A IMS Research publicou recentemente um estudo bastante animador para as empresas fabricantes de celulares. Pelas projeções do instituto, as vendas de celulares da categoria smartphone vão simplesmente dobrar em cinco anos. Aliás, mais do que dobrar. E o número de aparelhos inteligente vendidos em 2016 deve chegar à casa de 1 bilhão de unidades. O mundo clama pelos smarts, de acordo com o estudo.

Nesse ano, a IMS Research diz que 420 milhões de unidades de smartphones serão vendidas por aí – são projeções, claro, visto que ninguém conta, um por um, os aparelhos produzidos e colocados no mercado por cada fabricante. Caso o número se confirme, os smartphones vão responder por 28% do total de aparelhos celulares vendidos no mundo. E a tendência é que esse percentual chegue próximo de 50% até 2016.

Com o aumento da participação de smartphones, a IMS prevê que os beneficiários desse crescimento serão Apple, Samsung e HTC. São as empresas que não cometeram erros como vender produtos malfeitos ou desenvolver uma interface de usuário que deixe a desejar.

A LG é citada como um mau exemplo: ocupa a 3ª posição em volume de celulares, mas cujo "limitado portfolio de smartphones" deixa a desejar. Segundo uma analista da IMS, a Nokia também decepcionou em vendas de smartphone, com queda de 40% no primeiro trimestre do ano passado para 24% no primeiro trimestre desse ano em participação de mercado.

Com informações: All Things Digital

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caio Furtado
Isso! Quanto mais, melhor!
Marcelo
Até 2016 já inventaram outra coisa mais interessante que smartphone/tablet... é muito difícil prever tanto tempo em um ramo que muda tão rápido!
Turdin
Mais smarts ainda, se já está tudo congestionado agora, imagina no futuro...
@brunogdb
Cadê a Google para por o "Anti-funk" no Android e a Apple e Microsoft para copiar? D?
Ramon Melo
A LG não anda acertando a mão nos smartphones. O Optimus Black está sendo mais uma bola fora, com os problemas de hardware que vem tendo. Já a Nokia precisa urgentemente rever as políticas de marketing e de pós-venda que estão adotando. Espero que melhore com a chegada da parceria com a Microsoft, indiscutivelmente superior em ambos os quesitos.
Yangm
Melhor, um que não permita que funk seja ouvido à mais de 0,005 Db.
RubensBrilhanteJr
Em 2016 smartphone vai ser o dumbphone de hoje. Aposto até que surja uma nova classificação tipo superphones, ou new smartphones, ou smarthphone geração Y. E a cinco anos atrás nem existia iPhone.
Alexandre
Errata: primeira parte do meu cometnario esta totalmente enganada... existe 1,12 celulares para cada habitante e nao 112 milhoes de acrescimo... :X
Alexandre
E o Brasil hoje tem 112 milhoes de linhas de celulares e nao para de crescer... cade a infra? ano q vem esse numero de quase dobrar (cresceu 40 e tanto % de 1 ano praca), e tenho receio q a estrutura rua.
@AntonioVeras
Nossa. Imagina se a idéia pega. Ia ser a melhor coisa já iventada.
Gaba
Isso seria esplêndido!!!
Thiago Sabaia
Eu já tenho um,mais quero comprar um iPhone 4 agora.
Tio Z
Triplamente apoiado. Ou vender com uma firm própria que não permite tocar música sem fone.
Guilherme macedo
Com certeza... Também estou com essa esperança.
7megas
Podia ser proibido vender celulares para funkeiros!
Exibir mais comentários