Início » Computador » Lion poderá ser iniciado rodando apenas o Safari

Lion poderá ser iniciado rodando apenas o Safari

Por
8 anos atrás

A Apple trabalha em uma arma secreta para pegar ladrões que por ventura subtraiam seus equipamentos. Não que Steve Jobs e sua trupe estejam planejando ir atrás dos gatunos, mas pelo menos terão uma ferramenta que promete facilitar a vida dos usuários. E ela é baseada em um aplicativo até que simples: Safari, o navegador nativo do Mac.

Na versão de testes do OS X Lion que vem circulando entre os desenvolvedores desde a WWDC 2011, descobriu-se um modo de inicialização do sistema que carrega apenas e somente o Safari. Nada além disso.

Ao abrir a tela de login, o usuário poderá definir que quer o Mac reinicializando com o Safari, mais ou menos no mesmo esquema do Chrome OS. Inclusive, parece que o Safari estaria programado para rodar a partir de uma partição de recuperação do sistema, e não da partição primária do Lion.

O pulo do gato fica por conta da integração do Safari com o Find My Mac, um novo recurso de localização geográfica com o qual os usuários do Lion vão contar. Depois de configurado, o Find My Mac permite descobrir a posição do aparelho no mundo. Só que essa localização depende do uso contínuo da internet. É aí que o “modo Safari” (nome inventado por mim) entra.

Find My Mac: habilita "modo Safari" para distrair o bandido (imagem: 9to5 Mac)

Depois de roubar um MacBook com senha, o bandido poderia se contentar em usar o Safari por uns tempos. Enquanto ele acessa sabe-se lá o que, o Find My Mac tranquilamente determinaria sua localização geográfica. Acionar a polícia fica mais fácil depois que você sabe o endereço onde o gatuno mantém o pobre MacBook em cativeiro, claro.

Caso o Find My Mac e o “modo Safari” já estivessem ativos, a vida de um americano cujo MacBook foi roubado no fim de maio seria bem mais fácil. Joshua Kaufmann monitorou as atividades do bandido usando um aplicativo que também capturou imagens do ladrão. Depois, com a ajuda da polícia, conseguiu recuperar o equipamento.

Com informações: 9to5 Mac, Engadget, Neowin.