Início » Celular » Google quer ser o substituto para a sua carteira

Google quer ser o substituto para a sua carteira

Empresa demonstra Google Wallet, sistema de pagamentos baseado em NFC.

AvatarPor

Bem que a gente desconfiou: a tecnologia NFC embutida no Google Nexus S não está lá por acaso. O gigante das buscas anunciou nessa quinta-feira o ambicioso desejo de se tornar a próxima carteira (de dinheiro mesmo) dos usuários de smartphones. Para tanto, pretende usar e abusar da plataforma Android.

Em um evento em seu escritório em Nova York, o Google reuniu parceiros importantes do segmento financeiro para demonstrar o Google Wallet (Google Carteira, em tradução livre). Trata-se de um aplicativo que utiliza o sensor de proximidade NFC para realizar pagamentos em estabelecimentos comerciais, tomando lugar do dinheiro vivo e também do cartão de crédito.

Google Wallet (imagem: Google)

De acordo com informações fornecidas pelo Google, o Google Wallet vai funcionar como um PayPal, que ainda depende dos cartões de crédito convencionais. Depois de cadastrá-los no serviço (o que envolve todas as verificações de segurança), o smartphone será usado para efetuar os pagamentos. Com um toque na tela, se depender da empresa.

“O Google Wallet é parte fundamental do nosso esforço corrente para alavancar as compras tanto para os comerciantes como para os consumidores”, escreveu a empresa. A parte de alavancar as compras para consumidores fica por conta das inúmeras possibilidades de ofertas especiais que o serviço permite. Por exemplo, clientes que foram tantas vezes no mesmo estabelecimento poderiam facilmente ganhar descontos em produtos específicos. O céu é o limite, por assim dizer.

O pagamento com Google Wallet será baseado no Citi Mastercard ou no cartão pré-pago do Google, que será oferecido de modo avulso para os clientes interessados. Num futuro próximo, todos os cartões MasterCard devem ser aceitos pelo serviço.

Para usar o Google Wallet, é necessário que o estabelecimento tenha um equipamento específico leitor de NFC, que é produzido nos Estados Unidos pela First Data Corp. Entre os parceiros do Google nessa empreitada está a rede de lanchonetes Subway e Macy’s e a loja de departamentos American Eagle Outfitters.

Há promessas de liberar APIs para desenvolvedores que queiram fazer uso do Google Wallet, bem como construir um ecossistema aberto de comércio. O Google também prometeu liberar o Wallet para outros aparelhos em breve.

Visa

A investida do Google no comércio baseado em tecnologia é grandiosa e merece o nosso aplauso. Cabe lembrar que a Visa também tem feito testes relacionados ao NFC. A empresa de cartões de crédito iniciou um programa piloto — também na cidade de Nova York, veja que coincidência — no qual clientes pagam o metrô simplesmente aproximando o smartphone do leitor NFC.

Assista abaixo ao vídeo que demonstra a funcionalidade.


(YouTube)

Até onde sei, a tecnologia da Visa para NFC depende do iPhone e um chip próprio para isso.

Comentários

Envie uma pergunta