor aparecer ou arriscar trabalhar por conta própria. As empresas, obviamente, tiram proveito da situação e, num país onde muitas vezes faltam escrúpulos e vergonha na cara, leva-se o profissional no papo, não é feita qualquer regularização do setor e a exploração cresce em progressão geométrica.
Ricardo
Eu ri. Não viaja, a empresa capacita os funcionarios pq nao quer contratar mao-de-obra especializada no preço que ela vale!
Rafael Costa
O problema dos baixos salários também se deve aos profissionais despreparados que trabalham por pouca remuneração.
@ericfrata
Trabalhava na IBM (empresa descrita na 1a parte do vídeo quando fala que descarta muitos currículos pq do inglês) e não tinha muita experência em nada praticamente, e só com inglês fui contratado.... salário 1k... mas num consegui durar 6 meses.. pq as ofertas q aparecem foram superiores. A questão é como o Rodrigo Fantes tem falado.. as empresas querem é explorar o funcionário, eles mentem no contrato falando que estão pagando um Pleno e contratam Junior, ou ainda até estagiário q ainda recebe o valor de um bolinho ana maria por mês. Eu quando estagiário já recebi menos que o valor da faculdade.. é ridículo, o rejuste foi feito quando aumentário o salário minimo.. um engenheiro qqer tira 1.5k fácil.. pq o babaca de TI tem que ouvir ofertas como essas... já ouvi até R$400,00 pra desenvolvedor PHP ano passado (fui indicar a vaga pra um amigo e fiquei até sem graça).. A verdade da área de TI no Brasil é que tem crescido a base da exploração, e consequentemente criando os funcionários mercenários. Não me incluo fora dessa.
Rafael Costa
Ok Izzy.
Ramon Melo
É sim, Guilherme, o salário do ramo de TI está abaixo da importância deste profissional para a empresa, e bastante abaixo do que o mesmo profissional pode ganhar em outras áreas. Vou dar exemplos do meu círculo pessoal: um engenheiro de computação recém-formado pode ser contratado como analista de nível superior dentro da área (salário: R$3000) ou como analista financeiro num banco (salário: R$5000 + participação acionária na companhia + bonificação semestral se atingir as metas), fiscal da Receita Federal (salário: R$7000 + estabilidade profissional) ou embarcar num mestrado em segurança ocupacional e ser contratado como engenheiro de segurança do trabalho (R$6000 + bonificação anual se atingir as metas). Repare que, para o mesmo profissional, a indústria, o setor financeiro e até o governo oferecem condições incrivelmente mais vantajosas. Por mais que se goste da área, como trabalhar numa empresa que desvaloriza tanto o profissional? O resultado é o que nós vemos todos os dias: profissionais formados desistindo da carreira e buscando outras coisas para fazer.
Jessica
Pessoal, também sou da área e concordo com a falta de valorização do bom profissional de TI. Por isso deixo aqui o apelo para que participem do abaixo-assinado para regulamentarização da profissão: http://www.peticaopublica.com.br/?pi=60707PLS O projeto de lei que trata dessa regulamentação é o PLS 607/07... acho que nem precisaria especificar por saber que os bons pesquisariam antes de acreditar hehehehe
@a5visual
Particularmente,eu acho que o profissioanal de (TI) é bem valorizado sim,temos boas escolas,e ótimos professores. O que falta é interesse! Se não,nem existiam empresas investindo em seus próprios fucionários com cursos de linguas,e capacitação em (TI).O mercado está cada vez mais competitivo,e temos sim boas chances de tirar proveito disso,basta querer,uma empresa,ter que gastar grana capacitando seus próprios funcionários,tem coisa errada é com as pessoas e não com a remuneração paga.
RodrigoKrZ
Exatamente, eu aceito porque não consigo entrar em outra área, então estou continuando com o objetivo de estudar e tentar sair dessa vida de se matar pra ter uma profissão.
