Início » Gadgets » Kingmax mostra o primeiro cartão microSD de 64GB

Kingmax mostra o primeiro cartão microSD de 64GB

Avatar Por

Por ser pequeno e ao mesmo tempo permitir um grande espaço de armazenamento, o padrão microSD de cartões de memória já é amplamente adotado por diversas fabricantes de celulares (dentre outras) hoje em dia. Então é natural que aconteçam evoluções nessa área. A Kingmax, uma das empresa fabricantes de cartões, anunciou hoje uma dessas evoluções. Usando algo que pode ser a combinação de miniaturização e mágica, eles conseguiram espremer 64GB em um cartão microSD.

Ele usa o padrão SDXC, então apenas os gadgets compatíveis com essa tecnologia vão conseguir ler ou escrever no cartão. Ele é, aliás, um microSD de Classe 6, que garante velocidades de leitura de 48 MB/s e escrita em torno dos 6 MB/s.

Além disso o cartão também vem com tecnologia de ECC, que corrige automaticamente erros durante a transmissão de dados. E todos os cartões microSD da empresa contam com um algorítimo que distribui igualmente os dados entre todas as áreas do cartão e aumenta a vida útil.

A fabricante não revelou quando ele começa a ser vendido ou seu preço, mas vai dar garantia vitalícia para todos os cartões do tipo.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Thiago Sabaia
é até engraçado ler essas noticias antigas
@GabrielAquinoCS
Agora sim coloco todas as minhas musicas no meu Celu tenho 32GB e num ta aguentando mais.....
pedro
é meu sonho de consumo,mas provavelmente teria que comprar um celular que aceitasse,o que seria muito caro.
Caio Furtado
iPhone de gordo is gordo
Jairo
Vamos torcer para que nos próximos 2 anos talvez, os consumidores tenham no mercado dispositivos capazes de ter um casamento perfeito entre cartões de classes altas e suas interfaces, porque por enquanto esses números são meramente para testes de laboratório...
Jairo
Seu N73 decodificava um MP3 com seu processador ARM 9 tranquilamente e sem engasgos coisa que seu 486 com aquele processador enorme não conseguia fazer sem dar umas picotadas... (Eu tive ambos)
@marcoc2
Tenho quase certeza que os Xing-Lings não suportam essa tecnologia (SDXC) e quase certeza que ainda vão demorar um tempo pra implementarem.
Gabriel Bemfica
Bem altas. Como o GS é um aparelho top de linha (ao menos era quando foi lançado, hoje é quase top), e como ele é compatível com SDXC (caso contrário, não suportaria 32 GB), o máximo que pode acontecer é uma demora para ele abrir pastas com muitos arquivos em gerenciadores de arquivos. O processador poderia talvez ser um limitante (não conseguir ler todas as informações no cartão num tempo hábil), mas, no caso do Galaxy S com seu 1 GHz, isso com certeza não será problema.
C. Emanuel Laguna Jr
Existe diferença entre letra maiúscula e letra minúscula, por incrível que pareça. ;-)
Jairo
Nesse ponto que quero tocar !... não é porque seu dispositivo é compatível com determinado padrão que ele vai usurfrir de toda capacidade de um cartão com classes altas ! A realidade é diferente da teoria ! Seja por questão de buffers ou outros a realidade e diferente da teoria ! FATO !
Jairo
Amigão o dia que vc tiver 100 Teras vc vai dar um jeito de ocupar tudo... pode ter certeza ! lembre-se que 10 megas em um passado remoto eram números pomposos !
Zeocara
Desculpe, mbps não e milibit. E sim mega BITS por segundo. Lembrando que 1byte=8bits, portanto 480mbps = 60 MegaBYTES por segundo
Zeocara
A maioria das câmeras q não sentem esse problema é pq possuem buffer interno pra não sofrer um lag. Mas experimenta gravar um vídeo dm full HD num class 4 e vai notar a falta que maior velocidade trás, ou seja, perda de quadros.
Vinicius Kinas
No PC eu tenho 37GB de músicas. Mas não coloco (quase) todas no celular pq não vejo sentido.
RodrigoKrZ
Exatamente! É a mesma coisa que ver na americanas.com que um pen drive USB 2.0 pode chegar a 480mbps, quando na verdade é raro a gravação chegar a 10 e a leitura passar de 25
Exibir mais comentários