Início » Internet » Idosos são processados por compartilhar música na Suécia

Idosos são processados por compartilhar música na Suécia

Por
8 anos atrás

Dois suecos de 60 anos de idade estão sendo processados pelo braço nórdico da Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI, na sigla em inglês) por compartilharem cerca de 3 mil músicas pelo serviço Direct Connect. O “crime” aconteceu em meados de 2009 e uma vez que se encontraram com a pesada mão da lei os sujeitos admitiram que cometeram “violações de direitos autorais” através do programa.

Antigo porto seguro de serviços como o Pirate Bay e país sede do famoso Partido Pirata, nos últimos anos a Suécia vem cedendo às pressões internacionais para endurecer suas leis de contra o compartilhamento de arquivos protegidos na rede.

De acordo com o site DN.se, desde 2008 dois promotores trabalham em tempo integral para investigar casos relacionados com o compartilhamento de arquivos. Como lembra o site TorrentFreak, serviços como o Direct Connect “deixam seus usuários vulneráveis à acusações de violações em massa, já que todo seu conteúdo compartilhado pode ser acessado a partir de um único local”.

Os julgamentos dos homens deverão acontecer em breve e caso sejam condenados poderão ir para a cadeia. De acordo com o promotor Henrik Rasmussen, responsável pela abertura do caso, os processos por compartilhamento de arquivos ainda são raros na Suécia por serem difíceis de serem investigados, mas ele diz que “a quantidade de ações deverá aumentar gradativamente nos próximos anos”, completa.