Luiz
Pow gente, fala quanto cs ganham ae porque acho que sou um fudido mesmo, hahahah Sou formado em Ciência da Computação desde 2004 (analista de sistemas na carteira de trabalho desde 2005) e ganho menos de 2900 reais líquidos. Vivo fazendo serviços (websites) por fora para ter pelo menos uma vida digna. E olha, sempre procuro outras vagas em outras empresas e sempre acho condição igual pra pior. É decepcionante e quando vc já tem mais de 6 anos de experiencia aí q fica desesperador e frustrante ao mesmo tempo.
Rodrigo Fante
Perfeito, a verdade é que a maioria das pessoas não aceita esse tipo de abuso que a maioria dos profissionais recebem e que muitos chamam de trabalho.
RodrigoKrZ
Eu comecei como "aprendiz", basicamente estagiário, trabalhava 4 dias e tinha um curso no 5° dia, ganhava menos de 400 reais e o contrato era de 6 horas por dia, mas no final das contas geralmente eu trabalhava de 10 a 12 horas (sem pagamento de extra), porque queria (e precisava) aprender para me manter na área. Fui aprendiz por 9 meses (contrato era de 1 ano), fui efetivado, com salário na casa de R$ 900,00, meu salário continua sem alteração, já trabalho na empresa a 2 anos. Creio que saindo daqui consigo algo melhor, mas como sempre, o salário praticamente não vale a pena. E pra conseguir algo que valha realmente a pena, preciso fazer certificações e vários cursos, com a grana que ganho e o tempo que trabalho, é praticamente impossível
RodrigoKrZ
Se o salário fosse melhor, a formação seria melhor. É impossível trabalhar, pagar certificações necessárias e viver normalmente. Todos nós temos contas pra pagar, e ninguém consegue viver só pra pagar dividas, serviços e ainda pagar para estudar, não sobra grana pra nada!
Alexandre
Saiu uma noticia que o desemprego deu uma leve subida nos ultimos meses, o que eh uma paradoxo com o que se encontra no mercado. A verdade eh que estamos na beira de um colapso social de emprego, o que vai emperrar mais ainda o desenvolvimento do pais: educacao! Falta mao de obra especializada, em todos os tipos de mercado. Olha só o numero de gente necessaria em TI hoje. O pior eh que a sociedade nao consegue alcançar a demanda de mercado em tempo e o governo nao investe em educacao... logo logo vai dar bucho e todos nos pagaremos, mais.
RodrigoKrZ
Todo mundo que já trabalha ou trabalhou com TI vê a questão do salario, porque já conhece o mercado, o resto do pessoal não vê, porque acha que paga bem e tudo que tem q fazer é ficar atrás de um PC dando suporte. A questão do salário realmente mata muitas vagas e candidatos, as vagas que realmente pagam bem exigem além da faculdade e um segundo idioma, trocentas certificações que são caras! Se alguém que trabalha com TI não tem salário suficiente pra pagar uma certificação da CISCO pro exemplo, ele jamais vai conseguir se qualificar pra preencher uma vaga melhor. A gente não pode trabalhar com TI só pra pagar cursos, faculdade e certificações! A gente também come, dorme e tem todo o direito de um pouco de lazer! Além da questão de salários baixos e desvalorização do profissional de TI, quase ninguém sabe o quanto a gente trabalha, quase ninguém sabe que a gente faz 3, 4, 5 atendimentos simultâneos. Quase ninguém sabe que enquanto um funcionário de outro setor está em casa com a esposa, descansando, dormindo e etc, vários profissionais de TI estão virando a noite trabalhando para que as coisas estejam funcionando no dia seguinte! Eu mesmo já fiz 36 horas de extra em uma mudança de ativos da empresa, e não foram 36 horas totais em um mês, foram 36 horas DIRETO, com no máximo umas 4 pausas pra um cochilo de 10 minutos, fora as 9 horas de trabalho normal! Isso com um salário que não chega nem a R$ 1000,00. Falar que tem sei la quantas vagas em aberto pra TI todo mundo fala, mas saber exatamente o porque estas vagas estão abertas pouca gente vê! O problema não é só a "falta de formação" ou a falta de um segundo idioma!
