Início » Internet » Ex-funcionário diz que Google tem infra-estrutura obsoleta

Ex-funcionário diz que Google tem infra-estrutura obsoleta

Avatar Por

Um ex-engenheiro do Google publicou ontem em seu blog pessoal os motivos que o fizeram pedir demissão do gigante da web, alegando, entre outras razões para sua saída, que a empresa tem “estrutura obsoleta”.

“A infra-estrutura de software escalável de que o Google tanto se gaba em ter é obsoleta”, escreveu o engenheiro Dhanji R. Prasanna, que até mês passado era membro da equipe responsável pela manutenção do finado Google Wave e criador da interface do Google Instant.

Depois de arranhar a fama de modernete da gigante da web, ele continua: “Não me interpretem mal, seu hardware e centro de dados são seguramente os melhores do mundo e até onde eu sei ninguém está perto de equiparar-se a eles. Mas os programas que rodam sobre essas máquinas têm mais de 10 anos, projetados para a construção de sistemas de busca e indexadores, e eles estão verdadeiramente envelhecidos”, diz.

Na visão de Prasanna, esse envelhecimento aconteceu porque os programas do Google foram concebidos por “engenheiros isolados num vácuo e não por desenvolvedores que têm necessidades por ferramentas”, diz.

Outro motivo apresentado pelo engenheiro para abandonar o barco foi o excesso de competitividade dentro dos prédios da companhia: “Como toda grande empresa o Google costuma recompensar seus funcionários a partir de análises de seu desempenho. Isso num primeiro momento parece ser bom, mas quando se é um hacker de coração como eu, pode ser uma sentença de morte. Muitas vezes é mais importante demarcar seu território e defendê-lo do que de fato fazer o que é necessário para concluir um trabalho. Isso significa que que trabalhar em pesquisa, desenvolvimento, APIs de interface com o usuário e desempenho, sem deixar nada para trás, pode ser algo ruim para sua carreira", encerra.

