Início » Brasil » Vivo Direto: serviço push to talk chega ao Rio

Vivo Direto: serviço push to talk chega ao Rio

Avatar Por

De olho nos clientes corporativos da Nextel, a Vivo começa a oferecer o serviço de push to talk no Rio de Janeiro a partir dessa semana. Clientes terão à disposição aparelho compatível com a tecnologia por R$ 99 (promocional; depois sobe para R$ 199). Além da capital fluminense, o serviço também é vendido em Curitiba e Porto Alegre.

O push to talk (PTT) da operadora, cujo nome comercial é Vivo Direto, funciona em todos os pontos do país em que a Vivo tem cobertura – atualmente isso corresponde a cerca de 90% do território nacional. Um cliente com o serviço habilitado no Rio de Janeiro poderá viajar para o Amazonas e fazer chamadas de rádio sem pagar nada a mais por isso, nem o tradicional roaming que as operadoras costumam cobrar.

BlackBerry 9300: compatível com o push to talk da Vivo

Não há necessidade de trocar de número para ativar o push to talk. O serviço de rádio da Vivo funciona como uma cobrança à parte na conta telefônica. Vai custar R$ 29,90 mensais, com direito a minutos ilimitados na modalidade de chamada. O Vivo Direto funciona apenas com linhas no pós-pago.

A ideia da Vivo é expandir a oferta do serviço com o tempo. Por assim dizer, as três primeiras cidades servem de cobaia para os problemas e soluções que o Vivo Direto vai demandar.

Os seguintes aparelhos estão em conformidade com a tecnologia de push to talk da Vivo: Alcatel OT900, BlackBerry 9300, LG popcorn e Nokia 2710.

A operadora não é a única concorrente da Nextel no Rio de Janeiro. Lembro muito bem que a Claro oferece serviço similar, desde que o aparelho seja compatível – sorte da Motorola, que produz a maioria dos aparelhos aptos a desfrutar o produto.