Rodrigo Fante
E com salário baixo, mesmo que resolvam o tal problema da educação(que concordo que existe), quem vai querer trabalhar na área? Os poucos qualificados atualmente, quem quer? ou se aceita um salário ofensivo ou trabalha-se por conta própria. Infelizmente a realidade não é boa em nenhuma das pontas, sem salários, sem educação, nada vai melhorar.
minha mae viu ontem e me informo tb, fiz questao de comentar q mesmo estando no ultimo ano da faculdade, ter 4 idiomas , ter trabalhado em 2 multinacionais e ter feito curso tecnico, nao vejo essas vagas e o salario é ridiculamente baixo... tenho medo do meu futuro, o que me deixa muito desanimado.
Guilherme Mac
Respondendo novamente, não é o salário (q é baixo, mas é um dos mais altos se comparado com outras profissões), mas sim a base educacional. Todo e qualquer país com problemas na educação tem problema em profissões na área das exatas e em pesquisas. Isso não é exclusividade brasileira.
Fabiano Arantes
Muito boa essa discussão aqui! Mostra muito mais a realidade do que a reportagem. Essa reportagem só serve pra enganar os jovens indecisos sobre sua carreira profissional, achando que pela grande procura por profissionais de TI terão sucesso financeiro escolhendo TI como sua formação/profissão.
@AntonioVeras
Talvez eles pensem que estão na China.
Júnior Gonçalves
Como é bom ter uma lugar pra comparar opiniões e "ouvir" depoimentos... Realmente a reportagem só mostrou um lado da moeda e se não fosse aqui nos comentários, não saberia da realidade da desvalorização dos porifssionais.
@mosblenarufa
mas ir para o Eua/Canadá pra ficar com um bando de brasileiros e falando português é um desperdicio de dinheiro...
Rodrigo Fante
Aliás, pensando aqui com meus botões conheço pelo menos 4 pessoas ALTAMENTE qualificadas em Goiania, mas todas trabalham por conta própria e nenhuma aceitaria ser empregada por menos de 5k, então, parem de culpar a falta de qualificação e façam um exame de consciência.
Rodrigo Fante
Eu não conheço a realidade de Goiania, portanto seria leviano para mim afirmar que o valor é bom ou ruim. Eu conheço a realidade de Curitiba, esse valor de 2500 é o valor médio/alto que pagam aqui e vou dizer, é um salário baixo para Curitiba se comparado a outras profissões que pedem tanta qualificação quanto TI. Pela informação que você passou, com 2500 só aparecem pessoas com baixa qualificação, tentou por teste, oferecer uma vaga com salário de R$5000,00 e pedindo a mesma qualificação? quer apostar que aparecerá o que você procura? não precisa contratar se não pode, mas faça o teste, vai ver que tem gente qualificada esperando um salário justo, 2500, não considero justo, deveria ser salário base pelo que fazemos.
Rodrigo Fante
Pois é, nem quis comentar a alta carga horária, quando trabalhei em Londres e na Itália(foram 4 anos no total), devo ter feito 4 ou 5 horas extras no máximo! todas pagas! Aqui além de não pagarem, você não é comprometido se não as faz, um absurdo, um abuso.
@thiagoleite
Exato! Esse é o ponto crucial disso. Aposto que a grande maioria aqui de profissionais de TI assim como eu que está empregado em uma empresa da área tem que fazer algum freela para complementar a renda.
Caio Furtado
Peraí, química?
Leandro Rodrigues
Por isso estou largando a Área de TI. Baixos salários e alta carga horária, pouca valorização profissional entre outros problemas. E entre os meus amigos não sou o primeiro.