Com informações ReadWriteWeb.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Renato Mendes
Erick404 - "Depende. Um chefe preocupado em melhorar o trabalho, como se espera da Google, está aberto para ouvir críticas." Um chefe é um chefe em qualquer lugar do mundo, não acredite em tudo o que lê na internet.
Breno Caldeira
Um ex-colega meu criticou a sua coordenadora. Dou um doce para quem adivinhar o que aconteceu com ele :D Além disso, aqui na empresa tem avaliação de desempenho. Puuts! Como sou contra isto, parece mais uma guerra de exibicionismo e egoísmo. Mas o engraçado é que a empresa incentiva o trabalho em equipe, mas faz avaliações individuais >:] Curiosidade: aquele meu ex-colega que foi mandado embora por ter feito uma crítica construtiva à coordenadora, foi mandado embora na parte da manhã de um dia qualquer. No mesmo dia uma outra empresa ligou para ele para trabalhar lá. Ou seja, além de receber tooodos aqueles benefícios de quem é mandado embora, ele já garantiu um novo emprego no mesmo dia. E o bacana, é que até hoje essa empresa não sabe q ele estava desempregado :D
Almy
Cada caso é um caso, eles podem desenvolver sistemas simples pra prefeitura que rodam micros mais modestos ainda e estarem dominando o mercado deles, e dando de lavada nos concorrentes.
Almy
Se o cara tivesse se demitido..eu ate acharia que é recalque...mas se a parada foi tao tensa a ponto do proprio chegar e falar:nao aguento mais to fora...aí sao outros 500 mesmo.
Erick404
Amigo, acho que vc não leu a notícia direito... ele não foi demitido, mas pediu demissão.
Erick404
Depende. Um chefe preocupado em melhorar o trabalho, como se espera da Google, está aberto para ouvir críticas.
Flavio
Quanto a "competitividade" esta pode ser saudável. Depende do tom que cada pessoa vai dar ao seu trabalho competitivo (vai se estressar ou vai usar a competitividade a seu favor). Quanto a infra-estrutura, se for assim, que o Google ouça as críticas e procure melhorá-la.
Turdin
Windows xp com Ie 6 já foi provado que sim, o 2000 n sei...
Renato Mendes
Provavelmente seus concorrentes estão ganhando de lavada em vocês. já ouviram falar em java? se sim então seus 512 de RAM vão pro saco rapidinho.E a produtividade deve andar lá embaixo.
Renato Mendes
Por mais de dez anos? Muita coisa muda em dez anos. Acho que você anda lendo os livros errados.
Renato Mendes
Fala isso pro teu patrão pra ver...aí voce sabe a resposta.
RodrigoKrZ
Ou... "Quero ser revolucionária e consigo com o que tenho agora... quando for necessário, eu troco..."
@hfa2010
"os motivos que o fizeram pedir demissão do gigante da web" ELE SE DEMITIU...
@hfa2010
acho que vc fez reply errado....;|
Kowalski
Será que o Google usa Windows 2000 e navega na Internet com o Internet Explorer 6??? :D
Pedro
Cara, se ele fazia parte da equipe responsável pelo Google Wave, fizeram bem em despedí-lo. A falação é pura dor de cotovelo.
Thiago Sabaia
:P
Gaba
Limitações meu caro!! Se eu só jogo paciência e descubro um Crysis vou querer atualizar meu Pentium 4... em outras palavras se a Google realmente não pensa em disponibilizar serviços que não precisam de uma atualização de software então tudo bem... mas isso seria dizer: "Eu não quero mais ser revolucionária"
Hugo Antunes
Se fosse mesmo verdade isso com uma estrutura assim como ele diz e eles estão aonde estão hoje imagina se fosse mais avançada!
@danielneves
Pq ele não falou sobre isso antes então? O único motivo é mesmo que ele tá com raiva do Google ou algo do tipo.
Miguel
É exatamente como dizem. Estagio em uma empresa de TI e praticamente 90% dos funcionários utilizam PCs com Pentium 4, 512 de RAM e monitores de tubo. Os PCs usam Win XP e dão de sobra p/ o que agente faz aqui. De fato eu trabalho com Delphi 7! E também lembre-se que trocar de PCs e software é caro, bem caro.
gsctt
É fácil destruir argumentos atacando a pessoa que os utilizou. Analisemos o posicionamento dele, portanto, sem nos importar com os motivos que o levaram a sustentá-lo.
ricardo
Quando ele diz "infraestrutura de software obsoleta", provavelmente desconhece o fato de que as empresas procuram não atualizar com muita frequência seus sistemas. E isso não é por descuido, mas para evitar bugs e falhas de segurança comuns em programas novos que ainda não foram suficientemente testados. Resumindo, não é comum que grandes empresas atualizem constantemente seus sistemas, mantendo assim programas que garantidamente funcionam. É a política do "não trocar o certo pelo duvidoso" e do "não mexer em time que está ganhando".
Rodrigo
Google: "Desculpe, mas a diretoria chegou à conclusão que seu talento não se encaixa no perfil da empresa." Ex-funcionário: "Mas e o Google Wave? Eu dei minha vida por esse projeto. Vocês não compreendem. Ele era genial!" Google: "Não se preocupe, temos certeza de que logo vai encontrar um bom emprego. Agora assine aqui" Ex-funcionário: "Vocês não podem fazer isso!" Google: "Guarda, acompanhe o cidadão até a porta". Ex-funcionário: "Malditos, eu me vingarei! Vocês vão se arrepender de ouvir meu nome de novo!!!"
RodrigoKrZ
Digamos que a infra-estrutura de software realmente seja obsoleta (ao julgar do ex-funcionário),se com uma infra-estrutura obsoleta o Google consegue dominar e criar tantas coisas assim, imaginem com uma infra atual... E, se o que eles tem está dando conta, e com certeza vai dar conta por um tempo determinado pela equipe do Google, se eles julgarem que não precisarão de melhorias em um certo tempo sem ser prejudicados, pra que eles fariam melhorias, as quais eles devem julgar desnecessárias??? Do meu ponto de vista é a mesma coisa que ter um Pentium 4 pra jogar paciência no windows XP... pra que trocar o P4 por um i5 com 8 gb de ram, VGA com 2 gb gddr5 e Windows 7, sendo que você vai continuar jogando apenas paciência???
André Luis Pereira dos Santos
Parece, em um primeiro momento, bastante tendencioso e antiético, vindo de alguém que acabou de sair da companhia. Nada pior que um ex-funcionário falando mal de uma empresa, publicamente, logo após sair dela.
Rardgi
Eu iria chama-lo de um "ex recalcado", mas as suas ponderações me fizeram repensar. Isso é no mínimo curioso...