Início » Brasil Telecom » Banda larga da GVT pode chegar a São Paulo somente em 2012

Banda larga da GVT pode chegar a São Paulo somente em 2012

Por
7 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A GVT tem excelentes motivos para comemorar a sua atuação no mercado de banda larga no ano passado. Como nos informa o Gizmodo Brasil, durante o período a empresa teve uma expansão de 53% em sua base de assinantes no período (a Telefônica cresceu 20%, enquanto a Oi amargou uma ampliação de apenas 3,7%). Essa é a boa notícia; a má notícia é que a chegada da GVT na maior cidade brasileira — São Paulo — vai atrasar ainda mais.

Não é de agora que temos suspeitado da demora da GVT em iniciar suas operações na capital paulista. Lembro de ter publicado uma nota em março desse ano relatando sobre os atrasos. Acredite se quiser, a situação da GVT continua empacada. De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, ocorreu um desentendimento entre a administração municipal e a operadora de telecomunicações.

Se "feliz é quem tem", paulistanos ficarão infelizes pelo menos até o próximo ano

Com tantos atrasos, o presidente da empresa, Amos Genish, informou durante a apresentação de resultados que é “mais realista considerarmos que o lançamento ficou para o ano que vem”.

A principal dificuldade vem da necessidade de obter licenças junto à prefeitura para instalar a rede da GVT em São Paulo. São 300 obras de construção civil, para as quais não houve qualquer resposta, de acordo com o presidente da empresa.

Por sua vez, a prefeitura diz que as licenças não foram emitidas por motivo simples: a GVT quer instalar seu cabeamento por via aérea, nos postes e afins, mesmo com a legislação municipal proibindo esse tipo de prática — as futuras redes devem ser subterrâneas.

Meio que respondendo a prefeitura, a GVT diz que apoia a instalação de uma rede subterrânea, mas com o apoio das demais operadoras nesse processo.

Enquanto isso, os paulistanos ficam sem opção de contratar os serviços da GVT, que oferece a velocidade média de conexão mais rápida do mercado. Seus 9,13 Mbps estão bem acima da média dos consumidores brasileiros, que é de 1,3 Mbps.