Adm Karla
Trabalho na administração de uma empresa de TI em Goiânia, e pelo menos aqui estamos com muita dificuldade em encontrar profissionais com qualificação técnica. Estamos com vagas para progamadores PHP abertas há 3 meses e já perdi a conta de quantos currículos e entrevistas foram feitas, mas os caras não tem capacidade e muito menos vontade de se aprimorar, No caso de Goiânia, salário de R$ 2500,00 está acima da média e nem assim acha profissionais que o valham.
@cesar_macari
Ah outra coisa que esqueci de dizer, termino este ano Ciência da Computação, e realmente o ensino é puxado...mas muitas pessoas desistem do curso porque pensam que vão aprender "Formatar máquinas" ou até mesmo "Aprender informática Word,Excel", mas logo de cara começam com Cálculo Diferencial Integral, ou Álgebra linear, Física :P Obs.: Minha turma começou com aproximadamente 40 pessoas, agora no último ano estamos em apenas 12 pessoas. É não é fácil não ;)
Hawk
Sobram vagas, porque o profissional é mal e porcamente remunerado.
Paulo Henrique Menzinger
somos 2
@cesar_macari
É igual a matéria sobre Engenheiros, aqui no Brasil dizem que falta mão de obra qualificada, que na minha opinião é falta de oferecer um salário decente isto sim, a maioria dos engenheiros que realmente são bons estão saindo do Brasil por causa disto. Voltando ao assunto de TI, existem vagas, isso todo mundo sabe...mas além das empresas exigirem que você saiba fazer 1001 coisas ( um verdadeiro bombril), querem pagar no máximo R$ 2.000,00...(quando pagam). Sinceramente TI não é valorizado!
@fnazarios
Sou analista de sistemas e formado em Gestão de TI. E uma coisa posso dizer com propriedade: A area de desenvolvimento de software, não paga o valor digno do que é solicitado de conhecimento nas empresas. E contratação PJ não entra nessa contagem.
Rodrigo Fante
Me desculpe, mas não é verdade, não acredite em pesquisas onde os donos de empresas são a fonte da informação. Se você olhar as ofertas em qualquer site de emprego vai ver que o salário inicial normalmente beira o salário mínimo, eu sei, 10 anos atrás eu recebi meu salário mínimo também quando iniciava na profissão, minha reclamação não é apenas sobre o salário inicial, mas principalmente sobre o salário de quem é mais qualificado e já atua por anos no mercado, ganham o que deveria ser o salário inicial da profissão.
@tkabrahams
Tentarei vestibular na Universidade Estadual da minha cidade, para o curso de Informática. Quem sabe eu serei, mais pra frente, um desses caras que são procurados pelas empresas, com bons salários e capacitação.
Rodrigo Fante
Exatamente, até porque se o salário fosse MUITO BOM, estaria pipocando de gente se formando para trabalhar na área, não é o que vejo. O aprendizado é dificil? é! Temos problemas de ensino? temos. Falta mão de obra qualificada? falta sim. Mas quando falta mão de obra, qual o caminho natural? oferecer mais para conseguir mais gente de outras áreas a se interessar pela sua, mas não é o que acontece. O que acontece é que reduzem ainda mais o salário já baixo e oferecer para gente que nunca teve contato com a coisa só para poder explorar. E depois ficam chorando que precisam treinar porque falta mão de obra. Repito, falta mão de obra, mas não tanto quanto falam, muito disso é simples falta de salários bons para empregar os milhares que como eu estão comendo pelas beiradas.
@Cobalto
Justamente o que vim comentar. Querem profissional extremamente qualificado e pagar em bala de hortelã, fica complicado pra eles mesmo.
Ramon Melo
Por mim, espero que continue faltando mesmo. Quando passarem a valorizar o profissional de TI, começaremos a ver mudanças por aqui.
Ramon Melo
O problema é o salário mesmo, Guilherme. Já vi companhias contratando programadores por R$1600 e analistas de nível superior por R$3000, ambas requerendo experiência, fluência em 3 línguas e diversos conhecimentos envolvendo linguagens de computação e ambientes computacionais, enquanto vagas para administradores, advogados e profissionais de segurança do trabalho ultrapassavam R$6000, exigindo apenas 2 ou 3 anos de experiência no mercado. A questão é: se eu posso ganhar o dobro do salário com menos esforço em outra área, por que seguir na TI? É por isso que vários dos meus colegas foram trabalhar em bancos, empresas de consultoria e em posições administrativas, as exigências e a demanda por atualização são menores e o salário, bastante superior.
