Início » Software » Tomboy pode ficar de fora do Ubuntu 11.10

Tomboy pode ficar de fora do Ubuntu 11.10

Por
7 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A eterna luta da Canonical em manter o Ubuntu dentro de uma uma única ISO de CD acaba de fazer mais uma baixa: o Tomboy, excelente programa do GNOME para tomar notas e afixá-las na área de trabalho, está fora da distro até segunda ordem.

O anúncio veio da lista de desenvolvimento do Ubuntu, e se baseia em um motivo simples: o Tomboy ainda usa bibliotecas referentes ao GNOME 2, sem equivalentes no GNOME 3. Assim, para manter o Tomboy seria necessário também manter vários pacotes diferentes, como o libgnome, libgnomeui, libbonobo, libbonoboui e o libgnomecanvas. Bibliotecas já ultrapassadas e sem muita utilidade.

Adeus Tomboy. Você sempre viverá em nossos corações

E, como a Canonical insiste em manter a instalação padrão do Ubuntu no tamanho médio de 700MB (conforme já comentamos aqui), era mais interessante remover o Tomboy e esses pacotes extras para dar espaço a outros programas. Não é o primeiro aplicativo clássico que sofre baixas, e dificilmente será o último.

Obviamente, o usuário poderá baixar e instalar o Tomboy manualmente se quiser, depois que o Ubuntu já estiver instalado. Da mesma forma, se os desenvolvedores do Tomboy soltarem uma atualização compatível com as bibliotecas do GNOME 3, o aplicativo muito provavelmente volta para a instalação padrão do Ubuntu. Mas, no momento, a instalação manual parece ser a solução mais provável.

O Tomboy é um programa que cria “post-its” na área de trabalho, e que você pode usar para tomar notas, escrever lembretes, e muito mais. Além da versão para Linux, o Tomboy também está disponível para Windows e OS X da Apple, e pode ser baixado no site do projeto.

Mais sobre: , ,