Início » Web » Crescimento do Facebook cai nos EUA mas sobe no Brasil

Crescimento do Facebook cai nos EUA mas sobe no Brasil

Por
7 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Faz algum tempo que o Facebook passou a marca de 500 milhões de usuários registrados no site. A grande maioria deles está cadastrado nos EUA, origem de maior quantidade de tráfego da rede social. Mas de acordo com a pesquisa liberada pela empresa de métricas Inside Facebook esse cenário está começando a mudar.

Desde o mês passado o número de novos usuários norte-americanos cadastrados no Facebook, o que inclui não só os EUA como o Canadá também, caiu significativamente. Enquanto isso, países da América Latina, em especial o Brasil e o México, estão entre os que mais crescem na rede social.

Dados do Inside Facebook já apontavam que o declínio de usuários ativos no site estava acontecendo, mas foi apenas no mês passado que esse número passou a ser expressivo. No mês de maio o número de usuários cadastrados nos EUA e Canadá em conjunto caiu em 7,62 milhões. Os EUA agora contam com 149 milhões de usuários, enquanto que o Canadá está com seus 16,6 milhões.

No mesmo período pouco mais de 1,9 milhão de membros se cadastraram a partir do Brasil, que agora tem 19 milhões de usuários na rede. Isso representa um crescimento de 10% em relação ao mês anterior, o maior dentre todos os demais países no mesmo período. Em segundo lugar ficam o México, com crescimento de 7,6%, e a Tailândia, com aumento de 7,1% nos novos usuários na rede social. No mês passado, o Brasil ficou ocupou o quarto lugar nessa tabela, com 1,8% de crescimento.

A história do orkut se repete?

Os que já estavam surfando a grande rede em meados de 2004 vão perceber a repetição de uma tendência aqui. No ano em que foi lançado o Orkut passou um bom tempo tendo nos EUA a sua maior fonte de tráfego e a maior base de usuários. Mas com o passar dos anos isso foi mudando ao ponto que os usuários americanos foram deixando o site e os brasileiros e indianos foram chegando e dominando a audiência.

Seria esse um possível Deja vu? Ou o Facebook é importante demais para que os usuários americanos abandonem, como fizeram com o orkut? Eu não acho que veremos uma ‘êxodo social’ como aconteceu com a rede social do Google, até porque a diferença entre a base de usuários dos EUA e do Brasil ainda é grande. Mas o crescimento expressivo indica que os brasileiros já notaram que ela existe.

Se isso é bom ou ruim, só veremos com o passar do tempo.

Facebook não confirma nem nega dados

Vale lembrar que esses não são dados oficiais do Facebook. O Inside Facebook Gold utiliza métricas próprias para analisar dados de tráfego e usuários cadastrados no site e que nem sempre são comentadas oficialmente pela rede social. Mas como muitas vezes eles batem com a realidade mostrada na rede, a empresa ganhou crédito por ter métodos bem precisos. Ainda assim, não foi diferente dessa vez: o Facebook não quis comentar os números quando questionado.

Os poucos dados que a empresa revelam oficialmente na sua página de estatísticas são menos do que precisos. Na página de estatísticas o Facebook diz que tem mais de 500 milhões de usuários ativos, metade deles fazem login na rede social todos os dias, a média de amigos de cada perfil é 130 e todos eles gastam pouco mais de 700 bilhões de minutos por mês no site.

Mais sobre: , , ,