Ramon Melo
Falou tudo, Rodrigo. Querem empregados? Então, paguem um salário decente.
Ramon Melo
A culpa não é só do ensino público não, os alunos têm de criar consciência que o ensino é uma porcaria e correr atrás por si mesmos. Esperar uma solução cair do céu é que não dá. E, pelo que eu vejo, não existe diferença significativa de aproveitamento entre os alunos oriundos de escolas públicas e os de particulares. Criou-se no País e ideia de que o ensino privado é bom e o público, ruim, quando, na verdade, os dois são uma porcaria. A única vantagem do ensino privado era proteger as crianças do convívio com a marginalidade, mas essa diferença não existe mais. Hoje em dia, o que não falta é traficante de drogas disfarçado de estudante de ensino médio por aí.
Ramon Melo
Onde eu faço são duas matérias de química só, sendo uma experimental. Ninguém desiste do curso por causa disso. O problema maior, na minha opinião, é que os cursos brasileiros focam-se muito na prática (200 mil linguagens de programação) e pouco na teoria (algoritmos, lógica de programação, engenharia de software, estruturas de dados). Num curso normal de tecnologia, em média 30% do que se estuda já é obsoleto no instante em que o aluno conclui o curso, e 70% o será 5 anos depois. Na TI, a tendência de obsolescência é ainda maior, motivo pelo qual as faculdades deveriam ensinar o aluno a pensar e não apenas a fazer.
@nelson_integra
Suporte é a base da pirâmide. Com certeza, há muitas vagas.
Rafael Costa
Butthurt forte.
Michael Felipe
Eu amo tecnologia, quero trabalhar nessa área e após ver essa reportagem me motivei para concluir meu curso de inglês que até duas semanas atrás eu quiz abandonar. Valeu Thássius Veloso
Gabriel Bemfica
Isso inclui profissionais de suporte? Tiop, acabei de me candidatar a um estágio nessa área, mas não tenho experiência com suporte corporativo. Se os caras me contratarem mesmo assim, e resolverem me treinar, t0r0x.
Guilherme Mac
Não disse que o salário era alto, muito pelo contrário. O que eu disse que o salário inicial dos profissionais de tecnologia são um dos mais altos. Como eu disse, beiram o ridículo. Se for comparar salários de vendedor de loja, até pedreiro, são mais altos do que profissões que requerem nível superior (veja o salário de um fisioterapeuta, ou de quem acabou de se formar em Direito). A questão da falta de pessoal na área é outra. Vem da estrutura do ensino no Brasil. Isso afeta não só a área da tecnologia, mas todas as outras ciências altamente especializadas. A falta de pessoal qualificado afeta todas as áreas essenciais da ciência.
@gustavodev
Lógico que sobra, a empresa quer mão-de-obra top de linha a preço baixo, além de não se preocupar em treinar o profissional para suas necessidades, temendo que ele absorva todo o conhecimento e saia da empresa de uma hora para outra. Tem também a conversa da alta carga tributária, mas muitos se esquecem de que os impostos são altos porque há mais sonegadores que pagadores.
Rodrigo Fante
Bom eu conheço muita gente como eu que ou mudou de profissão ou foi trabalhar "por conta" porque os salários são baixos, mas deve ser ilusão. Estava vendo aqui umas ofertas no jornal no final de semana, garçom, exigência: experiência de 2 anos. Programador Web: PHP/MySQL/HTML/CSS/Javascript/jQuery/.NET/SEO - 1800,00 Se isso é salário bom, vou virar garçom. Pedindo isso tudo ai, se não oferecer no mínimo 5k mando se fuder na hora.
Exibir mais comentários